Como Adaptar Vídeos para Economizar Dinheiro e ter Sucesso

Como Adaptar Vídeos para Economizar Dinheiro e ter Sucesso

Quando se trata de projetos criativos, tempo e dinheiro são os dois obstáculos, que muitas vezes impedem a conclusão de projetos de conteúdo.

Em particular, a produção de conteúdo em vídeo, pode exigir mais do que o esperado. Para escrever o script, filmar, editar e distribuir vídeos são necessárias pessoas, equipamentos e outros recursos.

Se não tomar cuidado, tudo isso pode “comer” o seu orçamento e cronograma.

Em contrapartida, a visibilidade que os vídeos garantem para marcas vale a pena o investimento. E ele não precisa ser gigantesco se você fizer as escolhas certas.

“Fazer um vídeo de sucesso, seja ele em live action, animação ou misto, se resume em uma palavra: Planejamento!”, escreve Larry Cardarelli em Making the Most of Your Video Production Budget.

Neste guia, o vice-presidente de Produção e Criatividade do MultiVu passa por dicas de como poupar seu dinheiro e garantir que seu vídeo tenha sucesso. Isso inclui adapta-los para diferentes canais.

“Ninguém deve produzir um vídeo para apenas um canal. Se você fizer isso, você certamente irá se decepcionar – e cometer uma grande gafe em relações públicas”, me disse Larry enquanto conversávamos sobre o poder de múltiplos canais de vídeo.

“A produção de vídeo para vários canais precisa ser um processo operacional padrão para todos”.

Audiência em primeiro lugar, economia em segundo.

Adaptar ou reutilizar vídeos para diferentes canais não é apenas uma questão de poupar dinheiro. Trata-se de contar uma história melhor e oferecer uma experiência perfeita para seu público em todos os meios que ele utiliza.

Mídia paga, espontânea, social e própria oferecem oportunidades para os vídeos que você produz – do YouTube, posts de blog, Vimeo, salas de imprensa no Facebook, páginas de demonstração de produto, Instagram e Twitter. E não se esqueça do Snapchat, em que o novo recurso “Memories” possui alto potencial para as marcas.

Com tantos canais para escolher, como um profissional de marketing consegue economizar?

Olhe para o seu público.

“Há novos canais aparecendo o tempo todo”, diz Larry. “A maioria deles não significa muito para nós, porque muitos são direcionados – como o PewDiePie e seus mais de 45 milhões de assinantes e entusiastas de jogos. Para nós, é melhor atingir canais tradicionais, como o Facebook. Porém, tenha em mente que o Facebook está declinando e se estabelecendo entre o público mais velho. Se você quer atingir os jovens, você precisa identificar quais canais eles estão usando hoje, talvez o Instagram”.

E não se esqueça da comunicação mais tradicional, como press releases e e-mails, que fornecem impulso e visibilidade com a inclusão de vídeos.

“Faça sua pesquisa”, estimula Larry. “Lembre quem é seu público, esse é o primeiro passo. É apenas uma questão de descobrir quais canais ele acessa para obter o conteúdo que procura. Coloque essa informação no seu planejamento de vídeo para atingi-lo e você conseguirá bons resultados”.

Olhe para o seu público.

Adapte o conteúdo para cada canal.

Depois de identificar quais canais serão o foco do seu vídeo, é hora de pensar em como adaptar a sua história para cada plataforma.

Republicar vídeos não significa usar o mesmo em todos os canais. Os requisitos técnicos e as melhores práticas de cada plataforma são importantes.

Por exemplo, seu site pode apresentar o vídeo em um formato mais longo, mas plataformas de mídia social exigem que seus vídeos sejam mais curtos – diferentes tamanhos, estilo e características específicas de cada plataforma.

“Melhor criar versões mais curtas de seu vídeo, já que alguns canais não vão publicar seis minutos de vídeo”, observa Larry. “Eles podem exigir menos de 30 segundos! ”

Não é apenas o comprimento que você precisa considerar. Você pode passar a sua mensagem por meio de legendas, textos e recursos gráficos para criar impacto em diferentes canais.

“Isso é essencial por conta da opção de assistir vídeos com e sem áudio, como por exemplo o Facebook, em que usuários são mais propensos a assistir vídeos sem som”, explica Larry.

Planejar faz a diferença.

Se você pensa em reaproveitar um vídeo em todos os canais, é melhor planejar isso o mais cedo possível.

