Press Release – Como Escrever Títulos Curtos e Atraentes

Press Release – Como Escrever Títulos Curtos e Atraentes

Escrever um título de press release que seja conciso e informativo não é fácil. Pode ser tentador descrever toda a sua mensagem nesse espaço, mas títulos muito longos podem sobrecarregar os leitores e comprometer o interesse do público.

Se o seu título não prender a atenção do seu público, seu press release não será lido.

Títulos curtos são melhores por algumas razões: Mais fáceis de entender quando aparecem no feed de notícias e pré-formatados para dispositivos móveis.

Além disso, quanto mais curto o título, melhor as chances de seu press release ser compartilhado e lido por inteiro pelo público. Nosso SlideShare How to Write Press Releases aponta duas regras básicas para o tamanho de títulos:

  • Mantenha-o até 110 caracteres para que seja facilmente compartilhado.
  • Inclua as informações mais importantes nos primeiros 65 caracteres (incluindo espaços), é o tamanho aproximado para a indexação/exibição no Google.

Isto pode parecer simples, mas o título pode dobrar de comprimento ao tentar acompanhar diretrizes de marca. Como incluir nomes de empresas, produtos e outras informações.

A próxima vez que você escrever um comunicado à imprensa, considere estas cinco dicas e exemplos para manter o seu título curto e atraente.

1. Utilize subtítulos. 

Títulos longos e complicados são difíceis de entender, e sua mensagem pode se perder entre os leitores se tiver muitos detalhes. Concentre-se em ser sucinto e utilizar subtítulos para fornecer mais informações e contexto.

Título Antes: XYZ Corporation, uma empresa de tecnologia, parceira da marca ABC, líder em produtos eletrônicos, se unem na ConsumerTech 2016 para lançar fones de ouvido wifi

Título Depois: XYZ Corp e a Marca ABC lançam Fones de Ouvido Wifi

Novo Subtítulo: Visite o estande #720 da XYZ na ConsumerTech 2016

O leitor ainda vê os pontos principais da história com menos palavras e em linguagem concisa.

The Buyer 2.0 Content Strategy Checklist

2. Evite palavras que não sejam essenciais.

Releia e corte todas as palavras que puder em seu título, como adjetivos, artigos ou até mesmo partes inteiras. Substitua conjunções por pontuação, dessa forma seu público ainda pode ver o título e entender seu significado.

Título Antes: Empresa XYZ compartilha os melhores destino de viagem para família no verão e dicas para viajar com crianças

Título Depois: Os melhores destinos de verão para famílias

Novo Subtítulo: XYZ compartilha dicas para viajar com crianças

Eliminar aquilo que é desnecessário reduz a desordem. Se o texto estivesse em inglês, por exemplo, a palavra “children” poderia ser substituída por “kids”.

3. Diminua o tamanho das palavras.

Substitua palavras por abreviações conhecidas (Corp. para Corporation), siglas (etc para etcetera, IPO para Oferta Pública Inicial), números (trezentos por 300) e símbolos ($,%, etc.), podem economizar caracteres preciosos e ainda transmitir com clareza a mensagem.

Título Antes: Os dez melhores lugares para comer por menos de dez dólares em Los Angeles de acordo com a Empresa XYZ

Título Depois: XYZ Corp: 10 melhores restaurantes por menos de US$ 10 em LA

Tenha em mente que muitas siglas e abreviações no mesmo título podem causar confusão. Use-as onde for mais apropriado e veja se elas serão compreendidas facilmente.

4. Minimize o exagero.

Os motores de busca favorecem o “human-friendly content” que usa a linguagem natural com o mínimo de jargões. Evite colocar muitas palavras-chave em seu título ou expressões e termos de mercado. Não seja muito vago para as pessoas fora do seu público-alvo.

Título Antes: Social Media é mamão com açúcar para proprietários de PMEs que usam a Plataforma de Marketing da XYZ

Título Depois: Pequenas empresas: XYZ oferece ferramentas para Mídia Social

5. Faça testes. Use o que funciona.

Tente variar as informações em qualidade e quantidade em seus títulos de press release. Por exemplo, se você está escrevendo para um público segmentado, use termos e linguagem desse mercado para tentar gerar engajamento. Analise seus relatórios de distribuição e veja quais títulos geraram mais interesse do seu público. Em seguida, ajuste os próximos de acordo com os seus objetivos.

