Guia 2016 – Tamanho Ideal de Imagens para Mídias Digitais

Guia 2016 – Tamanho Ideal de Imagens para Mídias Digitais

Criar imagens legais e atraentes para sua ação de relações públicas pode ser um processo demorado mas vale a pena. Afinal de contas, elementos multimídia impulsionam a descoberta e incentivam o compartilhamento social de seus posts.

Depois de muitas conversas com um designer e algumas rodadas de suadas de revisões, a última coisa que queremos é que sua bela imagem pareça uma “bagunça pixelizada” em seu press release ou cortada da forma errada ao publicá-la no Twitter.

Para garantir que sua promoção de conteúdo multicanal não tenha surpresas, a CNW criou o guia 2016 sobre tamanho de imagens para atender aos requisitos de especificação de cada canal de distribuição. Espero que contribua para suas campanhas!

Facebook

As páginas do Facebook contêm detalhes como informações de contato e publicações da empresa. Elas também oferecem ampla oportunidade para conteúdos visuais. Para aproveita-las, a foto da capa de uma empresa deve ser de 851 x 315 pixels (px) e imagens de perfil devem ser de 180 x 180 px.

As imagens podem ser compartilhadas no Facebook em muitos formatos, mas cada um deles com suas próprias dimensões. Se você quer postar uma imagem no formato retrato, ela deve ter pelo menos 394 px de altura, a largura será ajustada automaticamente. Se você quer sua imagem em paisagem, ela deve ter 470 px de largura e sua altura será redimensionada conforme necessário. Se a sua foto for menor que qualquer uma dessas dimensões, sua imagem aparecerá como está. No entanto, isso não é interessante se a imagem contém texto.

Quer compartilhar um link em sua página de Facebook? A visualização da imagem será de 470 x 246 px. Se você tem uma imagem menor associada a um link, ela irá encolher para uma miniatura de 158 x 158 px. Quando um usuário clicar na imagem ela será ampliada e voltarão suas dimensões originais.

Facebook images

Twitter

Imagens são tão importantes quanto a elaboração de uma estratégia para o Twitter. Afinal, uma ótima foto diz muito mais do que 140 caracteres para os internautas. Fotos de cabeçalho (Header photos) devem ser de 1500 x 500 pixels, e fotos de perfil não deve ser maior do que 400 x 400 px. O Twitter recomenda que as imagens publicadas na plataforma tenham 504 px de largura. Se sua imagem for maior que isso, ela será redimensionada para atender a esse requisito de largura. A altura será ajustada, mas manterá sua proporção. Se a imagem for menor que 504 px de largura, a imagem manterá suas dimensões originais. Como no Facebook, quando um usuário clica na imagem, ela será ampliada e manterá suas dimensões originais.

Você trabalha com Twitter Cards? Há duas dimensões que você tem que considerar. Cards em miniatura devem ser, de pelo menos, 120 x 120 px. Cartões com uma imagem grande devem ser de 280 x 150 px no mínimo. As imagens precisam ser menores que 1 MB de tamanho. O Twitter gera automaticamente uma imagem recortada para o seu summary card, mas você pode resolver isso com a ajuda de um desenvolvedor web.

Twitter Images

News Releases

Multimídia – não importa se é um vídeo, imagem ou áudio clip – é essencial para qualquer press release. Uma versão com esses recursos recebe até 170% mais visualizações do que uma versão só texto. Para fazer essa distribuição, a CNW – PR Newswire pede que sua imagem tenha entre 1200 e 2000 px do lado maior e 600 px do lado menor.

Para imagens do Content Centre da CNW, nossos especialistas recomendam pelo menos 2700 px em seu lado maior para preservar a alta resolução. Isso se aplica a ambas as figuras da galeria e para imagem padrão. Logos devem ter no mínimo de 200 pontos por polegada (dpi) e outras imagens deve ter pelo menos 300 dpi.

Quando se trata de compartilhar uma foto ou imagem nas redes sociais ou em nossa rede newswire, as imagens são automaticamente redimensionadas pela plataforma social que irá compartilhar o conteúdo. Uma vez que os requisitos Newswire são muito maiores do que os dos principais canais social, você não vai precisar se preocupar com qualquer distorção ou “pixelação”. Lembre-se: as plataformas permitem expandir a imagem – o que preserva suas dimensões.

