Drones no Jornalismo, Washington Post e os Millennials

Bem-vindo a mais recente edição do Around the Wire, o olhar PR Newswire sobre jornalismo, blogs e as histórias de freelancer da semana passada.

Drones no Jornalismo, Washington Post e os Millennials

#1. FAA Estimula o Estudo da CNN sobre Drones para Newsgathering (Mashable).

A popularidade repentina de drones em relação ao ano passado é surpreendente. Desde eventos esportivos até para uso pessoal, essa tecnologia tornou-se bastante popular. Mas ela não vem sem algumas restrições.

A FAA atualmente proíbe o uso de aviões não tripulados para a cobertura de notícias. No entanto, isso pode estar mudar, recentemente a FAA se uniu com a CNN para explorar possíveis novas diretrizes e regulamentos. Os meios de comunicação dizem que a tecnologia drone oferece inúmeras oportunidades para ampliar a cobertura.

#2. Um relatório de progresso sobre Jeff Bezos transforma o Washington Post (MediaShift).

O ar de mudança continua soprando nos escritórios do Washington Post. Desde Jeff Bezos, fundador da Amazon, assumiu no final de 2013, o diagnóstico foi feito.

O jornal deu passos significativos para entrar ainda mais no mundo do jornalismo digital. Criando uma equipe integrada de notícias digitais, Bezos está olhando para o futuro – isso reflete diretamente a história de realizações passadas da gigante de tecnologia e a visão do futuro.

#3. The Charlotte Observer e a seleção de notícias para os millennials (NiemanLab).

Publicações virais tornaram-se um grande competidor no cenário de notícias de hoje. Sites como o BuzzFeed estão encontrando uma maneira única de despertar o interesse dos millennials, que rapidamente estão se tornando o principal grupo demográfico para o consumo de notícias. Isso é uma coisa que a mídia tradicional deve saber.

Pegue a The Charlotte Observer como exemplo. Em novembro passado, foi lançada a Charlotte Five, uma seleção de notícias voltada diretamente para os millennials para ser vista em smartphones. É mais um sinal de como a geração de hoje consome a maior parte de suas informações por dispositivos móveis.

#4. Nova capa do Charlie Hebdo, o valor da notícia deveria prevalecer (Public Editor’s Journal/NYT).

Não há nada fácil sobre relatar a situação do Charlie Hebdo. Muitos veículos de comunicação têm trabalhado sobre o conflito, mas não para informar sobre a segurança de seus funcionários. Este é um dilema que nem mesmo o The New York Times não ficou imune.

Até hoje, ele manteve sua postura tradicional, e nem todos estão satisfeitos com isso.

#5. Notícias da mídia e de profissionais da semana do dia 12 de janeiro (Media Moves PR Newswire).

Media Moves mantém você atualizado com “quem foi para onde” no mundo dos meios de comunicação. A edição desta semana inclui uma série de contratações no então muito falado Washington Post. Também sobre um veterano da Associated Press que se aposentando depois de quase 50 anos de notícias, e uma promoção no Harpers Bazaar.

Inscreva-se no blog Beyond Bylines ou adicione o RSS e fique por dentro das tendências da mídia, entrevistas com jornalistas, perfis do blog e  muito mais. Tudo enviado diretamente para a seu e-mail ou leitor RSS.

Este texto foi traduzido do post escrito por Sarah Skerik no Blog Beyond Bylines, no dia 16 de janeiro de 2015.

Ryan Hansen é Pesquisador de Audiência na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing

Confira os cinco textos mais visualizados nas principais categorias do Blog da PR Newswire. Seleção especial para estudantes e profissionais de comunicação.

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing

Selecionamos três das nossas principais categorias e escolhemos os posts mais visualizados por estudantes e profissionais de comunicação. Os textos e artigos passam, desde temas abrangentes e históricos, como a evolução do jornal impresso, e chegam até as novidades e principais tendências de relações públicas para o próximo ano. Se você é um estudante de jornalismo ou profissional marketing, vale a pena conferir os principais textos publicados nesse blog em 2014.