Conte cada letra para diminuir o tamanho do seu título. Se você quer conectar leitores à história do seu press release, é preciso dar uma boa razão para eles clicarem.

Baixe o The Buyer 2.0 Content Strategy Checklist para mais dicas que o ajudarão a escrever e distribuir conteúdo que conecta seu público.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Erica Crist no dia 14 de julho de 2016. Erica é Senior Customer Content Specialist na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios

Benefícios do Widget da PR Newswire para Sites e Blogs

Benefícios do Widget da PR Newswire para seu Site Blog

Um Widget é um aplicativo independente para administradores de sites incorporarem em uma página web para executar alguma tarefa específica. Você provavelmente já viu o Widget do Twitter, oferecendo uma miniatura do feed de notícias publicado em algum lugar na coluna do lado direito de um blog ou site de notícia.

A PR Newswire também possui seu próprio Widget. Onde oferecemos uma mini visualização do feed de notícias segmentadas da PR Newswire, que garante que os press releases que aparecem no Widget estejam alinhados cm o resto do conteúdo do site/blog – ou mesmo com o conteúdo de uma página web em particular.

Fonte de Conteúdo Relevante, Segmentado e Automático: Por que não gostar?

Os parceiros da PR Newswire (aqueles que instalam nossos Widgets de notícias) aproveitam o conteúdo automatizado como uma fonte livre e atual de informação, relevante para os seus leitores. Ao mesmo tempo, os parceiros de mídia da PR Newswire ajudam a divulgar as notícias e press releases de nossos clientes para um público maior, ampliando o alcance de suas notícias.

É fácil para um site corporativo se tornar estático e nem todos têm tempo e recursos para produzir um fluxo constante de conteúdo original dia após dia ou mesmo semanalmente. Um Widget pode ajudar a melhorar a homepage com conteúdo atual e lançado em tempo real.

O parceiro de mídia da PR Newswire, MasheadOnline.com recentemente escolheu o Widget de notícias da PR Newswire – CNW para o seu blog de Gadgets. Martin Seto sugere que os Widgets “podem ajudar as pequenas publicações online a competir contra a vantagem competitiva dos anúncios da comunidade de tecnologia através de conteúdo gratuito”.

Uma vez incorporado em uma página do site e configurado de acordo com as necessidades do parceiro de mídia, os Widgets newsfeed são atualizados automaticamente e operaram de forma independente do resto do site.

Leitor Engajado, Entretido e (o mais importante…) no seu site

Na maioria dos casos, o conteúdo automatizado fornecido por um feed RSS ou ao vivo vai redirecionar os usuários para longe, em sites de terceiros.

No caso do nosso Widget, quando um visitante clica em um título de press release, abrirá uma nova página no mesmo local – para que os leitores não sejam redirecionados para o site da PR Newswire ou para qualquer outro site. O conteúdo permanece ali mesmo, nos sites de nossos parceiros de mídia, ajudando a manter sua audiência. A página de exibição do press release também oferece locais para que os parceiros postem anúncios ou outras informações essenciais para receita ou outros objetivos do site.

Se o seu site consegue manter os visitantes engajados o suficiente para clicarem em algum momento, essa atividade pode realmente aumentar seu page ranking em buscadores como o Google.

The-Six-Questions-to-Ask-BEFORE-You-Send-a-News-Release

Como você preferir: Opções de Conteúdo e Estilo para o seu Site

O Widget de notícias da PR Newswire é o único com sua capacidade de personalização. Os parceiros de mídia podem filtrar o conteúdo de acordo com:

  • Língua
  • Localização
  • Mercado e Setor
  • Tema ou assunto
  • Nome da empresa

Em outras palavras, você pode instalar um Widget que ofereça apenas os seus próprios press releases, ou os de todo o mercado, mas NÃO notícias de seus concorrentes, ou tudo menos as notícias do maior patrocinador de seu concorrente. Sites podem ser lugares muito políticos. Nós sabemos disso.

Uma vez configurado e instalado, as atualizações do Widgets são automáticas e os press releases certos cruzam o sistema wire.