Press Release Images

LinkedIn

As páginas corporativas do LinkedIn mostram importantes detalhes das empresas, e também permite o uso multimídia. Confira se o logotipo da sua empresa é de pelo menos 400 x 400 px para garantir que ele não apareça pixelizada ou cortada. A sua foto de capa deve ser de 943 x 300 px e quando você compartilhar um link, considere a inclusão de uma imagem em miniatura de 165 x 100 px. Logotipos de barra lateral aparecerem em 60 x 60 px. Seu logotipo ou perfil deve ser bom em ambos os tamanhos.

Imagens compartilhadas (sem links) são apresentada com 531 px de largura; a altura é ajustada automaticamente. Se a sua imagem for maior que 531 px de largura, ela será redimensionada para atender essa exigência. Quando um usuário clicar na imagem, ela aparece em suas dimensões originais. Se for menor, suas dimensões não mudarão.

LinkedIn Images

Pinterest

No Pinterest, por ser uma plataforma totalmente visual, as imagens devem aparecer em alta resolução. A sua imagem de perfil será vista em 60 x 60 px, mas o Pinterest recomenda o upload de uma foto de 600 x 600 px.

Quando se trata de pins, há dois tamanhos: aqueles dentro do seu feed e pins expandidos (o que acontece quando você clica em um pin). Para pins no feed, você deve incluir imagens de 236 px de largura e o comprimento será ajustado automaticamente. Para pins expandidos, certifique-se que a sua imagem tenha 564 px de largura. Novamente, o comprimento da imagem será ajustado.

Para a sua imagem de capa, crie uma imagem de 216 x 146 px. As miniaturas que aparecem em sua página principal irão se ajustar em 69 x 69 px. Mas, se você não pode carregar miniaturas; o Pinterest não permite imagens menores que 80 x 80 px.

Pinterest Images

Instagram

Uma rede que também é visual é o Instagram – uma plataforma relativamente nova para as empresas. Dimensões de imagens de perfil no Instagram são de 110 x 110 px.

Para ter sua imagem em alta resolução, o Instagram sugere que seja entre 1.91:1 e 4:5. Em outras palavras, redimensione sua imagem para 1080 px de largura e entre 566 e 1350 px de altura. Se sua imagem for considerada “muito em alta resolução”, ela será dimensionada para 1080 px de largura. Miniaturas são feitas automaticamente, assim não há necessidade de se preocupar com elas.

Instagram Images

Sociais Media Workflows

Quando a mídia social desempenha um papel fundamental no seu plano de marketing, você precisa garantir que as suas imagens sejam pretendidas. Imagens programadas com o Hootsuite para o Facebook, LinkedIn e Instagram vão aparecer como se compartilhadas nas próprias plataformas sociais. As contas de Twitter devem ser configuradas com o serviço de upload de imagem pic.twitter.com no Hootsuite. Se a opção ow.ly for selecionada, a imagem aparecerá como um link e só poderá ser vista se um usuário clicar nela. O Tweetdeck adere aos requisitos de imagem do Twitter.

Muita informação? Perceba que a maior exigência de largura é 1000 x 1200 px. Isso garantirá que suas imagens não fiquem pixeladas em qualquer plataforma social. Software de edição de fotos baseado on-line, como o Canva, pode redimensionar a sua imagem para satisfazer muitos requisitos de redes sociais. Se sua imagem contém qualquer texto, é melhor mantê-lo no centro, caso contrário ele pode ser cortado quando enviado para outra plataforma social.

Onde você usa imagens com mais frequência? Comente abaixo.

Tradução do texto escrito por Melissa Meyer no Blog Beyond the Wire, no dia 19 de maio de 2016. Melissa é Assistente de Comunicação da CNW – PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios

Métricas Mídia Social: Engajamento & Alcance

Mesmo os profissionais de Relações Públicas ganhando competência em métricas e mensuração de mídia social, os nossos esforços podem ser prejudicados com as terminologias não muito claras.

Métricas Mídia Social: Engajamento & Alcance

Duas das palavras com terminologia mais confusas quando se trata de métricas são engajamento e alcance. Elas podem significar coisas diferentes em várias plataformas sociais e também para diferentes usuários.

Sim, nós podemos ser nerds no coração, mas os profissionais de PR têm necessidade por definições concretas para garantir que eles estão coletando dados corretos e completos. Com a ajuda do Media Rating Council (MRC), que publicou recentemente um Guia sobre Métricas de Mídia Social para ajudar comunicadores a coletar dados com precisão, explicamos a seguir o que realmente significa engajamento e alcance e como podem ser medidos.