“É possível reaproveita-lo de duas formas, antes e depois”, diz Larry. “Antes que seja publicado é mais fácil e os resultados mais coerentes. Após sua publicação, adapta-lo pode ser como tentar encaixar um prego quadrado em uma bucha redonda. As coisas podem ficar confusas. Mas, nada é impossível, você sempre pode usar um martelo! Mas certamente não é a solução ideal”.

“A filmagem também é crítica”, continua ele. “Por exemplo, um enquadramento fechado em seu porta-voz é bom para comunicações internas, mas se você decidir publicar na mídia social, talvez gere uma reação negativa com seu público e será tarde demais”.

“Se você soubesse antes que queria isso, poderia usar duas câmeras e cortes para ajudar com as transições”.

Planejamento prévio vai ajudá-lo a ter sucesso na criação de conteúdo atraente e continuar dentro do seu orçamento.

“Nós, da MultiVu acreditamos que todos os vídeos bons são o resultado de uma única coisa”, diz Larry. “Um excelente storytelling”.

Baixe Making the Most of Your Video Production Budget para mais dicas de como direcionar o seu conteúdo de vídeo e evitar altos custos que consomem seu orçamento.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Amanda Hicken no dia 14 de julho de 2016. Amanda é Gerente de Estratégicas de Conteúdo na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

 

Anúncios

Os Recursos Favoritos dos Jornalistas

Hoje,  as notícias estão acontecendo mais rápido do que nunca. Se somadas a velocidade da informação – indo e vindo – você deve criar imagens atraentes, histórias tuitáveis, moldadas para o Instagram e que rapidamente possam ser adaptadas para a web e/ou para um post de blog.

Os Recursos Favoritos dos Jornalistas

Existem uma grande variedade de fontes para atender às novas exigências de divulgação de notícias.

A busca na web é a ferramenta mais popular entre os jornalistas para encontrar histórias (83%), de acordo com uma pesquisa realizada recentemente pela PWR New Media. A segunda fonte mais usada é o recebimento de e-mail (apontada por 67%). Em terceiro lugar estão os meios sociais de comunicação (com 47%).

Fazer uma pesquisa e ver as palavras de sua história tomando forma no papel não é mais suficiente. Hoje, imagens e vídeo estão no topo da lista de importância para ajudar a contar uma história.

Então, sem nenhuma surpresa, a recentemente pesquisa com usuários do PR Newswire for Journalists encontrou os três aspectos favoritos e mais úteis do site:

  1. A busca de notícias e personalização da entrega (por tipo e timing).
  2. Acesso a fotos e vídeo hi-res (alta resolução).
  3. Encontrar fontes especializadas.

Press Releases para Escolher

Esqueça o telefone. O e-mail se tornou o método preferido de comunicação hoje. Especialmente quando falamos de Relações Públicas e entrega de notícias corporativas para mídia.

Para você jornalista: Escolha o press release que quiser e quando quiser, isso beneficia ambas as partes. Para fazer isso, você pode navegar por setores de mercado no site do PR Newswire for Journalists.

Press Releases para Escolher

Se você preferir o recebimento de e-mail, você pode criar um feed de notícias pessoais usando o recurso “My PR Newswire”. Não só controlará o tipo de notícia que você receberá, mas também quantas vezes você quer recebê-la.

Para configurá-lo, veja algumas dicas rápidas. Veja um guia passo-a-passo aqui: 6 Steps to Ensure On Target News Release Delivery.

Criar o seu feed de notícias pessoal elimina o que você não quer receber e entrega as notícias que você precisa. Se você mudar de emprego, não tem problema. Os perfis de newsfeed podem ser alterados a qualquer momento.

Galeria Multimídia

Imagens podem criar ou destruir sua história. Elas podem ser o elemento que capta o seu público e faz com que ele continue lendo. Existem milhares de fotos, vídeo, áudio e outros documentos para download, incluindo infográficos e muito mais na Galeria Multimídia.

Galeria Multimídia

Sinta-se livre para publicar fotos, logos e vídeos sem se preocupar com as questões de direitos autorais. Tudo em nosso newswire pode ser usado.

Especialistas na ponta dos dedos

Conseguir citações atraentes de fontes confiáveis pode ser um desafio até mesmo para o repórter/jornalista mais experiente. O ProfNet pode ajudá-lo a encontrar fontes e especialistas sobre uma grande variedade de assuntos e cumprir o seu deadline. Para começar, clique na aba “ProfNet Experts” no topo da página PR Newswire for Journalists. Isso levará você para o formulário de consulta, onde você pode descrever o tipo de especialista que você procura.

