8 Dicas de Presente de Natal para Jornalistas e Blogueiros

O que jornalistas, blogueiros e storytellers realmente querem de Natal?

8 Dicas de Presente de Natal para Jornalistas e Blogueiros

Além de algum tempinho para descansar, extremamente necessário – e a caixa de entrada de e-mail vazia – eles estão desejando alguns dos mais novos gadgets para ajudá-los em seu trabalho no novo ano.

Então, para você, consumidor de última hora que luta para encontrar o presente perfeito, nós selecionamos alguns dos melhores gadgets para os mitos da imprensa e storytellers, que devem ser colocados em sua lista de presentes. Seja para seu blogueiro amigo ou parente futurista, estas ferramentas podem ser o empurrãozinho que eles precisam para inspirar seu influenciador interior.

Não se preocupe se o seu presente chegar um pouco atrasado. Essas pessoas entendem a luta para cumprir um prazo.

Presente 1. Para o jornalista em tempo real

Na era da FOMO (fear of missing out), jornalistas e repórteres cidadãos estão se voltando para aplicativos móveis livestreaming, como Periscope e Snapchat, para compartilhar a notícia instantaneamente e sem filtro.

O desafio da transmissão do jornalismo de rua é fazer um vídeo estável com credibilidade. Para manter o livestreamer em sua vida e no topo do jogo, há uma série de ferramentas que podem ajudar.

Um pau de self (selfie stick) ou tripé é prático e permite melhor visibilidade e maior variedade ângulos. Um microfone de mão, como o iRig Mic, também contribui para um som melhor.

Presente 2. Para o repórter investigativo

Para um jornalista digital, a vontade de contar histórias é equilibrada pela necessidade e conveniência. Mas exatidão continua a ser importante, também.

Graças à tecnologia, os jornalistas não precisam ser colocados em situação embaraçosa apenas para descobrir que eles não têm tempo para voltar para a redação ou que a sua fonte não vai desistir de fornecer a documentação.

Um scanner portátil acessível pode ler e armazenar imagens de documentos em seus aparelhos em apenas alguns segundos. E para garantir que eles fiquem conectados ao seguir uma história, uma bateria reserva também é um ótimo presente.

Presente 3. Para o blogueiro em ascensão

O blogueiro se transformou em uma personalidade, e é muito mais reconhecido.

Para ganhar credibilidade, tráfego e compartilhamentos, um conteúdo diferenciado, consistente e com imagens de qualidade são uma obrigação – não apenas para o seu blog, mas para que eles possam diversificar em seus canais sociais.

Para o blogueiro emergentes ou experiente, uma nova câmera como a Nikon 1 J5 com tela selfie-ready poderia ajudá-los a dar nova energia e valorizar seu trabalho. Caso a eficiência seja a preocupação, tente presenteá-lo com um programa de reconhecimento de voz. O Dragon permitir que blogueiros falem suas ideias e as converte em posts via ditado.

Presente 4. Para o futuro futurista

Embora (ainda) não tenhamos nossos “skates voadores” para trabalhar, o jornalismo drone e storytelling com realidade virtual não estão em um futuro muito distante. Estes programas emergentes fizeram grandes avanços em 2015, fazendo a ponte entre os leitores e conteúdo mais imersivo e uma experiência de notícia mais emocional.

Para aqueles que querem se familiarizar com o futuro do storytelling, um fone de ouvido VR wearable – como o P2 da DodoCase ou engrenagem VR por Oculus – podem ajudar. Enquanto uma câmera 360° permite aos usuários obter mais mãos com fotografias esféricas.

Para os interessados em drones, um vídeo flyer como o Parrot AR.Drone 2.0 Elite Edition ou o mais econômico QuadForce Vídeo Drone pode ajudar os usuários a aprimorar suas habilidades com a próxima grande ferramenta do jornalismo.

Presente 5. Para potenciais influenciadores

Hoje escritores influentes, muitas vezes estendem seus esforços para além escrita e criam o seu próprio negócio on-line ou marca.

Mas, não é uma tarefa fácil. Para ser verdadeiramente bem-sucedido, o aspirante a influenciador deve se armar com os elementos da escola de negócios – para ser sustentável, conhecer suas forças, e ao mesmo tempo rentabiliza de forma adequada o seu conhecimento.