Engajamento

Engajamento é tudo sobre como o público interage com você. Isso parece fácil, mas não é. A MRC quebra o engajamento em três categorias principais:

  • Interação
  • Redistribuição de Conteúdo
  • Defesa e influência

Interações podem ser rastreadas internamente através de cliques, conversões, downloads e saves, ou publicamente através de uma variedade de métricas, tais como:

  • +1s
  • Check-in’s
  • Likes
  • Comments
  • Hearts
  • Hashtags
  • Mention
  • Posts
  • Pins
  • Replies
  • Subscribes
  • Tagging, etc.

Redistribuição de Conteúdo é muito mais público do que interações, uma vez que precisa de que um usuário individual intencionalmente direcione ou promova o seu conteúdo para um grupo de usuários. Métricas usadas para medir o teor de Redistribuição incluem:

  • Emailing
  • Embeds
  • Linking
  • Mentions
  • Re-blogs
  • Re-pins
  • Re-tweets
  • Shares
  • Tagging

Defesa e influência são, indiscutivelmente, as métricas de engajamento mais difíceis de medir, simplesmente porque elas reunem uma grande quantidade de subjetividade. Você precisa saber quem é influente, para entender qual o nível de autoridade de marca que tem. Precisa de ajuda com isso? Comece aqui. Você pode avaliar a defesa e a influência com métricas como:

  • Intent: O público respondeu ao seu call-to-action? Eles vão comprar o seu produto?
  • Opinion
  • Semantics
  • Sentiment

Métricas Mídia Social: Engajamento & Alcance

Alcance

Há muitas dúvidas ao mensurar o alcance. De acordo com a MRC, o alcance é definido como a “única contagem total de usuários expostos ao conteúdo orgânico (não pago) ou pago”. Em outras palavras, a soma com a quantidade real de pessoas expostas por sua cobertura. Essa proposta é diferente outros termos semelhantes como “impressões”: quantidade de vezes que seu conteúdo é visto por um usuário. O Alcance pode ser expandido das seguintes formas:

  • Organic: Usuários expostos a seu conteúdo em seu formato original, de forma não paga.
  • Paid: Usuários expostos ao seu conteúdo em seu formato original de forma paga (por exemplo, conteúdo patrocinado)
  • Earned: Usuários expostos ao seu conteúdo (pagos e não pagos) em um formato re-distribuído (por exemplo, re-tweets, shares, reblogado, etc.)

Então, como você pode medir o alcance? O Buffer recomenda uma variedade de métricas, incluindo:

  • Awareness: Quantas menções on-line sua marca recebeu em semana? mês? ano?
  • Fans/Followers
  • Views, Impressions
  • Keyword Frequency: Quantas vezes o produto foi mencionado on-line

Antes que seus dados reflitam verdadeiramente seus esforços de Relações Públicas e Marketing, precisamos entender o que estamos medindo e por quê.

Texto traduzido do post escrito por Melissa Meyer no Blog Beyond Wire, no dia 11 de janeiro de 2015. Melissa é Assistente de Comunicação da CNW – PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Pinleague mostra boas práticas de desenvolvimento de marcas no Pinterest

Este texto foi traduzido do post escrito por Natalie Bering no Blog Beyond PR, em 24 de outubro de 2012.

A Conferência de Marketing Online é um parque de diversões para profissionais de marketing aprimorar seus conhecimentos e estreitarem relacionamentos com colegas de profissão. Com a convergência de relações públicas e marketing, é natural que eu vá ao evento e compartilhe o conhecimento com meus clientes, e agora com todos vocês.

Uma das minhas primeiras sessões para aquele dia foi “Acionando o Pinterest: a hora é agora” apresentada por Dany Maolney, CEO e Co-fundador da PinLeague – a plataforma de marketing do Pinterest para agências, empresas, e-commerce e editores.

287174913710064773_R4vbNq28

Os empresários ainda se empenham para conseguir utilizar o Pinterest nos negócios. De acordo com Maloney, essa é uma plataforma com a qual as marcas ainda estão se familiarizando, mas lutam para conseguir engrenar. Eu também estou tentando encontrar maneiras para melhorar os resultados, especialmente para a organização sob minha responsabilidade, @PRNHealth.

Maloney salientou que o “Eu” em “O que eu quero ser” traduz a posição das marcas. Qual é a orientação da sua marca? O que é que você precisa mudar na percepção dela?

Os objetivos das companhias no Pinterest podem ser divididos em dois: trabalhar a presença de marca ou gerar mais tráfego. Ambos têm valor, sendo a última mais relacionada a mensurações de retorno de investimento – as duas ajudam a aprimorar os resultados SEO.