Quando se trata de design, o Widget de notícias de PR Newswire, pode ser criado para combinar com o estilo do site de nossos parceiros de mídia, aderindo às fontes e cores da página existente, se preferir. Abaixo estão exemplos de aplicações do feed de notícias corporativas adaptados aos estilos dos sites dos parceiros da PR Newswire:

YAHOO! FINANÇAS

Yahoo Widget PR Newswire

EXAME.COM

Exame.com Widget PR Newswire

UOL NEGÓCIOS

UOL Widget PR Newswire

Seja Parceiro de Mídia da PR Newswire

Entre nossos parceiros de mídia temos grandes empresas de mídia consagradas, como Agência Estado, Yahoo!, UOL, Agência O Globo, Exame, Portal Imprensa e Webmotors. Nós também estamos animados para sermos adicionados em outros sites influentes.

Se você representa um meio de comunicação de notícias ou tem o direito para publicação de um blog ou website e gostaria de se tornar um Parceiro de Mídia da PR Newswire, por favor, entre em contato conosco, envie um e-mail para mediapt@prnewswire.com.br. Nossa equipe irá orientá-lo através de todas as etapas necessárias para instalar e configurar o seu Widget de notícias da PR Newswire.

Você já usou um widget antes? Diga o que achou nos comentários abaixo.

Texto traduzido do post escrito por Nadine Tousignant no Blog Beyond Wire, no dia 02 de maio de 2016. Nadine é Gerente de Relacionamento com a Mídia e Audiências na CNW subsidiária canadense da PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Curadoria: Conteúdo para uma Presença Social Consistente

Mesmo para o mais experiente profissional de social media, há dias em que a gestão da presença social de uma marca pode ser assustadora.

Curadoria: Conteúdo para uma Presença Social Consistente

Não é suficiente apenas incluir mídia social na sua estratégia de marketing e selecionar algumas plataformas para colocá-la em prática. Dia após dia, você tem que carregar – e descarregar – seus cofres de mídia social com conteúdo novo,  útil e sob medida para as necessidades de cada plataforma.

Você poderia criar conteúdo original suficiente para encher sua agenda social, de um dia inteiro, todos os dias? Provavelmente não.

Felizmente, há uma solução simples.

Curadoria de conteúdo envolve a busca criteriosa de conteúdo de terceiros por toda a web e compartilhá-lo com seus seguidores.

Por que fazer a curadoria de conteúdo?

Embora a frequência varie de canal para canal, o sucesso da mídia social depende de manter uma regularidade de posts diários. Por exemplo, entre as 3 principais, a PR Newswire tende a publicar entre 1-2 publicações no LinkedIn, 3-4 posts no Facebook e 8-10 tweets por dia.

Incluindo a curadoria conteúdo em sua programação diária ajuda a estabelecer essa consistência. Seus seguidores atuais – e futuros – começarão a notar um padrão em suas mensagens e antecipar mais conteúdo de você.

Além disso, a maioria das plataformas sociais incentivam o compartilhamento. Apostar apenas em seu próprio conteúdo não é recomendado.

Você deve (estrategicamente) selecionar conteúdo de terceiros que complementa a voz da sua marca e reforce sua estratégia de marketing. Publicar conteúdo que seu público pode achar valioso, ajuda a construir confiança e fazer os leitores mais receptivo para o conteúdo próprio da sua marca.

Além disso, você pode manter sua posição de líder de pensamento em uma determinada área pela curadoria especificamente de artigos de terceiros, que você pode se conectar ao trabalho feito por sua marca.

Curadoria: Conteúdo para uma Presença Social Consistente

Onde você deve fazer curadoria de conteúdo?

Ok, então agora que já vimos o “porquê”, onde você deve olhar para compartilhar conteúdo?

Como alguém que faz isso todos os dias, o meu feed de notícias no Twitter é preenchido por agências de notícias e profissionais que compartilham os mesmos interesses que eu.

Estou sempre monitorando o que é tendência no Twitter e outras plataformas sociais. Eu olho especificamente dentro do meu mercado, mas também vejo as hashtags mais populares no mundo, os trending topics e os assuntos mais atuais do dia.

Você quer mergulhar nas conversas de um assunto específico. O rastreamento manual é cansativo, considere o uso de uma ferramenta de monitoramento de mídia social para concentrar seus interesses em um só lugar.

Depois de eu encontrar um tópico interessante nas mídias sociais, eu faço uma busca no Google para e clico na aba Notícias.