Jornalismo, Fotojornalismo e Mídias Digitais

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#1. A Evolução do Jornal Impresso ao Jornalismo Digital

O webjornalismo ganha mais adeptos a cada dia. São mais de 80 milhões de internautas. Essa é a mídia mais consumida no Brasil, ultrapassando a televisão. Segundo dados do Interactive Advertising Bureau (IAB), mais de 40% dos entrevistados (entre 15 e 55 anos – 51% homens e 49% mulheres) passam pelo menos duas horas por dia navegando na internet (por vários dispositivos digitais), enquanto apenas 25% gastam o mesmo tempo assistindo TV…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#2. [Infográfico] O Impacto das Mídias Sociais no Jornalismo

O cenário aponta que cada vez mais o jornalismo usará o conteúdo gerado pelos usuários das internet, como vídeos e tweets. Enriquecendo a produção jornalística com recursos multimídia. Cada vez mais as métricas, usadas antes por profissionais de marketing para mensurar resultados no ambiente online, entrarão no cotidiano dos jornalistas e profissionais de Relações Públicas possibilitando a análise de resultados obtidos com suas publicações e o engajamento dos leitores…


Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing
#3. Fotógrafos de Guerra – O Fotojornalismo Exposto ao Perigo

O Canal da Revista Trip  no Youtube disponibilizou um documentário sobre a profissão do fotojornalismo em campos de batalha. O vídeo foi feito com três fotógrafos que tiveram a difícil missão de extrair beleza e arte em zonas de guerra. No arquivo, André Vieira, Juca Varella e Fernando Costa Netto falam sobre suas experiências fotografando conflitos no Iraque, Bósnia e Afeganistão e revelam os riscos e dificuldades de trabalhar nesses territórios. Vale muito a pena conferir o material…


Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing
#4. Jornalismo no Instagram – Fotojornalistas e Fotografia Digital

Contrariando alguns críticos, que veem o Instagram como um prejuízo à produção fotográfica, muitos fotógrafos profissionais usam a rede social para divulgar seus trabalhos. Sejam imagens artísticas, editoriais ou fotos jornalísticas. Criado para que qualquer pessoa, com pouca ou nenhuma introdução à fotografia, consiga manipular suas próprias imagens com simplicidade…

 

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#5. Google Eleições: Marketing, Política e Jornalismo Digital

O Google em prol do voto consciente estabeleceu parcerias com o Tribunal Superior Eleitoral, ONG Transparência Brasil e mais de 30 veículos de imprensa para criar uma plataforma neutra e tornar informações e notícias mais acessíveis aos internautas durante as eleições deste ano. Após experiências em outros países, o Google Política & Eleições entrou no ar dia 11 de setembro e ajudou o eleitor a escolher seu candidato…

Dicas e Tendências para Relações Públicas

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#1. [Prévia] Tendências para Relações Públicas em 2015

Qual é o futuro das Relações Públicas? Ganhar atenção? Influenciar o comportamento público? Contar histórias de marca? Envolver o público em canais sociais? Não importa como você respondeu as perguntas, uma coisa é certa – o escopo de RP remete ao balonismo. Quando entramos em zonas cinzentas as RP se sobrepõem com as mídias sociais, marketing e aumenta a geração de demanda…

 

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#2. A Evolução da Mídia e seu Impacto em Relações Públicas

Para melhorar suas chances e fazer com que seu e-mail seja um dos relevantes, é importante compreender o público do jornalista. Os jornalistas se desenvolvem em um nicho ou especialização. Eles conhecem e compreendem quem é seu público e como atendê-los. “Se sua abordagem consegue estar em sincronizar com isso, é muito melhor”, diz Cohn. “Se não se encaixar, seu e-mail será como arranhar uma lousa, irritante”…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#3. Como usar o Novo Design do Twitter para RP

Espelhado no layout do Facebook e enfatizando o visual, o novo design do Twitter reforça a importância do uso de elementos multimídia na comunicação. Já está disponível para todos os usuários, entre perfis pessoais e perfis corporativos. Além disso, o novo layout oferece novas oportunidades para as marcas…

 

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#4. Dicas para Profissionais de RP Evitarem o “Mute” no Twitter

Com o anúncio do Twitter sobre o recurso “mute”, que permitirá que as pessoas escondam de seus feeds os tweets de contas que seguem, os profissionais de RP terão que dar mais atenção para sua estratégia no microblog. Você pode pensar que como sua marca tem milhares de seguidores esteja atingindo milhares de pessoas. Não. Não era assim antes (as pessoas não ficam vendo os feeds do Twitter 24 horas por dia, 7 dias na semana…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#5. Google e RP – Como a Mídia Espontânea Impacta nas Buscas

Ao longo do tempo, os links implícitos e a mídia espontânea gerada pela equipe de RP devem ter efeitos positivos sobre a classificação de busca de páginas específicas do site da marca.  Colecionar esses resultados e mantê-los, o que exige esforço sustentado, são algumas das medidas mais fieis do valor da mídia e das menções conquistadas pela marca…

 

Conteúdo, Relacionamento e Previsões de Marketing

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#1. O que é Relações Públicas e como se relaciona ao Marketing Social?