Estatísticas de audiência do Pinterest:

A audiência do Pinterest age de forma autônoma – estão procurando por quem querem encontrar e pelo que querem fazer. Isso somado ao grande número de mulheres utilizando a plataforma, em média elas estão na faixa de 25 a 44 anos. Aqui estão algumas estatísticas interessantes que ele compartilhou:

Menos de 1% de sentimentos negativos na plataforma.

Contribuição de 20% para o comércio via rede social (social commerce).

O tempo de meia-vida de um “pin” é de pouco mais de uma semana, comparado com 80 minutos para um post no Facebook e dentre 5 a 25 minutos para um tweet. Meia-vida é o tempo que leva para a audiência cair para a metade do seu valor inicial, exemplo: o tempo que demoraria para cair de 100 (inicial) para 50.

O Pinterest não trata só de gerar diálogo, mas de disponibilizar conteúdo de qualidade. É uma taxa de 175 pins para um comentário.

O valor médio das compras no Twitter é de $69, no Facebook é de $80 e no Pinterest de $179.

A PinLeague estima que dentro de 12 meses o Pinterest terá 90% das 1500 maiores marcas.

Agora, a pergunta é “como fazer o Pinterest funcionar para a sua marca”? De acordo com Maloney, “levar para o lado da rentabilidade rápida é uma receita para o fracasso”. Essa é uma plataforma social como qualquer outra, o benefício para a sua marca vem em longo prazo. O conselho dele foi “investir na construção da audiência primeiro, na rentabilidade depois”.

Começando a trabalhar a sua marca no Pinterest:

Você deveria investir tempo e energia para trabalhar a sua marca no Pinterest? Maloney é curto e direto: SIM.  Em uma resposta mais detalhada ele fala da implicação de aderir enquanto o Pinterest é “recente”: permitir à marca estabelecer credibilidade e criar audiência dentro da plataforma antes da inevitável pressão por rentabilidade, quando anúncios podem ser vendidos e pins promocionais criados. Nesse momento Pinterest ajuda a elevar o alcance do conteúdo sem custo.

Se você é novo no Pinterest e não sabe o que fazer, Maloney recomenda a criação de 12 boards para superar o “bloqueio inicial”. Cinco boards sobre coisas que seus clientes amam, cinco sobre coisas que eles podem ter dificuldade de passar a saber e dois sobre a sua marca.

Se você já começou a alavancar o seu Pinterest, olhe para os dados. Como está o desempenho dos Pins? Você tem seguidores influentes? Como estão indo os seus concorrentes? A PinLeague pode te ajudar com todos esses dados e, além disso, a atingir pessoas relevantes com base em no histórico de comportamento delas no Pinterest. Outras dicas sobre como elevar os seus Pins:

• Coloque uma boa foto principal.

• Direcione os fãs que você tem em outras plataformas para os boards e não peça que eles te sigam no Pinterest.

• Crie um concurso.

• Mantenha o conteúdo que as pessoas querem ver vivo nos seus boards.

• Combine conteúdo próprio com conteúdo de outras fontes, que sejam do interesse do seu público.

Aperfeiçoe o seu perfil no Pinterest

Promova uma troca de pins que sejam de assuntos relacionados.

Evite criar sobrecarga de pins, até mesmo as maiores marcas utilizam o pin poucas vezes por dia. Se você inundar seus seguidores com muito conteúdo e muito rapidamente eles ficarão irritados com a sua hiperatividade.

Quando perguntei a Maloney quais seriam as marcas no topo do Pinterest ele compartilhou alguns nomes de peso. GE foi citada pelo conjunto de boards que fortalecem a marca, Mashable por seu conteúdo de qualidade, Whole Foods fornece informação e ideias para seus seguidores e Karmaloop é um grande exemplo sobre como trabalhar a marca mostrando imagens engajadoras para contar histórias.

Recursos adicionais

O aspecto visual tem grande relevância para ganhar atenção online. Adicionalmente, ser amado pelos residentes do mundo das mídias sociais, imagens, infográficos e vídeos também geram visibilidade extra através dos mecanismos de busca e da mesma acontece forma com as redes sociais. Se você precisa de algumas ideias sobre como criar e utilizar recursos visuais para as campanhas de comunicação da sua organização, aqui está alguma informação adicional que pode ajudar com isso:

Autora: Natalie Bering is an account manager in PR Newswire’s San Francisco office.

Fonte: Blog Beyond PR

Traduzido e adaptado por Leonardo Camacho, Associate Customer Content Specialist
PR Newswire