Especialistas na ponta dos dedos

Tendências e Oportunidades de Mídia

Além dos serviços descritos acima, o site PR Newswire for Journalists oferece uma seção robusta sobre Comunidade, onde você pode encontrar e acompanhar as tendências de mídia e oportunidades de emprego.

Tendências e Oportunidades de Mídia

Quer começar? Leva apenas alguns minutos para registrar em nossos serviços para mídia em prnmedia.prnewswire.com. Se você tiver dúvidas, gostaria de saber mais ou precisar de ajuda para a elaboração de um newsfeed, você também pode deixar o seu comentário. Estamos sempre felizes em ajudar!

Texto traduzido do pos escrito por Brett Simon no Blog Beyond Bylines, no dia 11 de fevereiro de 2016. Brett é Diretor de Relacionamento com Audiência da PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Por que Incorporar ‘Doodles’ em seu Content Marketing

Recentemente escrevi um post sobre “rabiscos e negócios” onde eu apresentei ideias do The Doodle Revolution de Sunni Brown sobre como rabiscar pode ajudar todos os tipos e cenários de negócios, como para resolução de problemas, comunicação, retenção e recall.

Por que Incorporar ‘Doodles’ em seu Content Marketing

Usar Doodles em Content Marketing

Neste ponto, no tempo onde o visual desempenha um grande papel em nossas vidas e em nosso dia-a-dia, onde os livros de colorir para adulto estão ganhando popularidade, e onde a sobrecarga digital nos torna nostálgicos de por objetos tangíveis, como o papel, faz sentido estarmos prontos para abraçar os doodles como nunca antes.

Como uma profissional de Marketing de Conteúdo, eu queria explorar ainda mais a ideia de usar desenhos manuais como parte de uma narrativa visual de marca. Na semana passada tive a oportunidade de conversar com Scott Torrance (@scottorrance), autor de um excelente artigo no Medium: “Doodles Take Their Seat at the Content Marketing Table”. Torrance argumenta que os doodles são uma combinação eficaz para a estratégia de Content Marketing e essencial em sua caixa de ferramentas para os negócios.

Por que Incorporar ‘Doodles’ em seu Content Marketing

Como o Doodle se Ajusta à Caixa de Ferramentas do Visual Storytelling

Em minha conversa com Torrance, três fatores-chave emergentes devem estimular o uso do “simples rabisco” como uma ferramenta para muitos profissionais de Marketing de Conteúdo.

  • Ruptura Visual: Torrance afirma: “Um ano atrás, era suficiente apenas ter um elemento visual. Hoje você precisa ser diferente”. Com aplicativos como o Instagram, Wordswag e Canva, criar imagens sofisticadas não requer mais habilidade profissional. O resultado é um cenário digital inundado por imagens lindamente parecidas, o que diminui o seu valor para chamar a atenção. Em toda a sua glória sem sofisticação, os doodles proporcionar um nítido contraste com este fluxo de imagens digitalmente refinadas.
  • Autenticidade e Humanização: Como uma impressão digital, estilos de doodle são exclusivos de seus criadores e, portanto, evocam um senso de conexão pessoal. Sobre seus desenhos Torrance observa, “As arestas são as bordas irregulares do meu pensamento”.
  • Engajamento no Subconsciente: Torrance acredita que quanto mais finalizada estiver uma imagem tudo o que resta é o julgamento de quem a vê. “Quando você usa doodles, há um convite para o subconsciente para o espectador se envolva com a imagem e ajude a completa-la”. Como ele coloca, “O Doodle é o começo da fermentação de ideias”. Eles transmitem apenas o suficiente para definir o seu ponto de vista, mas também abrem as portas para os espectadores para trazerem suas próprias opiniões e pressupostos de maneiras que não acontecem com imagens finalizadas ou com textos.

Torrance adverte que é importante focar na intenção e no contexto de seu conteúdo. Há momentos em que o seu conteúdo precisa fazer uma declaração oficial. Neste caso, você não quer que as pessoas tragam suas próprias opiniões, então um doodle não vai ser a solução visual certa.

Doodles de Marketing em Ação

Quando perguntado como ele incorporou doodles em suas ações de marketing, Torrance foi rápido em responder: “Meu site é uma grande doodle que você pode navegar, porque eu queria que não fosse um website de ‘blá blá blá’. Queria que você entrasse em uma pequena aventura… uma viagem. Cada um dos doodles [dentro de um site grande do doodle] são esculpidas em pequenos pedaços de conteúdo que podem ser compartilhadas no Instagram, Twitter e Facebook, coisa que um texto sozinho não pode fazer”.