Você também pode tirar proveito dos alertas do Google ou do bookmarking de algumas publicações como Feedly e deixá-los fazer um pouco do trabalho para você.

Como fazer a curadoria de conteúdo?

Depois de encontrar o conteúdo que você sente que irá beneficiar e melhorar a mensagem que sua marca está projetando, fornecendo informações valiosas para a sua comunidade, é hora de publicá-lo.

Quando se trata de curadoria, a regra nº 1 é: Não se esqueça de dar o devido reconhecimento. Curadoria de conteúdo compartilhar o trabalho de outra pessoa, por isso deve ser dado o crédito.

Além do reconhecimento, a forma como você compartilha seu conteúdo vai depender de cada plataforma de mídia social. No Twitter, você pode tirar proveito e brincar com os 140 caracteres, o mesmo não vale para o ambiente profissional do LinkedIn.

Aqui estão algumas considerações para cada uma das “Big 3”:

  • Facebook: O tamanho ideal de um post é de 40 caracteres. Isto pode ser difícil, mas é fato. Sem mais, visualize seu post e certifique-se que é visualmente atraente, evitando “palavras viúvas”. Quando se trata de dar o devido reconhecimento pelo conteúdo de terceiros, a pré-visualização do artigo já diz tudo, fornecendo o título original, legenda curta e quem o originou.
  • LinkedIn: O compartilhamento de conteúdo no LinkedIn, o tamanho recomendado é de 70 caracteres. Mais uma vez curto, doce e ponto. Embora ligeiramente mais longo do que o Facebook, minha crença é que os usuários do LinkedIn apreciam um pouco mais de profundidade e descrição e respondem melhor quando as mensagens têm um tom profissional. Dar crédito aqui é semelhante ao Facebook. A pré-visualização do post menciona o website e o autor, por isso não é necessário adicionar sua própria atribuição, mas se for feito não será desaprovado.
  • Twitter: Enquanto os tweets são limitados a 140 caracteres, é recomendado que você os mantenha em torno de 100 para conseguir o desempenho ideal. A maior diferença entre a curadoria no Twitter Vs. Facebook e LinkedIn é que você tem que adicionar manualmente os créditos nos tweets selecionados pela curadoria. Normalmente, isso é feito através da inclusão do perfil no Twitter do autor em seu tweet. Por exemplo, você pode usar a assinatura “~via @XYZ” ou coloque em parênteses como (@XYZ) no final da sua mensagem.

Além dessas melhores práticas específicas de cada canal, pense em como você pode adicionar sua própria visão para o artigo quando compartilhá-lo. Não há problema em ir além de twittar a manchete fazendo uma pergunta ou destacando uma citação ou estatística.

E, finalmente, como acontece com qualquer conteúdo que você faz a curadoria ou cria, certifique-se que você está usando as hashtags certas, analisando quais posts conduzem o maior número de cliques, e usando gráficos, vídeo e até mesmo GIFs para fazer seu post se destacarem nas redes sociais.

Social Media agora é parte fundamental de marketing e você precisa tratá-la como tal. Isso significa investir nas pessoas que irão fortalecer a posição de sua marca, e em ferramentas para gerenciar tudo isso.

Leia o nosso whitepaper Justifying a Media Monitoring Service para saber por que é necessário dar um passo além do monitoramento de mídia social e tradicional para desvendar o conteúdo, tendências e conversas que estão direcionando seu mercado.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Ryan Hansen no dia 22 de outubro de 2015. Ryan é Gerente de Social Media na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Os Primeiros Anúncios do Instragram Brasil (Avon, Visa e Volks)

Os Primeiros Anúncios do Intragram Brasil (Avon, Visa e Volks)

A famosa rede social de imagens e fotos, Instagram, está ganhando novas funcionalidades publicitárias que estão estreando no Brasil. Na última segunda-feira, 13 de maio, foram publicados os primeiros anúncios e propaganda na rede. Segundo o Meio & Mensagem,  a princípio, apenas oito empresas entrarão no feed de notícias dos usuários: Avon, CloseUp, Coca-Cola, Mitsubishi, Mondelez, Visa, Vivo e Volkswagen.