Para alguém que pensa em assumir este papel de auto-gestão, um e-workshop pode ser um bom presente de boas-vindas. O The Infopreneur Ninja por Regina de Anaejionu é uma ótima opção premium. Ou você pode optar pela mais barata 4 Part Empreendedor Cocktail por Hilary Rushford da Dean Street Society.

Presente 6. Para o fotógrafo mobile

A fotografia progrediu radicalmente desde os seus primórdios brutos e de processos químicos complicados.

Hoje, a demanda supera a qualidade para atender às mudanças na forma como as pessoas consomem e compartilham notícias. Isso significa que os fotógrafos devem estar prontos a qualquer momento para focar, disparar e fazer o upload de uma imagem em uma cena.

Felizmente, existem toneladas de aplicativos móveis e suplementos que tornam a captura de fotos em telefones celulares mais atraente. A Mini Pro Photo Lens Kit ou uma lente zoom e tripé para iPhone são opções de presente sólidas para fotógrafos amantes de DSLR que querem manter um mini estúdio em seu bolso.

Presente 7. Para escutar

Hoje, muitos jornalistas e blogueiros vão de entrevistas em entrevistas ou de eventos em eventos.

Se eles estão no carro ou em um trem, ouvir alguém pode ser uma grande distração ou – melhor – a inspiração perfeita, especialmente se estiver lendo algo para quando se sentem intimidados.

Se você cansado ao viajar, uma assinatura de audible.com pode te surpreender. Membros tem acesso a um áudio livro por mês, e mais 30% de desconto para livros adicionais. Perfeito para ouvir na estrada, e entre os seus podcasts favoritos.

Presente 8. Para autores aspirantes

Com a auto publicação em sites como o Kindle e o CreateSpace, publicar não é o maior objetivo.

Mas os passos para planejar e traçar um romance praticamente permanecem os mesmos. Para romancistas de primeira viagem e os escritores mais experientes, ter ideias e construir histórias são fundamentais para ultrapassar o bloqueio de escritores.

Softwares como Scrivener podem ajudar em meio aos seus primeiros esboços. Para aqueles que gostam de colocar a caneta no papel, o Evernote Smart Notebook é uma opção divertida que permite o envio digital de qualquer nota manuscrita ou desenho.

Texto traduzido do post escrito por Anna Jasinski no Blog Beyond Bylines, no dia 11 de dezembro de 2015. Anna é Gerente de Relacionamento com Audiências na PR Newswire.

 

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios

A tecnologia que vestimos e o mundo fitness

Pulseiras, calçados e roupas não serão mais os mesmos no mundo fitness, que atualmente está muito além das dietas, exercícios e comidas orgânicas. Uma das tendências dos praticantes de musculação, corrida e esportes individuais são os dispositivos wearables, que proporcionam comodidade e fácil mobilidade para o público esportivo. As empresas especializadas em criação de gadgets estão em uma corrida “corpo a corpo” para concretizar a fidelização e o engajamento dos clientes. A última a lançar um wearable foi a Microsoft, que lançou a Microsoft Band. Segundo o IT Channel, o aparelho é “como uma ponte entre um smartwatch e uma pulseira fitness desenvolvida a pensar nas atividades ao ar livre.” A novidade da Microsoft, disponível temporariamente apenas nos Estados Unidos, verifica funções fisiológicas como: frequência cardíaca, quantidade de calorias queimadas, qualidade da sua noite de sono, dentre muitas outras, além de lembranças de boa conduta para manutenção da saúde, apesar da necessidade de conexão com os demais aplicativos de Microsoft. O mercado de wearables está em alta no Brasil, e isso o torna um investimento bastante rentável na área. Segundo o Mundo Marketing, o segmento foi responsável por movimentar US$ 9 bilhões em 2014 e a expectativa para os próximos três anos (até 2018) é que essa marca salte para R$ 30 bilhões, de acordo com levantamento feito pelo banco Credit Suisse.

Pulseiras, calçados e roupas não serão mais os mesmos no mundo fitness, que atualmente está muito além das dietas, exercícios e comidas orgânicas. Uma das tendências dos praticantes de musculação, corrida e esportes individuais são os dispositivos wearables, que proporcionam comodidade e fácil mobilidade para o público esportivo.