Por que Incorporar ‘Doodles’ em seu Content Marketing

Ele explicou que os doodles começaram como parte do processo de planejamento estratégico em sua consultoria de negócios e agora está no centro para o compartilhamento de conteúdo. “Eles tocam no modo de aprendizagem das pessoas. Somos todos animais visuais. Conteúdo visual realmente atinge um público que não está interessado em ler posts de blogs tradicionais”.

A primeira vez que eu incorporei doodles, foi em um post sobre um evento que eu estava participando. Ele recebeu 3 vezes mais tráfego do que normalmente”. A partir disso, ele tomou uma abordagem mais estruturada. Usando o mesmo post, ele criou várias versões que variaram o equilíbrio entre os recursos visuais e texto.

Os resultados são bastante interessantes. “Ao longo do experimento, posts em “puro texto” recebeu a maior baixa em visibilidade, a mistura de texto e doodles ficou no meio com 2-3 vezes mais visibilidade, e a versão doodle recebeu 10 vezes mais visibilidade do que “puro texto”.

Por que Incorporar ‘Doodles’ em seu Content Marketing

Pratique, Pratique… então Compartilhe, Compartilhe

Enquanto eu sou uma líder de torcida, que prontamente incentiva todos a assumirem o doodling, Torrance assume uma postura mais reservada para seu uso em marketing de conteúdo. Ele observa que doodles, compartilhados entre um grupo pequeno e conhecido, requerem muito menos refinamento em comparação com quando são usados para se comunicar com um público mais amplo.

Há um argumento comum de que não é preciso muito talento ou pensar para rabiscar. A realidade é que muitas vezes é mais difícil do que parece… Não exagere na simplicidade”.

Como profissionais criativos com anos de experiência em nosso ofício, ele me lembrou que muitas vezes temos uma visão distorcida do que é fácil. Desenhar, como qualquer outro esforço físico, requer a construção de memória muscular. É preciso práticar.

Torrance adverte que um doodler sem confiança compromete sua mensagem. “Não é sobre o quão reto está a linha, mas sobre confiança. O Doodle reforça o seu pensamento. Se o Doodle é inseguro, ele transmite uma incerteza sobre o que está fazendo”.

Uma vez que você encontre a mão firme, Torrance te convida a ir fundo. “Basta ter confiança para compartilhar o que você desenhou. As pessoas são muito receptivas. É muito semelhante ao falar em público. Você não tem que ser um fantástico ou conhecido orador para o conseguir apoio do público. O mercado provavelmente será mais tolerante e compassivo com você do que você é com seu próprio trabalho”.

A natureza pessoal de um doodle é o que também pode nos fazer hesitar compartilha o nosso trabalho, mas temos de empurrar esse medo para o passado. “Tenho trabalhado mais nos últimos 6 meses em minhas habilidades de desenho, acho que sou um desenhista melhor”. Medo e dúvida, ainda é uma relação saudável para se ter. “Isso nos torna mais críticos do nosso trabalho, e por sua vez, nos ajuda a melhora-lo”.

Elementos visuais podem ser uma maneira poderosa de direcionar leads através de seu conteúdo. Saiba como aproveitar a multimídia e outras táticas de storytelling com o nosso Buyer 2.0 Content Strategy Checklist.

Scott Torrance é o fundador da Flux Insights, uma agência de consultoria de negócios com sede em Dublin especializada em marketing de conteúdo e mídia social. Você pode ler mais sobre a viagem visual de Scott em scottydraws.com.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Jamie Heckler no dia 08 de outubro de 2015. Jamie é Gerente Criativa Senior na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

(31-40) Ferramentas do Twitter para Assessorias de Imprensa

Quarto post, de uma série de 6 publicações: Conheça outras 10 ferramentas do Twitter que ajudam o trabalho de assessorias de imprensa e profissionais de marketing e comunicação.

(31-40) Ferramentas do Twitter para Assessorias de Imprensa

No post anterior, destacamos ferramentas para análises e insights como o Twtrland, que serve para saber de onde são os seus followers, qual sua idade e quais temas eles são mais influentes. Hoje o nosso texto irá abordar ferramentas voltadas para conteúdo. Um dos pontos mais importantes para qualquer profissional de relações públicas que quer fazer seus tweets bombarem.

Se você trabalha com assessoria de imprensa outras áreas da comunicação, provavelmente já conhecerá algumas dessas ferramentas. Mas vale ressaltar a importância de cada uma para suas ações de comunicação.