Tradicionalmente Relações Públicas é entendido como o gerenciamento da opinião pública. Começa com a conscientização, e em seguida, por meio da implantação de mensagens ou experiências, são extraídas respostas emocionais, opiniões são moldadas e a reputação formada. Nesse ponto, podemos começar a avaliar as próximas ações para o público, quer esses resultados sejam medidos por número de votos, volume de compras ou outro comportamento…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#2. Explorando a Convergência do Marketing e Comunicação

O departamento de marketing da Bloomberg existe há apenas quatro anos, mas rapidamente adaptou-se para a nova era das comunicações. Ao invés de dividir os departamentos – RP, marketing e mídias sociais – formaram um comitê que se concentra na construção de uma infraestrutura para as subsidiárias da Bloomberg menos conhecidas. Embora o desejo de se apropriar do sucesso de uma campanha seja um desafio…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#3. Marketing de Conteúdo: 10 Motivos para sua Empresa criar um Blog

O Marketing de Conteúdo é a grande aposta para muitas empresas. Essa tendência vem sendo adotada dentro da estratégia para divulgação de produtos e construção de marcas. A iinterativa, unidade digital da Infobase que oferece serviços de consultoria para mídias digitais, desenvolveu um infográfico muito interessante. Entre outras informações, a análise aponta a importância de um Blog na estratégia de Marketing de Conteúdo das empresas…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#4. Content Marketing – 8 Dicas Para Produção e Divulgação de Conteúdo

Composto por vários temas, o Marketing de Conteúdo se modifica e se atualiza constantemente. Quando menos se espera, o Google muda seu algoritmo para buscas, o Facebook começa a diminuir o alcance orgânico dos posts ou surge um novo aplicativo mobile que passa a dar as cartas do jogo. Acompanhar todas essas novidades é um verdadeiro frenesi, que torna a vida dos profissionais de comunicação excitante e ameaçadora ao mesmo tempo…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#5. Previsões 2015: Principais Tendências para RP e Marketing

Felizmente, para aqueles que estão finalizando planos de comunicação estratégica, temos inspirações na forma de previsões e tendências para ver. Vindas de uma recente mesa redonda e de pensamentos entre líderes de relações públicas e marketing. Em meio às previsões está a mais transparência entre as empresas e seus consumidores. Também o trabalho em conjunto entre RP e marketing…

 

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Google Eleições: Marketing, Política e Jornalismo Digital

Muito já conversamos sobre as mudanças no comportamento do consumidor com o surgimento das mídias digitais. Mas e no comportamento dos eleitores?

Google Eleições: Um pouco de Marketing, Política e Jornalismo Digital

Vamos pensar no lado mercadológico das eleições. Os candidatos, sejam eles para presidente ou governador, estão para os eleitores como os produtos para os consumidores. Concorrem entre eles para conseguir conquistar a confiança dos eleitores e arrecadarem votos. O horário eleitoral gratuito nada mais é do que um espaço para comerciais políticos. Debates televisivos são o test-drive para os candidatos. Puro sampling, na linguagem do marketing.

Os candidatos são convidados pelas emissoras de televisão para serem entrevistados. Ainda fazendo comparações, puro merchandising eleitoral. Também não podemos esquecer as pesquisas de intenção de voto do Datafolha, IBOPE entre outros institutos. Você conhece o termo “market share”? Olha ele ai também presente nas eleições. Espera: as palavras “presente e eleições” na mesma frase parece “compra de voto”.

Temos também práticas mais agressivas como a “boca de urna” que assemelha-se ao marketing de guerrilha. Será que Jay Conrad Levinson concordaria com essa comparação?