As empresas especializadas em criação de gadgets estão em uma corrida “corpo a corpo” para concretizar a fidelização e o engajamento dos clientes. A última a lançar um wearable foi a Microsoft, o Microsoft Band. Segundo o IT Channel, o aparelho é “como uma ponte entre um smartwatch e uma pulseira fitness desenvolvida pensando nas atividades ao ar livre.” A novidade da Microsoft, disponível temporariamente apenas nos Estados Unidos, verifica funções fisiológicas como: frequência cardíaca, quantidade de calorias queimadas, qualidade da sua noite de sono, dentre muitas outras, além de lembranças de boa conduta para manutenção da saúde, apesar da necessidade de conexão com os demais aplicativos da Microsoft.

O mercado de wearables está em alta no Brasil, e isso o torna um investimento bastante rentável na área. Segundo o Mundo Marketing, o segmento foi responsável por movimentar US$ 9 bilhões em 2014, de acordo com levantamento feito pelo banco Credit Suisse, e a expectativa para os próximos três anos (até 2018) é que essa marca salte para R$ 30 bilhões.

Por Bruno Sutero, Coordenador de Banco de Dados

PR Newswire

A extensão do Chrome para buscas por voz

Já disponível para os dispositivos móveis e também para gadgets de “wearable technologie“, a busca por voz está cada vez mais presente em nossas vidas. 

 Essa tecnologia tem como objetivo proporcionar mais comodidade e facilitar a experiência dos usuários, já que muitas vezes estamos com nossas mãos ocupadas para digitar.

O Google, no final do mês passado, disponibilizou a versão Beta da extensão Google Voice Search Hotword. Que permite aos internautas, de desktops ou laptops, pesquisarem informações na internet sem digitar nenhuma palavra. A extensão do Chrome para buscar por voz

 

“Ok Google” 

Assim como no Google Glass, basta o usuário dizer duas palavras para habilitar a função de pesquisa por voz do buscador. Para isso é necessário baixar a extensão do Google Voice Search Hotword disponível no Chrome Web Store. E também ter um microfone acoplado no seu desktop ou laptop para que funcione.

  1. Após instalação, vá até o buscador do Google usando o Chrome como navegador.
  2. Diga as palavras “Ok Google” para habilitar a busca por voz.
  3. Em seguida faça sua pergunta ou diga as palavras para sua busca.

Com a tendência da “tecnologia de vestir” e dos dispositivos proporcionarem mais facilidade e comodidade aos usuários, nos próximos anos outros equipamentos domésticos terão acesso de voz como uma opção.

E você o que achou dessa novidade do Google? Será útil para seu dia-a-dia? Leia também o nosso post sobre  A Era Digital e o futuro dos livros de papel.

Por Victor Melo, Assistente de Comunicação e Marketing
PR Newswire

Pesquisa aponta os 7 Mandamentos da Boa Convivência Online

Uma pesquisa recente realizada pela empresa de mobile marketing Pontomobi, em parceria com a agência de publicidade JWT apontou as principais atitudes que causam irritação relacionadas ao ambiente online e listou os “7 mandamentos” da boa convivência quando o assunto é o consumidor móvel no país.

Fonte da Imagem: inc.com

Fonte da Imagem: inc.com

Veja abaixo os “7 mandamentos” da boa convivência online apontados pela enquete:

1. Observarás se o momento é apropriado
2. Frearás o impulso de bombardear o outro
3. Serás mais criterioso ao compartilhar a informação
4. Controlarás tua ansiedade
5. Não tomarás o espaço alheio em vão
6. Não deixarás que o outro se sinta ignorado
7. Honrarás a tua timeline

A pesquisa indicou, muito mais que pontos ligados à mobilidade, sinais de mudança de comportamento social provocadas pelo uso de gadgets. Com isso, os mandamentos foram estruturados com base em atitudes que, ao serem tomadas, podem melhorar a convivência no universo online e offline.

Diferente de pesquisas quantitativas, a enquete se baseou em conversas de campo com mais de 350 pessoas e levou 5 meses para ser concluídas. Os vídeos e os resultados da pesquisa estão disponíveis no site do projeto On The Go.

*Com informações do Portal G1

Por Camila Conte, Gerente de Relacionamento com a Midia
PR Newswire