Ferramentas do Twitter para Encontrar Conteúdo

#31. The Latest#31. The Latest

“Uma lista automática dos melhores e mais recentes links do Twitter”, assim se denomina o The Latest. A plataforma é bem simples e de fácil acesso ao conteúdo listado. Segundo o The Latest, os links são selecionados a partir de um grupo de pessoas interessantes do Twitter e compilados em tempo real. Além disso, os links são automaticamente publicados em seu perfil no microblog.

 

 

 

 

#32. Vellum#32. Vellum

Projeto criado pelo The New York Times’ R&D Lab. Vellum analisa o que seus followings estão twittando e, com essa base, cria uma lista do conteúdo mais popular para você. É uma ótima alternativa para se manter atualizado com as publicações de seus amigos e contatos.

 

 

 

 

 

#33. Twurly#33. Twurly

Se você não tem muito tempo para ficar vasculhando o conteúdo publicado pelos seus quase 2.000 seguidos, o Twurly pode te ajudar. Diariamente essa ferramenta envia por e-mail um resumo com os links mais interessantes e populares da sua newsfeed. Seus problemas em encontrar os melhores tweets acabaram.

 

 

 

 

#34. News.me#34. News.me

Assim como as ferramentas acima, o News.me te ajuda a encontrar conteúdo interessante e usa seus contatos para fazer a melhor seleção para você. A diferença é que essa plataforma permite integrar as contas do Twitter com o Facebook. Tendo assim, um resultado mais integrado.

 

 

 

 

 

#35. BookVibe#35. BookVibe

Bateu aquela vontade de ler um livro sobre negócios e melhorar seu conhecimento sobre determinado assunto? Ou simplesmente quer uma distração, com um bom romance ou uma boa aventura para horas de ócio? O BookVibe procura os títulos de livros twitados por seus seguidores. É uma maneira fácil e rápida para encontrar sugestões de livros interessantes.

 

 

 

Ferramentas do Twitter para Hashtags

#36. Hashtagify.me#36. Hashtagify.me

Você não está conseguindo encontrar a hashtag mais adequada para colocar no seu tweet? Seus problemas acabaram! Hashtagify cria um mapa visual com hashtags relevantes sobre determinado assunto. Facilitando o seu trabalho na hora de escolher as hashtags mais relevantes para a sua publicação. Além disso qualifica os influenciadores segundo as hashtags.

 

 

 

 

#37. Tagboard#37. Tagboard

Qual o sentimento das pessoas por trás de uma hashtag? O Tagboard fornece essa análise. Ótimo recurso para as marcas. Ele também reúne os tweets recentes de uma determinada hashtag. A plataforma integra Twitter, Facebook, Instagram, Google+, Vine e Flickr. Faça o teste coloque uma # com o nome da sua empresa ou dos seus concorrentes.

 

 

 

 

#38. Ritetag#38. Ritetag

“Hashtag do momento, Hashtag com vida longa, Hashtag muito usada, Hashtag não usada recentemente”. Essas são algumas das classificações do Ritetag, para te ajudar a descobrir as hashtags perfeitas para serem usadas de acordo com seu objetivo. Uma ótima plataforma, que além da análise de hashtags, analisa seu tweet por completo e fornece feedbacks sobre ele.

 

 

 

 

#39. Keyhole#39. Keyhole

Ideal para manter o controle de uma grande campanha. O Keyhole mantém todas as menções e métricas da sua hashtag entre outras informações. A parte chata é que o conteúdo grátis é limitado, e para ter acesso a todas as vantagens dessa ferramenta, você deve ser assinante.

 

 

 

 

 

#40. Seen#40. Seen

Muito semelhante a Tagboard, o Seen se destaca pelo seu design e a facilidade de uso. Os resultados aparecem rapidamente e podem ser filtrados por fotos, vídeos, tweets ou tudo junto e misturado. A maior diferença é que o Tagboard fornece a informação sobre o sentimento de uma forma mais clara.

 

 

 

 

Você trabalha em uma assessoria de imprensa ou usa alguma ferramenta do Twitter que pode ser útil para outros profissionais de comunicação e marketing? Deixe a sua dica nos comentários. Na próxima semana publicaremos mais 10 ferramentas do Twitter úteis para assessorias de imprensa.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

6 Ingredientes de uma Receita para Compartilhar Conteúdo

No meu último post, “77 Tipos de Conteúdo para Alimentar sua Audiência”, ofereci dicas de como planejar seu menu de conteúdo para atender o apetite exigente do público. Bem, agora é hora de compartilhar esse conteúdo. Então, acenda o fogo na sua cozinha de conteúdo e vamos cozinhar!