O investimento no país, se dá devido ao fato do Brasil ser o 2º país com maior número de usuários da plataforma, ficando atrás apenas do EUA. E até o momento, a publicidade foi muito bem recebida pelos usuários. Segundo o diretor da rede social, Fabricio Proti, em entrevista ao portal Propaganda e Marketing, foram selecionas agências que já entendiam como a plataforma funcionava (África, AlmapBBDO, CuboCC, Wieden+Kennedy, DM9DDB, J. Walter Thompson e F.Biz), e após a seleção as agências tiveram a liberdade de escolher com quais clientes iriam trabalhar.

 

Após todo o estudo, boa parte dos “Instagrammers” aprovou a iniciativa. Segundo Fabricio: “No Instagram, os usuários seguem mais marcas, fotógrafos ou pessoas desconhecidas, mas que postam algo que inspira. No Facebook, em geral, as pessoas querem se conectar com os próprios amigos. No Instagram atrai mais o conteúdo, por isso está aí uma grande oportunidade para as marcas”. Sendo assim, provavelmente, muitas marcas vão aderir a esta nova prática.

Por Bruno Sutero, Coordenador de Banco de Dados
PR Newswire

Content Marketing – Promoção e Distribuição não são Opção

Uma nova pesquisa realizada pela PR Newswire e pelo Content Marketing Institute (CMI), revela algumas áreas claras de distinção entre os profissionais de marketing de conteúdo mais eficientes e menos eficientes.

Content Marketing - Promoção e Distribuição não são Opção

De acordo com Robert Rose, Chefe de Estratégia para Conteúdo da CMI, mesmo que os resultados mostrem que aqueles profissionais na extremidade inferior em eficiência estejam promovendo vários tipos de conteúdo, os especialistas em content marketing que geram mais resultados gastam mais tempo para construir o seu público, enquanto os menos direcionam seu esforço para usar o conteúdo como forma de impulsionar as vendas e as receitas.

O principal debate parte destas conclusões, como discutido no webinar, “Communications Trends for 2015: Creative Approaches to Content Promotion”, se concentrar menos no aspecto de venda direta de marketing e investir mais na criação de conteúdo de qualidade que constrói uma audiência por meio de uma diversificada e estratégia de canais integrado, incluindo a promoção paga.

Os resultados completos dos achados, discutidas a seguir, estão disponíveis no white paper: “Promoting Your Content Marketing: Time to Orchestrate the Concert of Paid Media”.

POR QUE USAR A PROMOÇÃO PAGA SE EXISTEM OPÇÕES GRATUITAS?

Rose abordou o equívoco comum de que a promoção de conteúdo em mídias sociais é gratuita. Mesmo que não haja nenhum custo para criar uma página na mídia social, as plataformas de mídia social como Facebook, LinkedIn e Twitter são efetivamente editoras, e você tem que pagar para atingir seu público. Mensagens que não são patrocinadas ou promovidas na melhor das hipóteses atingirá o público que já é fã da sua página – isso só acontecerá se a pessoa visite ativamente sua página e no máximo aparecerá em seu feed de notícias.

“Não se trata apenas de promoção em meios orgânicos, temos também de colocar algum investimento em torno do conteúdo que estamos criando”, disse Rose.

Se você gastou tempo e fez um investimento inicial para criar o conteúdo e o design correto, com o objetivo de entregar valor real para os leitores, por que você não faz os investimentos adicionais necessários para garantir que a sua mensagem será descoberta por públicos relevantes onde quer que eles estejam buscando e consumindo informação?

QUE TIPO DE CONTEÚDO OS PROFISSIONAIS DE MARKETING ESTÃO PROMOVENDO?

Conteúdo próprio como white papers e posts estão entre os tipos de conteúdo mais eficazes e melhor classificados que os profissionais de marketing usam métodos pagos para promoção. Esse tipo de conteúdo não é publieditorial, sempre disponível e constrói um público fiel, engajando a audiência.

Decidir qual conteúdo priorizar requer experimentação, mas as melhores áreas para se começar, no processo e estratégia, são aquelas que você mais precisa impulsionar crescimento, como awareness ou cross-sell/up-sell. A boa notícia é que os profissionais de marketing já estão familiarizados com a experimentação – o teste A / B em plataformas segue um modelo clássico de mercado.

QUE TIPO DE CONTEÚDO OS PROFISSIONAIS DE MARKETING ESTÃO PROMOVENDO?

QUAIS SÃO OS MELHORES CANAIS DE PROMOÇÃO DE CONTEÚDO?