Todas as ações acima já existiam antes do Google, continuam e provavelmente continuarão existindo. Mas hoje o eleitor tem outros meios para coletar informações e ser persuadido pelos seus candidatos. Basta colocar no nome do político no buscador que uma enxurrada de resultados de busca inunda seus olhos nos mais diferentes formatos de informação. Imagens, Notícias, Vídeos, Blogs e muitos outros.

Os próprios candidatos difundem suas mensagens pela rede. Seus comitês eleitorais mantem seus sites ativos assim como suas diferentes páginas e perfis nas redes sociais interagindo como o público (principalmente nessa fase pré-eleição). Por outro lado, os eleitores também usam as ferramentas online para descobrir mais sobre os candidatos e expressar suas visões políticas.

Google Eleições: Um pouco de Marketing, Política e Jornalismo Digital

Plataforma Google Política & Eleições

O Google em prol do voto consciente estabeleceu parcerias com o Tribunal Superior Eleitoral, ONG Transparência Brasil e mais de 30 veículos de imprensa para criar uma plataforma neutra e tornar informações e notícias mais acessíveis aos internautas durante as eleições deste ano.

Após experiências em outros países, o Google Política & Eleições está no ar desde o dia 11 de setembro e promete ajudar o eleitor a escolherem seu candidato. A plataforma tem uma série de recursos para isso:

#1. Encontre e conheça seu candidato. O site tem uma área para encontrar informações sobre os candidatos. É possível usar filtros, como o posto disputado, Estado, partido político e ordem alfabética, pesquisar por nome ou somente clicar no mapa. Depois que o usuário seleciona um candidato, aparecerá os dados oficiais fornecidos pelo TSE, como nome ou apelido político, idade, patrimônio declarado, entre outras informações.

Para saber mais sobre o seu candidato à presidência ou governo, basta acessar o link da ONG Transparência Brasil.

#2. Entrevistas e vídeos com os candidatos. Por meio de parcerias com a mídia, essa plataforma do Google também disponibiliza vídeos e entrevistas com os candidatos. No Blog Oficial do Google o parceiro mencionado e que fornece esse material é o Estadão.

#3. Os candidatos no noticiário. A seção Mídia traz o perfil de mais de 30 parceiros, como Brasil Post, Veja.com, BBC Brasil, O Globo, Terra, Diário de S. Paulo, entre vários outros. Ao clicar em um perfil, é possível ler as notícias sobre as eleições produzidas pelo parceiro e ver links para a páginas do Google+, YouTube e do site oficial do veículo.

#4. Agenda dos candidatos. Acompanhe os próximos eventos e hangouts com os candidatos. O Google Eleições trás uma lista de eventos composta por seus parceiros de mídia e os candidatos. Assim não tem como se esquecer daquela entrevista tão esperada.

#5. Últimas notícias sobre as eleições. Quer saber o que está rolando na disputa entre os candidatos? A seção de Notícias traz as últimas notícias sobre as eleições. Selecionadas dos feeds dos parceiros de mídia na plataforma Google News.

Ainda está em dúvida em quem votar? Quer acompanhar o seu candidato de perto? Acesse o Google Política & Eleições e fique por dentro de todos os acontecimentos que rondam a política antes das eleições. É uma ótima forma de acompanhar o seu candidato.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Os 6 Posts que Mais Bombaram em Abril [REVIEW]

Se você perdeu as atualizações diárias do Blog da PR Newswire, nós separamos a “lista mais quente” do último mês, com as publicações mais visualizadas em abril.

Melhores Posts Blog PR Newswire_Abril

No mês passado foram publicamos 20 posts. Com os mais diferentes temas relacionados a comunicação. Desde como usar elementos visuais para atrair a audiência, até dicas para profissionais de como serem mais efetivos em sua comunicação.

Os 6 posts dessa lista correspondem a 53% do total de visualizações recebidas entre todas as publicações do período.

1º Lugar: MEDIAware Brasil – Novidades da Mídia e de Jornalistas

O MEDIAware Brasil, fez a sua estreia no final do mês passado. É uma publicação mensal, elaborada pela equipe de Media Relations da PR Newswire. Seu conteúdo aborda a seleção das mais importantes movimentações de jornalistas nos meios de comunicação em todo o Brasil. Além de sua versão nacional, o MEDIAware também tem sua versão para a América Latina, com informações de profissionais e veículos de comunicação de países como Argentina, Colômbia e México.