A arte de compartilhar seu conteúdo é semelhante a cozinhar uma boa refeição. Mesmo que tenham várias maneiras de realizar essa tarefa, para garantir um resultado saboroso, alguns ingredientes são mais importantes do que outros. Você precisa combinar ingredientes já testados e, em seguida, continuar fazendo ajustes após cada campanha de conteúdo com base em seus resultados.

O INGREDIENTE MAIS IMPORTANTE…

…a base do seu conteúdo

O objetivo da sua campanha deve conduzir o engajamento do público com uma página de destino principal (landing page), onde os novos prospects sejam convertidos em leads, leads em clientes, e os clientes em “nutridos” defensores da marca. Todos os outros ingredientes para compartilhamento de conteúdo da receita devem se apoiar neste objetivo.

Direcione o tráfego de buscas e outros canais para geração de leads e conteúdo autentico em canais digitais da sua marca, como o site da sua empresa, blog ou microsites de marca.

INGREDIENTES BÁSICOS…

…distribuição & canais para publicação

Testado e comprovado, estes métodos de compartilhamento de conteúdo podem realmente começar o trabalho que é feito na maioria das campanhas. Você provavelmente vai querer usar um ou mais deles para gerar awareness e expandir sua audiência.

Amplie o alcance do seu conteúdo, vá além dos assinantes do seu blog, feeds de e-mail e newsletters. Envie um press release para atrair a atenção de influenciadores e compartilhe o seu conteúdo através de uma rede de sites onde ele pode ser encontrado pelo público antes desconhecido por sua marca.

Impulsione: Adicione o SocialPost ao seu press release para aumentar suas impressões no Twitter.

UMA PITADA DE SAL…

…social media

As mídias sociais são uma obrigação em toda receita para compartilhar conteúdo, mas tome cuidado para não sobrecarregar seus feeds com um monte de promoções de marca. Lembre-se, o seu principal objetivo dos canais sociais da sua marca é cultivar um relacionamento com seus seguidores, oferecendo uma variedade de conteúdo útil e insights para o mercado.

Classificar mensagens sociais com hashtags pertinentes participar de conversas e ser encontrado nas buscas relacionadas. Não se esqueça de usar links rastreáveis, com ferramentas como o bit.ly, para medir o impacto de seus esforços.

Impusione: Use o agendamento nas mídias sociais com ferramentas como Buffer, HootSuite, CoSchedule, Ocktopost, etc, para otimizar sua distribuição de mídia social.

6 Ingredientes de uma Receita para Compartilhar Conteúdo

MOLHO ESPECIAL…

…descoberta de conteúdo digital

Faça seu conteúdo ser encontrado na navegação do público. Coloque links para seu conteúdo em plataformas de social bookmarking ou use ferramentas pagas de descoberta de conteúdo para direcionar awareness. Construa coleções de história digitais, revistas ou jornais em plataformas de terceiros para alcançar novos públicos.

Impulsione: Use ferramentas como Snip.ly para adicionar calls to action para curadoria de conteúdo de terceiros que você pode incluir em suas publicações digitais.

SABOR LOCAL…

…envolvimento da comunidade

Responda perguntas em fóruns gerais, participar de conversas relacionados em comunidades on-line específicas do seu mercado, ou publique comentários na mídia, fornecendo um link para o seu conteúdo como uma oferta de informações adicionais.

Impusione: Configure o Google Alerts ou notificações IFTTT para mantê-lo ciente de questões no Reddit, Quora, etc. que podem ser respondidas pelo seu conteúdo.

UM TOQUE INESPERADO…

…surpreenda com um pensamento fora da caixa

Ganhe a atenção com uma abordagem mais criativa. Adicione links para seu conteúdo em assinaturas de e-mail e “cerque” seu público com páginas de suas plataformas sociais.

Às vezes, um método de compartilhamento de conteúdo pode ser usado para amplificar outro – Seu Instagram ganhou pode ganhar a cobertura da mídia, enviar press release para promover um post de blog, etc. As possibilidades aqui são infinitas, seja criativo!

MELHORE O PALADAR…

…veja os resultados e ajuste de acordo com isso

Como acontece com qualquer grande receita, é preciso prová-la como e incorporar o feedback de seus clientes. Tome nota dos canais que geraram mais tráfego e conversões de leads. Determine quais foram os melhores para gerar awareness e ampliar o conhecimento do seu público. Incorporar essas percepções quando pensar onde compartilhar sua próxima peça de conteúdo para produzir um resultado ainda mais delicioso!