Rose aconselha os profissionais a utilizar táticas e canais tradicionais (pense: Press Release) em formas não convencionais de rentabilizar e conseguir audiência. Os resultados da pesquisa mostram que 78% dos profissionais de marketing de conteúdo mais eficientes usam serviços de press release como parte de sua estratégia de promoção do conteúdo. Rose argumentou que a falta de imaginação no uso dos comunicados de imprensa podem resultar em serem vistos como “ineficientes para o marketing de conteúdo”. Ele sugere que escrever histórias que você quer que os meios de comunicação para cubram e utilizar a distribuição wire para amplificá-las e criar mais valor, desde uma perspectiva de marketing de conteúdo.

QUAIS SÃO OS MELHORES CANAIS DE PROMOÇÃO DE CONTEÚDO?

QUAIS SÃO ALGUNS RESULTADOS DE UMA PROMOÇÃO DE CONTENT MARKETING EFICAZ?

Don Montuori, Vice-Presidente de Publicações da MarketResearch.com, usa comunicados de imprensa (press release) para promover o conteúdo próprio da empresa e estar à frente da vanguarda de pensamento, com objetivo de ter uma exposição cada vez maior, credibilidade, brand awareness, tráfego na web e receita. Parte da estratégia por trás da promoção de pesquisas de mercado via press release é chamar a atenção dos jornalistas.

Jornalistas gostam de dados e de informações que pode se conectar em sua história – eles gostam de tendências e citações”, diz Montuori. “É uma forma de obter conteúdo original”.

A Distribuição de Releases aumenta a probabilidade de que um jornalista encontre dados produzidos pela sua marca. Não é só uma forma de chamar a atenção de grandes editores, como o New York Times; as habilidades de segmentação da distribuição wire também permitem que você espalhe sua mensagem para publicações segmentadas e de nicho, blogueiros que influenciam a indústria e novos públicos que você quer atingir. Obter exposição na mídia vai aumentar sua credibilidade, porque o jornalista usou sua pesquisa.

Montuori compartilha que incorporar os press releases na estratégia de promoção de conteúdos da MarketResearch.com resultou em um número maior de entrevistas e citação na imprensa, e impactou positivamente o tráfego para o site da empresa. Além disso, os comunicados de imprensa serviram como uma nova ferramenta para as equipes de vendas compartilharem com clientes e prospects.

Resumindo: Os investimentos dos profissionais de marketing devem se concentrar mais na construção de audiência com content marketing e menos na promoção de produtos, assim serão capazes de conduzir as novas audiências através do processo de compra, já que confiam e acreditam na experiência da marca.

Texto traduzido do post escrito por Shannon Ramlochan no Blog Beyond PR, no dia 11 de dezembro de 2014.

Shannon Ramlochan é Coordenadora de Marketing de Conteúdo da PR Newswire

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

4 Novas Diretrizes que Garantem a Qualidade dos Releases

Em virtude da ultima atualização do algoritmo Panda do Google, nós da PR Newswire LatAm, por meio do post elaborado por Sarah Skerik, VP de Comunicação Estratégica na PR Newswire, reiteramos nosso compromisso com a qualidade dos serviços prestados e reforçamos nossa missão de auxiliar nossos clientes a gerar mais visibilidade para seus conteúdos, marcas e produtos. Boa leitura e em caso de dúvidas fale conosco, estamos sempre prontos a trocar informações!

Como Garantir a Qualidade dos Releases com a Atualização do Algoritmo do Google

No final de maio, o Google lançou uma atualização para o seu algoritmo Panda, que tem como foco identificar e barrar conteúdo de baixa qualidade. Esta atualização afetou uma série de sites que compartilham conteúdo e press releases, incluindo a PR Newswire. Quando falamos de “conteúdo de baixa qualidade”, estamos nos referindo especificamente aos press releases que foram usados ​​com o objetivo de manipular rankings de busca. Esse tipo de conteúdo é de pouco ou nenhum valor para os leitores.

Em uma auditoria em nosso site, posterior a essa mudança, identificamos no conteúdo disponível os comunicados de imprensa de baixa qualidade que continham muitos links associados para geração de tráfego devido às táticas de SEO de guerrilha utilizadas por seus emissores, conhecidas como “black hat”. Esses press releases foram eliminados, e nós continuaremos monitorando constantemente o conteúdo disponibilizado em nosso site para evitar níveis incomuns de links direcionados, tráfego e outros sinais de alerta.