2º Lugar: A Evolução do Jornal Impresso ao Jornalismo Digital

Um panorama geral e histórico do desenvolvimento do Jornalismo e suas plataformas. O texto passa pela invenção da prensa móvel até a chegada da internet e webjornalístico no Brasil. Além disso, o post aborda o estado atual dos meios de comunicação. Com dados de uma pesquisa do Interactive Advertising Bureau, que aponta o crescimento da internet como veículo de comunicação.

3º Lugar: O Tamanho Ideal de Títulos de Notícia para Buscadores

Post pensado para auxiliar os profissionais de comunicação a obterem melhores resultados em sites de busca com títulos mais eficientes. Baseado em um post no blog da Moz, empresa de consultoria em SEO, o texto aborda o tamanho ideal para títulos de notícia. O padrão de 55 caracteres para títulos serem totalmente indexados por buscadores é explicado com base nos resultados de pesquisa do Google e suas particularidades como fonte e espaçamento.

4º Lugar: Selfies e Fotos de Rosto têm mais Engajamento no Instagram

Imagens com rostos humanos recebem 38 por cento mais likes e comentários do que outros tipos de fotos. O texto é direcionado a profissionais que administram Fan Pages ou perfis no Instagram. Esse dado, encontrado por meio de uma pesquisa, pode ajudar marcas, presentes em redes sociais, a obterem mais engajamento nas redes sociais.

5º Lugar: 10 Práticas Recomendadas pelo Facebook para Marcas

Desenvolvido a partir das dicas do Creative Shop, divisão de criação do Facebook Brasil, o post trás exemplos de três grandes marcas e como elas conseguem obter melhores resultados por meio da curadoria de conteúdo.

6º Lugar: 6 Dicas – Como usar o Novo Design do Twitter para RP

Post traduzido do Blog Beyond PR (PR Newswire U.S.) que conta as vantagens e dá dicas de como usar as novas funcionalidades do layout do Twitter para se relacionar. Voltado para os profissionais de Relações Públicas, o post argumenta sobre o uso de elementos visuais e hashtags.

Se você se interessa por temas como esses, siga o Blog da PR Newswire. Assim você receberá diretamente em seu e-mail todas as atualizações e posts publicados por nossa equipe. É uma boa forma para se manter atualizado com os assuntos mais interessantes sobre comunicação.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

A Evolução do Jornal Impresso ao Jornalismo Digital

“Os processos de mudança na comunicação estão passando pela contemporânea convergência das mídias, plataformas que vão se agregando, inovando e consequentemente ganhando novos formatos e forças. Assim acontece com o jornalismo”, de acordo com a jornalista Leide Frando do Blogmidia8.

Newspaper_Evolution_to_print_for_Digital

O jornal impresso, ou  jornalismo moderno, surgiu no século XVI, conhecido como o quarto poder. A invenção da prensa móvel pelo alemão Johannes Gutenberg  ficou conhecida como a grande revolução da escrita impressa. O jornal impresso chegou atrasado ao Brasil, por volta de 1808. Isso ocorreu devido a motivos políticos e econômicos.

Nas décadas de 70 e 80, produzir um noticiário impresso era um processo quase que industrial, pois poderia levar dias para fechar uma matéria. A apuração era a mais demorada, a checagem da notícia era descrita com narrativas ricas em detalhes. Hoje, com as facilidades da tecnologia, atualizar um portal de notícias e praticar o webjornalismo tornou-se ainda mais simples.

 

O pioneiro do jornalismo web é o Jornal do Brasil, na década de 90. Há também informações de que o portal Brasil Online (BOL) chegou à internet com um formato webjornalístico, porém a inovação só veio ser consolidada a partir de 2000 quando foi criado o primeiro webjornal propriamente dito, o Último Segundo. O jornalismo online está inserido no cotidiano das pessoas, oferecendo uma alternativa para quem busca informações rápidas e cativando novos e antigos leitores.

Hoje além do jornalismo online, há também outras formas de interatividade. Um exemplo disso é o Search Engine Optimization (SEO) que é um conjunto de estratégias que visam melhorar o posicionamento do site nos resultados de busca. O SEO era uma estratégia totalmente desconhecida há alguns anos atrás.