Aprenda a desenvolver uma estratégia completa de monitoramento de marca, baixando nosso guia Monitoring Your Brand Across the Web. E para obter mais informações sobre os diferentes ingredientes em uma receita de compartilhamento de conteúdo, consulte nosso companheiro SlideShare acima.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Jamie Heckler no dia 25 de junho de 2015. Jamie é Gerente de Criativo Senior na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Por que o público é chave para o sucesso do seu blog?

Atualmente, os blogs são extremamente diferentes do que eram antes.

Em meados dos anos 90, os jornais online surgiram a partir de grupos de discussão, trazendo escritores de forma mais estruturada para revistas com suas opiniões pessoais e atividades. Graças à introdução de ferramentas como o LiveJournal, Blogger e WordPress, os blogs explodiram na popularidade no início dos anos 2000. Agora, milhões de postagens em blog são publicadas a cada dia.  Embora a maioria dos blogueiros ainda se comuniquem através de textos escritos, você também encontrará outros que usem vídeos, fotos ou áudio para contar suas histórias. Blogs com mais de um autor, micro blogs, nicho de blogs e blogs de marcas também vem ganhando popularidade.  Com todas estas mudanças acontecendo de maneira onipresente, alguns críticos afirmam que a prática do “Blog” está morrendo.    Os Blogs continuam se expandindo e mantendo seu valor.  "Os Blogs criam relações", diz Monina Wagner (@moninaw), Community Manager no Content Marketing Institute e dona do Blog 37º and Sunny. "Quando você sempre fornece ao seu público, ou aos seus clientes, algo de valor, eles começam a confiar em você, estabelecendo-o não apenas como uma marca de empatia, mas também como um líder da indústria."  É por isso que você deve ter o foco em sua audiência ao considerar mudanças que seu Blog irá enfrentar.  "Acho que as maiores mudanças não provem do próprio blog, mas sim, em como o público interage com o mesmo", continua Wagner. "Há o constante surgimento de outros canais que disputam a atenção de seu público. Blogs e marcas estão se comunicando com seus consumidores, mas os consumidores têm muitas outras coisas ao redor deles. A web já está saturada com palavras, imagens e vídeos. Para se destacarem na multidão, os blogueiros - pessoas físicas e marcas - precisam apresentar um conteúdo de qualidade ".  Além da qualidade de suas mensagens, os blogueiros também precisam olhar além de sua plataforma e integrar estes canais "concorrentes" em sua estratégia.  "Não é mais suficiente ter apenas um blog", diz Alicia Hansen (@poiseinparma), chapter organizer na Ohio Blogging Association em Cleveland e dona do Blog Poise in Parma. "Para chamar a atenção de seus leitores, você tem que, 1º saber onde eles estão conectados regularmente (Facebook, Twitter, Instagram, e entre outros) e 2º, focar neste ponto onde os leitores estão mais conectados e começar por lá. Como um aperitivo bem preparado para o prato principal, deixe isso como força para seu blog ".   Para crescer, os blogueiros devem aprender a jogar este longo jogo. Assim como isso já mudou antes, “blogar” vai continuar a evoluir. Como os gerenciadores de conteúdo podem se preparar para o futuro?  "Evolução é um processo de tentativas e erros. Você não pode ter medo de realizar cada ideia maluca que você tenha porque pelo menos uma delas vai dar certo, eventualmente, e a mesma te levará para o sucesso ", diz Hansen.  "Neste processo, mantenha seus olhos e ouvidos abertos. Veja os feeds que o inspiram. Leia os blogs que estão fazendo isso "corretamente" em sua área. Você não tem que cometer os erros, mas sim, aprender com erros anteriores e em torno de você ".   http://www.prnewswire.com/blog/why-audience-is-key-to-your-blogging-success-12353.html    Texto original escrito por Amanda Hicken no Blog Beyond PR, no dia 26 de março de 2015.   Traduzido e adaptado por Caroline Malgueiro, Pesquisadora de Mídia PR Newswire

Em meados dos anos 90, os jornais online surgiram a partir de grupos de discussão, trazendo escritores de forma mais estruturada para revistas com suas opiniões pessoais e atividades. Graças à introdução de ferramentas como o LiveJournal, Blogger e WordPress, os blogs explodiram na popularidade no início dos anos 2000. Agora, milhões de postagens em blog são publicadas a cada dia.

Embora a maioria dos blogueiros ainda se comunique através de textos escritos, você também encontrará outros que usam vídeos, fotos ou áudio para contar suas histórias. Diversidade de autores, micro blogs e foco no nicho ou nas marcas também vem ganhando popularidade.