A DISTRIBUIÇÃO DE RELEASES VAI ALÉM DA PUBLICAÇÃO EM NOSSO SITE

Apesar de termos orgulho do fato de que o nosso website atrai milhões de visitantes únicos por mês, também é importante lembrar que a PR Newswire passou anos construindo uma ampla rede de distribuição que atinge um vasto público global, incluindo:

  • Milhares de pontos de mídia, via feed de notícias direto;
  • Mais de 30.000 jornalistas e blogueiros cadastrados via PR Newswire for Journalists;
  • Bases de dados de serviços de informações como Factiva e LexisNexis;
  • Parceria com mais de 10.000 sites em todo o mundo, que exibem feeds de notícias com os press releases da PR Newswire, segmentados de acordo com o seu público;
  • Publicações em redes sociais, via dezenas de perfis específicos divididos por indústria, assunto e com curadoria de conteúdo em plataformas como Twitter e Pinterest.

Como Garantir a Qualidade dos Releases com a Atualização do Algoritmo do Google

Nossas equipes de Relacionamento com a Mídia e Disseminação de Conteúdo trabalham em conjunto com os meios de comunicação, jornalistas, blogueiros e administradores de sites para desenvolver e entregar feeds de notícias que contenham os press releases mais adequados a sua área de atuação, abrangência e interesse.

NOVAS DIRETRIZES QUE GARANTEM A QUALIDADE DOS RELEASES PARA A IMPRENSA

Para melhorar a qualidade do conteúdo que distribuímos, nós começamos a rever com ainda mais profundidade a qualidade do conteúdo de todos os releases submetidos à distribuição via nossa rede. Para essa análise, a nossa equipe observa diferentes elementos da mensagem, incluindo:

  • Verificar se o comunicado possui uma análise mais detalhada dos fatos relatados, para assegurar que o conteúdo seja original (por exemplo, referências a pesquisares e relatórios, bem como outras informações interessantes e úteis).
  • O formato dos releases, garantindo que os mesmos não sejam meras cópias de conteúdos diversos ou baseados em modelos prontos (exceto o boilerplate).
  • O tamanho dos releases, sinalizando comunicados com mensagens muito curtas, insubstanciais, que sejam usados como meros veículos para links direcionados.
  • O uso excessivo de palavras-chave e / ou links dentro da mensagem.

Estas novas orientações são adições às nossas já robustas normas de aceitação de conteúdo para distribuição de releases para a imprensa, que incluem a verificação da fonte de envio, a autenticação da identidade e da atribuição do remetente em relação à fonte, entre outros requisitos que todos os releases devem atender antes da serem distribuídos pela PR Newswire.

A maioria dos clientes da PR Newswire, que escrevem e distribuem seus comunicados de imprensa com o objetivo de construir um posicionamento  por meio de mensagens importantes e ganhar publicações espontâneas na mídia, não serão afetados por nossas novas diretrizes.

OS PRESS RELEASES SÃO UMA FORMA DE GANHAR MÍDIA ESPONTÂNEA, AUDIÊNCIA E ESTABELECER UM POSICIONAMENTO

Há muito tempo esta tem sido nossa posição, de que os comunicados de imprensa são principalmente sobre a construção de um posicionamento e nós não acreditamos que os press releses devem ser usados para promover links. (Ver: Gere Conhecimento com os Press Release, não links).

A PR Newswire acredita que a distribuição de releases e comunicados de imprensa desempenham um papel muito útil na condução da descoberta de conteúdo, na introdução de novos públicos para as mensagens da marca, encorajando e promovendo a interação social, e, é claro, ganhos de mídia espontânea.

Este texto foi traduzido do post escrito por  Sarah Skerik no Blog Beyond PR, no dia 20 de junho de 2014.

Sarah Skerik é Vice-Presidente de Comunicação Estratégica da PR Newswire, e autora dos e-books Driving Content Discovery e  New School Press Release Tactics.  Twitter: @sarahskerik.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Por que seus Posts estão perdendo Alcance no Facebook?

Se você administra uma Fan Page, já há algum tempo vem se perguntando porque seus posts estão tendo menor alcance entre seu público. Mas, uma publicação no Adage veio para esclarecer e desmistificar essa causa.