O webjornalismo ganha mais adeptos a cada dia. São mais de 80 milhões de internautas. Essa é a mídia mais consumida no Brasil, ultrapassando a televisão. Segundo dados do Interactive Advertising Bureau (IAB), mais de 40% dos entrevistados (entre 15 e 55 anos – 51% homens e 49% mulheres) passam pelo menos duas horas por dia navegando na internet (por vários dispositivos digitais), enquanto apenas 25% gastam o mesmo tempo assistindo TV.

Por Adna Santana, Pesquisadora de Mídia
PR Newswire

Brasil Post – Versão brasileira do site The Huffington Post estreia hoje

O site Brasil Post, uma das maiores apostas para o jornalismo digital nesse ano, estreia nessa terça-feira. Resultado da parceria entre o Grupo Abril e The Huffington Post, é a primeira versão do portal na América Latina, agora presente nos cinco continentes e em dez países.  Tendo já estabelecidas as versões britânica, canadense, espanhola, francesa, alemã, italiana, japonesa e uma versão africana que abrange a região noroeste da África que contempla Marrocos, Tunísia e Argélia.

BRASIL POST THE HUFFINGTON POST

O Grupo Abril, um dos maiores grupos de comunicação da América Latina, será responsável pelo conteúdo do portal, segundo informações do site Terra.

Em publicação no próprio Brasil Post, Arianna Huffington, co-fundadora do site de notícias, destaca a importância do Brasil para a publicação. Entre alguns pontos, Arianna destaca que o país é o quinto em número de internautas, com cerca de 100 milhões, a população conta com 50 milhões de smartphones e é o terceiro país com maior número de usuários do Facebook e quinto no Twitter.

Como publicado no O Globo, o Huffington Post conta com mais de 50 mil blogueiros que participam com suas publicações em tempo real. Nos Estados Unidos o site tem 47 milhões de visitantes únicos mensais e 77 milhões em todo o mundo.

Segundo o Meio&Mensagem, os anunciantes contarão com formatos de “publicidade nativa”, algo como publi-reportagens, vídeos patrocinados, imagens patrocinadas, artigos patrocinados entre outros.

“Nossa expectativa é de que o mercado passe a compreender melhor o conceito, que exige o pensamento editorial também de clientes e das agências,” segundo Ricardo Anderáos, Diretor de Redação do Brasil Post.

Confira o post de Boas-vindas de Arianna Huffington no site BrasilPost.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

 

Retrospectiva 2013: Fatos que marcaram o Jornalismo durante o ano

O ano de 2013 foi intenso para o jornalismo nacional. No cenário dos impressos, demissões em massa e a morte de dois nomes importantes do segmento tiveram destaque. Já no campo digital, o anuncio da chegada de um dos blogs mais importantes do mundo ao Brasil se sobressaiu. Confira abaixo alguns dos principais fatos do período:

download1

Grupo Abril e Estadão perdem gestores

Maio selou o falecimento de dois nomes importantes do jornalismo nacional. Faleceu no dia 21/05, em decorrência de um câncer na língua, o diretor do Estadão Ruy Mesquita, que estava à frente do periódico há 17 anos. Cinco dias depois, em 26/05, Victor Civita, presidente do Conselho de Administração e diretor editorial do Grupo Abril, morreu em São Paulo, devido a complicações resultantes de um aneurisma. Os dois falecimentos ocasionaram mudanças nos respectivos grupos editoriais.

Grupo Abril extingue títulos e provoca demissões em massa

Em agosto, pouco tempo depois do falecimento de Victor Civita, a presidência da Abril anunciou uma reestruturação em seus núcleos e decretou o encerramento das revistas Alfa, Bravo, Lola e Gloss. Na ocasião, cerca de 150 profissionais deixaram a empresa.

Huffington Post ganha versão brasileira, o Brasil Post

No mês seguinte aos cortes, a Abril comunicou a chegada da versão brasileira de um dos blogs mais importantes do mundo – o Huffington Post – ao Brasil. A iniciativa tupiniquim ganhou o nome de Brasil Post e teve seu lançamento anunciado para janeiro de 2014. Trata-se de uma das principais apostas para o mercado do jornalismo digital nacional.

El País chega ao Brasil

O diário espanhol El País anunciou no inicio de novembro sua edição online brasileira. O site do veículo deve ir ao ar com uma edição em português produzida por uma equipe local. A redação do El País fica em São Paulo e já conta com um time de 15 jornalistas.

Por Camila Conte, Gerente de Relacionamento com a Mídia
PR Newswire