Com todas estas mudanças acontecendo de maneira onipresente, alguns críticos afirmam que a prática está morrendo.

Os blogs continuam se expandindo e mantendo seu valor.

“Os blogs criam relações”, diz Monina Wagner (@moninaw), Community Manager no Content Marketing Institute e dona do 37º and Sunny. “Quando você sempre fornece ao seu público, ou aos seus clientes, algo de valor, eles começam a confiar em você, estabelecendo-o não apenas como uma marca de empatia, mas também como um líder da indústria.”

É por isso que você deve ter o foco em sua audiência ao considerar mudanças que serão enfrentadas.

“Acho que as maiores mudanças não provem do próprio blog, mas sim, em como o público interage com o mesmo”, continua Wagner. “Há o constante surgimento de outros canais que disputam a atenção de seu público. blogs e marcas estão se comunicando com seus consumidores, mas os consumidores têm muitas outras coisas ao redor deles. A web já está saturada com palavras, imagens e vídeos. Para se destacarem na multidão, os blogueiros – pessoas físicas e marcas – precisam apresentar um conteúdo de qualidade “.

Além da qualidade de suas mensagens, os blogueiros também precisam olhar além de sua plataforma e integrar estes canais “concorrentes” em sua estratégia.

“Não é mais suficiente ter apenas um blog”, diz Alicia Hansen (@poiseinparma), chapter organizer na Ohio Blogging Association em Cleveland e dona do blog Poise in Parma. “Para chamar a atenção de seus leitores, você tem que, 1º saber onde eles estão conectados regularmente (Facebook, Twitter, Instagram, e entre outros) e 2º, focar neste ponto onde os leitores estão mais conectados e começar por lá. Como um aperitivo bem preparado para o prato principal, deixe isso como força seu conteúdo “.

Para crescer, os blogueiros devem aprender a jogar este longo jogo. Assim como isso já mudou antes, “blogar” vai continuar a evoluir. Como os gerenciadores de conteúdo podem se preparar para o futuro?

“Evolução é um processo de tentativas e erros. Você não pode ter medo de realizar cada ideia maluca que você tenha porque pelo menos uma delas vai dar certo, eventualmente, e a mesma te levará para o sucesso “, diz Hansen.

“Neste processo, mantenha seus olhos e ouvidos abertos. Veja os feeds que o inspiram. Leia os blogs que estão fazendo isso “corretamente” em sua área. Você não tem que cometer os erros, mas sim, aprender com erros anteriores e em torno de você “.

 

 

 

Texto original escrito por Amanda Hicken no Blog Beyond PR, no dia 26 de março de 2015.

 

Traduzido e adaptado por Caroline Malgueiro, Pesquisadora de Mídia

PR Newswire

“Layout”, uma inovação para os “Instagramers”

O Instagram está sempre inovando com o intuito de manter seus usuários sempre interessados na rede social, e no dia 23 de março lançou mais uma ferramenta para que os “Instagrammers” continuem usando a criatividade com os mais variados tipos de posts. O “Layout”, é o novo aplicativo que permite múltiplas fotos em uma única imagem de maneira fácil e rápida. Segundo matéria do ADNews, após abrir o aplicativo, o usuário verá imediatamente um exemplo de como utilizar o novo recurso. O Layout permite arrastar as fotos, reordená-las, ajustar de tamanho e desenvolver montagens que os usuários adoram criar. Temporariamente, o app está disponível apenas para iOS. Porém, segundo o próprio Instagram, a ferramenta será disponibilizada para Android nos próximos meses.

O Instagram está sempre inovando, com o intuito de manter seus usuários constantemente interessados na rede social. No dia 23 de março, foi lançada mais uma ferramenta para que os “Instagramers” continuem usando a criatividade com os mais variados tipos de posts.

O “Layout”, é o novo aplicativo que permite múltiplas fotos em uma única imagem de maneira fácil e rápida. Segundo matéria do ADNews, após abrir o aplicativo,um tutorial será imediatamente exibido, juntamente com um exemplo de como utilizar o novo recurso. O Layout permite arrastar as fotos, reordená-las, ajustar de tamanho e desenvolver montagens que estão em alta dentro dos posts da mídia social.

Temporariamente, o app está disponível apenas para iOS. Porém, segundo o Instagram, a ferramenta será disponibilizada para Android nos próximos meses.

Por Bruno Sutero, Coordenador de Banco de Dados

PR Newswire