Antes de entrarmos de cabeça nos quatro principais motivos, vale esclarecer algumas dúvidas técnicas e abordar algumas curiosidades que a maioria das pessoas não sabe:

Não. Você não recebe todas as atualizações dos seus amigos e páginas que curte no seu feed de notícias.

Encontrar um amigo e ser surpreendido com a pergunta “Você viu meu post?” já não é novidade. Diferente do Twitter onde os usuários recebem todas as atualizações das pessoas que seguem, o Facebook pré-seleciona o conteúdo que será visualizado por cada pessoa.

Posts_Facebook-Posts_Reach

Curiosidade: Você sabia que antes mesmo de você se conectar no Facebook, ele seleciona 1.500 posts para aparecerem para você cada vez que assim que você acessar a rede social? Todos os dias, 300 deles são priorizados para entrarem no seu feed de notícias. Isso é feito por meio de um algoritmo que filtra o conteúdo mais adequado para cada usuário de acordo com suas preferencias e características. Com isso, mais ou menos 80% do conteúdo publicado por seus amigos e marcas que você curte, não aparecem na sua newsfeed.

Além disso, não devemos esquecer que o Facebook, como todas as organizações com fins lucrativos, tem um grande compromisso com seus acionistas e precisa ter lucro. Com isso os posts patrocinados também são priorizados e ganham maior alcance do que os posts com divulgação orgânica.

Por que os Posts estão perdendo alcance?

Motivo #1 – Número de amigos no Facebook. No final de 2010, um estudo da Pew Research Center apontou que cada pessoa tinha em média 229 amigos na rede social. No ano passado o mesmo estudo identificou que, entre adultos norte-americanos, esse número tinha aumentado para 338 amigos. Quanto maior o número de amigos, mais atualizações de status. Isso aumenta a concorrência entre os posts que entram no feed de notícias do usuário.

Motivo #2 – Usuários estão curtindo mais Fan Pages de Marcas no Facebook. Um estudo da Socialbakers – empresa especializada em marketing, monitoramento e estatísticas nas mídias sociais – aponta que o número de páginas curtidas por cada usuário é de cerca de 40. Isso representa mais ou menos 1.440 atualizações mensais entre todas as páginas. Para se ter uma ideia, em 2009 o número de Fan Pages para cada usuário era de 4,5, e gerava 22,5 atualizações por mês. E assim como o Motivo #1, quanto mais atualizações, maior a concorrência entre os posts que entram no feed de notícias dos usuários.

Motivo #3 – Facebook privilegia os posts de notícias. No final do ano passado, o Facebook ajustou seu algoritmo. Motivado por uma pesquisa com usuários da rede social que disseram ter interesse em receber mais conteúdo noticioso, como apontado aqui no blog no post Você costuma ler notícias no Facebook?. Essa mudança gerou polemica na época, já que alguns usuários preferem ver posts sobre seus amigos e marcas preferidas. Esse novo caminho tem produzido tráfego para sites noticiosos. O plano de Zuckerberg é tornar seu conteúdo mais atrativo, além de manter-se na disputa com o Twitter para divulgação de conteúdo jornalístico. Porém, quanto maior a divulgação de notícias, menor será o espaço para as marcas.

Motivo #4 – Posts Patrocinados também são priorizados pelo Facebook. Voltando no tempo, no início de 2012, a rede social passou a inserir posts patrocinados no feed de notícias dos usuários. E a partir disso, foi possível notar a queda de exposição dos conteúdos orgânicos. Em julho do ano passado, Zuckerberg afirmou que 5% dos posts que aparecem para os usuários são anúncios. Como já falamos, como todas as organizações com fins lucrativos, o Facebook deve apresentar resultados.

Quando publicamos um post sobre nossa marca no Facebook, assim como em outras redes sociais, devemos pensar que o nosso conteúdo estará competindo, não só com outras marcas, mas com os amigos do seu fã e com múltiplos tipos de atualizações. Cabe aos profissionais de comunicação e mídias sociais estruturarem uma forte estratégia para as redes sociais, saindo do convencional para atingir seu público e fazer com que seu post ganhe alcance orgânico.

Confira também a Dica do Facebook para Conquistar Engajamento na sua Fan Page ou Perfil.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire