5 Benefícios do Monitoramento de Marca

5 Benefícios do Monitoramento de Marca

A quantidade de dados disponíveis para os profissionais de Marketing sobre as marcas tem crescido exponencialmente ao longo da última década, graças ao crescimento dos canais online e offline. Ao definir seu plano de monitoramento de marca, você pode extrair informações e percepções específicas sobre os seus clientes (e potenciais clientes) que podem ajudá-lo a aprimorar sua estratégia de Marketing e Comunicação.

O monitoramento de marca oferece uma infinidade de benefícios para uma organização, tais como ajudá-la a extrair insights importantes através da grande quantidade de dados coletados. Aqui estão apenas alguns dos benefícios do monitoramento marca:

1. Revela Percepções e Fornece Feedback

O que dizem os clientes em uma pesquisa de feedback ou sua equipe de atendimento ao cliente difere significativamente do que dizem por trás do conforto e proteção de seus laptops. Monitorar sua marca on-line irá permitir que você descubra o que realmente está sendo dito sobre sua marca e fornecerá um feedback muito mais confiável. O Net Promoter Score e o Brand Preference Indicators são grandes recursos para calibrar a verdadeira reputação da sua marca.

O monitoramento de marca pode fornecer informações orientadas para as necessidades de cada parte interessada:

  • CEO – Presidente
  • CFO – Diretor Financeiro
  • Head of Sales – Gerente de Vendas
  • CMO – Diretor de Marketing

2. Direciona as Estratégias de Content Marketing e Distribuição

Desenvolvimento de conteúdo relevante é essencial para qualquer estratégia de Marketing de Conteúdo. Se não é relevante para a sua base de clientes, não irá agregar valor, e não será lido no seu site ou blog. Quando você entender quais canais seus clientes usam e onde “eles estão” on-line, você pode ajustar a sua estratégia de distribuição. O monitoramento de marca permite que você entenda exatamente o que interessa para seu público e onde ele quer interagir e se envolver com o seu conteúdo.

3. Indica Oportunidades de Diferenciação

Acompanhar sua marca também revelará onde você está posicionado competitivamente contra outras marcas e empresas similares. Isso pode revelar oportunidades para diferenciar sua marca dos concorrentes.

4. Expõe Novas Oportunidades de Negócio

Monitoramento de marca pode ajudar a identificar lacunas no mercado e revelar novas oportunidades de negócios para sua empresa. Pode ajudá-lo a identificar novos nichos de mercado, potenciais parceiros e possibilidades de crescimento.

5. Permite Previsões Precisas e Planejamento de Cenários eficazes

Nenhuma marca pode evitar completamente uma crise, mas monitorar sua marca – muitas vezes – pode detectar mais cedo uma crise potencial. Esta previsão lhe dará tempo suficiente para gerenciar a crise de forma mais eficaz, minimizando os efeitos e muitas vezes diminuindo a gravidade e o impacto negativo dela em si.

Brand Monitoring

Para mais informações sobre como monitorar a sua marca para fornecer informações orientadas para as necessidades do C-suite, baixe Brand Monitoring for the C-suite: Delivering Actionable Business Intelligence. O novo white paper também inclui recomendações sobre o uso de monitoramento de marca para obter o maior benefício possível para os stakeholders.

Texto traduzido do post escrito por Amy-Louise Tracey no Blog Beyond the Wire, no dia 26 de abril de 2016.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios

Por que você faz o que você faz? Lições da #CMWorld 2015

2016 vai ser o ano do content brand. Pelo menos, é isso que Joe Pulizzi – fundador do Content Marketing Institute – acredita. O futuro do marketing de conteúdo está garantido.

todo-poderoso-por-que

O futuro é certo para os dos profissionais de marketing que participaram do Content Marketing World 2015, em Cleveland. Mesmo com apresentações cobrindo uma gama diversificada de temas, desde SEO nível iniciante até a promoção de conteúdo avançada. Ficou claro que os participantes estavam lá para aprender a melhor forma de posicionar suas marcas para o sucesso.

Mas o que exatamente, os profissionais de marketing devem fazer para garantir o sucesso no futuro?

Durante o discurso de quarta-feira, Kristina Halvorson, CEO e fundadora do Brain Traffic e autora do Content Strategy for the Web disse: “A razão pela qual estamos lutando com marketing de conteúdo é porque ainda não começamos com o ‘por que’ ”.

Este foi um tema comum no Content Marketing World: Comece com o seu “todo-poderoso por que”.

Quando perguntado “por que você faz o que você faz?”, Uma profissional de marketing de conteúdo pode argumentar sobre conseguir awareness para a marca, gerar demanda, ou a importância da liderança de pensamento no cenário da mídia atual.

Todos, enquanto argumentos convincentes para programas de marketing de conteúdo, não são as respostas para essa pergunta.

Jay Acunzo, vice-presidente da plataforma NEXTVIEW Ventures, descreveu “o todo-poderoso por que” em sua apresentação de The Content Wheel: Sustaining Momentum with Greater ROI While Punching Unicorns in the Face. “O todo-poderoso por que” é o motivo pela qual você existe, as emoções que você sente ou os problemas que tem que resolver. Para realmente ter sucesso com uma estratégia de marketing de conteúdo, as marcas não podem incidir sobre o resultado final desejado. Elas precisam voltar para o começo de tudo”.

content-strategy-checklist

Acunzo sugere aprender uma lição com os unicórnios – não as criaturas míticas, embora eu tenha certeza que eles têm muitas coisas para nos ensinar. Um unicórnio é uma start-up que parecem explodir durante a noite, ganhando $1 bilhão em financiamento. Estes são os Ubers e os Snapchats do mundo. Esses unicórnios são frequentemente vistos como histórias de sucesso pelo Content Marketing.

Unicórnios, de acordo com Acunzo, são bem-sucedidos porque são colados as necessidades e desejos de seus clientes. Eles são claros em seu propósito e visão, e tem um interesse diferente na criação de conteúdo que aborda as mesmas necessidades que os seus produtos ou serviços.

“Não encontre clientes para o seu conteúdo”, disse Acunzo. “Encontrar conteúdo para seus clientes. Envolva o seu cliente em tudo que fizer. Tudo fica mais fácil, mais eficaz. Você constrói coisas que as pessoas querem, crie conteúdo que as pessoas querem – se você escuta seus clientes”.

Da mesma forma, Jay Baer, autor e presidente de Mídia Social e Marketing de Conteúdo da consultoria Convencer & Convert, sugere que o sucesso vem da integração do serviço com o cliente em uma estratégia de marketing de conteúdo.

“No Reino Unido, as reclamações na mídia social aumentaram 800% em 15 meses”, disse Baer. “Responder a essas queixas dos seus clientes pode conquistar seus corações”.

O foco nas necessidades dos clientes é a razão de ser de uma marca; é a resposta para o “todo-poderoso por que”. Como os profissionais de marketing, nós fazemos o que fazemos para servir os nossos clientes. Uma vez que consigamos responder com confiança esse por que, nós seremos capazes de relacionar o trabalho que estamos fazendo para a satisfação do cliente com os resultados de negócios que vão definir os nossos sucessos futuros.

Seu “todo-poderoso por que” precisa se estender além do tipo de conteúdo que você criar, como e onde você irá promovê-lo. Baixe o nosso Buyer 2.0 Content Strategy Checklist e não perca nenhum passo em seu planejamento de marketing de conteúdo.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Danielle Capriato no dia 10 de setembro de 2015. Danielle é Gerente de Comunicação Estratégica da PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing

Confira os cinco textos mais visualizados nas principais categorias do Blog da PR Newswire. Seleção especial para estudantes e profissionais de comunicação.

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing

Selecionamos três das nossas principais categorias e escolhemos os posts mais visualizados por estudantes e profissionais de comunicação. Os textos e artigos passam, desde temas abrangentes e históricos, como a evolução do jornal impresso, e chegam até as novidades e principais tendências de relações públicas para o próximo ano. Se você é um estudante de jornalismo ou profissional marketing, vale a pena conferir os principais textos publicados nesse blog em 2014.

Jornalismo, Fotojornalismo e Mídias Digitais

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#1. A Evolução do Jornal Impresso ao Jornalismo Digital

O webjornalismo ganha mais adeptos a cada dia. São mais de 80 milhões de internautas. Essa é a mídia mais consumida no Brasil, ultrapassando a televisão. Segundo dados do Interactive Advertising Bureau (IAB), mais de 40% dos entrevistados (entre 15 e 55 anos – 51% homens e 49% mulheres) passam pelo menos duas horas por dia navegando na internet (por vários dispositivos digitais), enquanto apenas 25% gastam o mesmo tempo assistindo TV…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#2. [Infográfico] O Impacto das Mídias Sociais no Jornalismo

O cenário aponta que cada vez mais o jornalismo usará o conteúdo gerado pelos usuários das internet, como vídeos e tweets. Enriquecendo a produção jornalística com recursos multimídia. Cada vez mais as métricas, usadas antes por profissionais de marketing para mensurar resultados no ambiente online, entrarão no cotidiano dos jornalistas e profissionais de Relações Públicas possibilitando a análise de resultados obtidos com suas publicações e o engajamento dos leitores…


Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing
#3. Fotógrafos de Guerra – O Fotojornalismo Exposto ao Perigo

O Canal da Revista Trip  no Youtube disponibilizou um documentário sobre a profissão do fotojornalismo em campos de batalha. O vídeo foi feito com três fotógrafos que tiveram a difícil missão de extrair beleza e arte em zonas de guerra. No arquivo, André Vieira, Juca Varella e Fernando Costa Netto falam sobre suas experiências fotografando conflitos no Iraque, Bósnia e Afeganistão e revelam os riscos e dificuldades de trabalhar nesses territórios. Vale muito a pena conferir o material…


Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing
#4. Jornalismo no Instagram – Fotojornalistas e Fotografia Digital

Contrariando alguns críticos, que veem o Instagram como um prejuízo à produção fotográfica, muitos fotógrafos profissionais usam a rede social para divulgar seus trabalhos. Sejam imagens artísticas, editoriais ou fotos jornalísticas. Criado para que qualquer pessoa, com pouca ou nenhuma introdução à fotografia, consiga manipular suas próprias imagens com simplicidade…

 

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#5. Google Eleições: Marketing, Política e Jornalismo Digital

O Google em prol do voto consciente estabeleceu parcerias com o Tribunal Superior Eleitoral, ONG Transparência Brasil e mais de 30 veículos de imprensa para criar uma plataforma neutra e tornar informações e notícias mais acessíveis aos internautas durante as eleições deste ano. Após experiências em outros países, o Google Política & Eleições entrou no ar dia 11 de setembro e ajudou o eleitor a escolher seu candidato…

Dicas e Tendências para Relações Públicas

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#1. [Prévia] Tendências para Relações Públicas em 2015

Qual é o futuro das Relações Públicas? Ganhar atenção? Influenciar o comportamento público? Contar histórias de marca? Envolver o público em canais sociais? Não importa como você respondeu as perguntas, uma coisa é certa – o escopo de RP remete ao balonismo. Quando entramos em zonas cinzentas as RP se sobrepõem com as mídias sociais, marketing e aumenta a geração de demanda…

 

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#2. A Evolução da Mídia e seu Impacto em Relações Públicas

Para melhorar suas chances e fazer com que seu e-mail seja um dos relevantes, é importante compreender o público do jornalista. Os jornalistas se desenvolvem em um nicho ou especialização. Eles conhecem e compreendem quem é seu público e como atendê-los. “Se sua abordagem consegue estar em sincronizar com isso, é muito melhor”, diz Cohn. “Se não se encaixar, seu e-mail será como arranhar uma lousa, irritante”…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#3. Como usar o Novo Design do Twitter para RP

Espelhado no layout do Facebook e enfatizando o visual, o novo design do Twitter reforça a importância do uso de elementos multimídia na comunicação. Já está disponível para todos os usuários, entre perfis pessoais e perfis corporativos. Além disso, o novo layout oferece novas oportunidades para as marcas…

 

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#4. Dicas para Profissionais de RP Evitarem o “Mute” no Twitter

Com o anúncio do Twitter sobre o recurso “mute”, que permitirá que as pessoas escondam de seus feeds os tweets de contas que seguem, os profissionais de RP terão que dar mais atenção para sua estratégia no microblog. Você pode pensar que como sua marca tem milhares de seguidores esteja atingindo milhares de pessoas. Não. Não era assim antes (as pessoas não ficam vendo os feeds do Twitter 24 horas por dia, 7 dias na semana…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#5. Google e RP – Como a Mídia Espontânea Impacta nas Buscas

Ao longo do tempo, os links implícitos e a mídia espontânea gerada pela equipe de RP devem ter efeitos positivos sobre a classificação de busca de páginas específicas do site da marca.  Colecionar esses resultados e mantê-los, o que exige esforço sustentado, são algumas das medidas mais fieis do valor da mídia e das menções conquistadas pela marca…

 

Conteúdo, Relacionamento e Previsões de Marketing

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#1. O que é Relações Públicas e como se relaciona ao Marketing Social?

Tradicionalmente Relações Públicas é entendido como o gerenciamento da opinião pública. Começa com a conscientização, e em seguida, por meio da implantação de mensagens ou experiências, são extraídas respostas emocionais, opiniões são moldadas e a reputação formada. Nesse ponto, podemos começar a avaliar as próximas ações para o público, quer esses resultados sejam medidos por número de votos, volume de compras ou outro comportamento…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#2. Explorando a Convergência do Marketing e Comunicação

O departamento de marketing da Bloomberg existe há apenas quatro anos, mas rapidamente adaptou-se para a nova era das comunicações. Ao invés de dividir os departamentos – RP, marketing e mídias sociais – formaram um comitê que se concentra na construção de uma infraestrutura para as subsidiárias da Bloomberg menos conhecidas. Embora o desejo de se apropriar do sucesso de uma campanha seja um desafio…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#3. Marketing de Conteúdo: 10 Motivos para sua Empresa criar um Blog

O Marketing de Conteúdo é a grande aposta para muitas empresas. Essa tendência vem sendo adotada dentro da estratégia para divulgação de produtos e construção de marcas. A iinterativa, unidade digital da Infobase que oferece serviços de consultoria para mídias digitais, desenvolveu um infográfico muito interessante. Entre outras informações, a análise aponta a importância de um Blog na estratégia de Marketing de Conteúdo das empresas…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#4. Content Marketing – 8 Dicas Para Produção e Divulgação de Conteúdo

Composto por vários temas, o Marketing de Conteúdo se modifica e se atualiza constantemente. Quando menos se espera, o Google muda seu algoritmo para buscas, o Facebook começa a diminuir o alcance orgânico dos posts ou surge um novo aplicativo mobile que passa a dar as cartas do jogo. Acompanhar todas essas novidades é um verdadeiro frenesi, que torna a vida dos profissionais de comunicação excitante e ameaçadora ao mesmo tempo…

Top Textos 2014 – Jornalismo, Relações Públicas e Marketing#5. Previsões 2015: Principais Tendências para RP e Marketing

Felizmente, para aqueles que estão finalizando planos de comunicação estratégica, temos inspirações na forma de previsões e tendências para ver. Vindas de uma recente mesa redonda e de pensamentos entre líderes de relações públicas e marketing. Em meio às previsões está a mais transparência entre as empresas e seus consumidores. Também o trabalho em conjunto entre RP e marketing…

 

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

A Arte de Criar Conteúdo – Mensagem de Impacto e que Motiva

Pessoas que assistem muitos vídeos on-line estão mais propensas a gastar mais em presentes de Natal este ano. E mais de um quarto desses grandes compradores está planejando comprar todos os seus presentes on-line. Com certeza isso é apenas um ponto importante da notícia. Mas há mais do que isso.

57% das pessoas que assistem muitos vídeos estão mais propensos a gastar com presentes no Natal

Clique na imagem para ver o Infográfico

A empresa Videology, que está emitindo os resultados da pesquisa, está fazendo um ótimo trabalho de promoção de seu próprio conteúdo, exibindo os elementos em uma Newsy ¹ , escrevendo um bom press release, com um infográfico e distribuindo um pacote completo para a mídia. Heavy Video Viewers 57% More Likely to Spend on Holiday Gifts.

No entanto, a forma como a equipe de Relações Públicas embalou essa história ajudará a direcionar os resultando de qualquer cobertura jornalística, vantajosamente, para a marca.

Na mensagem, a empresa também fala diretamente para o seu público-alvo. Várias vezes direcionando as descobertas da pesquisa como sendo uma oportunidade para anúncios em vídeo – mercado em que a empresa atua.

Mas essas informações são habilidosamente trabalhadas neste comunicado e não se parece publieditorial. São incorporadas em uma citação oferecidas como interpretação dos dados. Neste exemplo, a opinião de especialistas no press release serve como uma proposta de valor da empresa de forma verdadeira.

Essa é uma abordagem inteligente que faz um bom trabalho de misturar uma notícia realmente interessante (que eu tenho certeza vai reunir boa cobertura de mídia para Videology) com mensagens direcionadas para o público destinado, a fim de motivar os potenciais compradores.

Este é um grande exemplo da união entre Relações Públicas e Marketing de Conteúdo. Sabemos que a mídia espontânea pode ter uma influência significativa e poderosa sobre os potenciais compradores, que estão pesquisando e tomando decisões.

Content Marketing World 2014A equipe de Relações Públicas que alinha suas mensagens de marcas com compradores (como se vê nesse exemplo) pode fazer muito mais do que simplesmente estimular a cobertura da mídia. Eles podem influenciar a geração de demanda, atrair leads qualificados e têm um impacto significativo sobre a receita da organização.

#contentdrives #cmworldVocê está indo para o Content Marketing World nessa semana? Me encontre no estande da PR Newswire (# 11) e me dê um oi! Temos muitos planos para o evento, e vamos falar com mais detalhes sobre a construção de uma estratégia de marketing de conteúdo sustentável, o que inclui a construção de um um programa de comunicação verdadeiramente integrada.

Você tem uma estratégia de conteúdo sustentável? Um grande painel vai abordar a construção de uma estratégia de conteúdo sustentável no Content Marketing World nessa semana, em uma discussão intitulada: “Don’t Run Out of Gas! How to Fuel a Sustainable Content Marketing Strategy”, programado para terça-feira, 9 de setembro das 11h00 às 11h45 (hora local).

Entre os palestrantes de destaque estão o VP Sênior da PR Newswire de Marketing, Ken Wincko, a Gerente Editora da TechPageOne.com, Nicole Smith, e Rebecca Lieb, Analista Industrial da Altimeter Group. O debate será moderado por Michael Pranikoff, diretor de novas mídias da PR Newswire, que irá se concentrar no desenvolvimento e execução de uma estratégia contínua de conteúdo, incluindo:

#1. CALENDÁRIO E DISTRIBUIÇÃO DE CONTEÚDO. O que fazer depois de criar um calendário de conteúdo e traçar os melhores canais para distribuir a sua mensagens.

#2. ENGAJAMENTO. Como desenvolver uma perspectiva do cliente que impulsiona o engajamento da comunidade.

#3. PROMOVER CONTEÚDO. Maneiras de acelerar a promoção de conteúdo.

Os participantes da Conferência podem interagir nas mídias sociais, completando a sentença “Content drives” usando as hashtags #contentdrives #cmworld.

Os participantes do Content Marketing World podem visitar o estande # 11 no evento para saber mais. Você também pode seguir este link para conhecer mais sobre como acelerar sua estratégia de conteúdo: http://prn.to/ContentMarketingWorld2014 .

¹ Newsy: Compilado de notícias de várias fontes que destaca as perspectivas de vários meios de comunicação em um  formato conciso e fácil de ser absorvido pelo público.

Este texto foi traduzido do post escrito por Sarah Skerik no Blog Beyond PR, no dia 05 de setembro de 2014.

Sarah Skerik é Vice-Presidente de Comunicação Estratégica da PR Newswire, e autora dos e-books Driving Content Discovery e  New School Press Release Tactics.  Twitter: @sarahskerik.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Como Criar um Press Release para o Público B2B

Uma análise da Forrester sobre 30 sites de empresas b-to-b descobriu que 80% deles eram principalmente focados em si mesmos, com pouca atenção para os problemas que os seus clientes possam estar enfrentando. Em outras palavras, a maioria das empresas ainda não tem certeza de como criar mensagens que façam sentido para seu público, isso pode ser uma das razões pelas quais 51% dos profissionais de marketing disseram a Forrester que seus esforços de marketing de conteúdo são pouco eficientes. Laura Ramos, vice-presidente da Forrester, enfatiza que “empresas b-to-b devem falar sobre questões do negócio que seus compradores estão enfrentando, e o que pode ser feito para resolver essas questões.”

Press Release B2B

A pesquisa da Forrester destaca a necessidade das empresas para canalizar as forças focadas no cliente de PR para fazer maiores avanços em seus esforços de marketing de conteúdo. Um grande exemplo de como combinar as duas forças pode ser visto no Intermedia’s multimedia news release, intitulado “Ex-funcionário a ameaça: 89% manter o acesso a Salesforce, QuickBooks e outros aplicativos corporativos”. Desde o título até o último parágrafo, a mensagem é principalmente focada nas preocupações do público da Intermedia b-to-b enquanto mostra a expertise da marca em segurança da informação.

Alguns dos elementos que os profissionais de marketing de conteúdo deve se atentar:

  • É, sem dúvida, um desafio criar um site da empresa que tanto promove produtos e serviços, mas não parece ser auto-promocional, mas este release multimídia trabalha em torno do desafio de familiarizar os leitores com a identidade visual da Intermedia e incidindo sobre uma única mensagem central.
  • O título deste comunicado se baseia em uma estatística interessante a partir dos resultados da pesquisa da Intermedia para atrair o interesse do leitor e otimizá-lo para o compartilhamento social.
  • O call-to-action perto do topo do press release por meio de um link rastreável dirige os leitores para o site da empresa e fornece dados que podem ajudar a medir as taxas de sucesso de marketing de conteúdo.
  • O conteúdo para download oferece inclusive um vídeo, um infográfico, uma lista de verificação e relatório web achados importantes da pesquisa em diferentes formatos que são compartilháveis ​​e atende as diferentes preferências do público ao consumir informação.
  • As versões para EUA e Reino Unido de cada tipo de conteúdo direciona a mensagem para o público regional.

Lembre-se, não é só a mídia que lê comunicados de imprensa; compradores b-to-b estão pesquisando os conjuntos de soluções que atendam as suas necessidades muito antes de entrar em contato com um representante de vendas. Intermedia apresenta um caso de como escrever um press release que atenda especificamente aos compradores, o que se torna ainda mais visível pelo público em busca desta informação por meio do poder de distribuição multi-canal.

Se você estiver interessado em aprender mais sobre como incorporar PR em sua estratégia de marketing de conteúdo, veja o nosso webinar on-demand: Como Conduzir e Gerar Demanda com Táticas de PR.

Este texto foi traduzido do post escrito por  Shannon Ramlochan no Blog Beyond PR, no dia 15 de agosto de 2014.

Shannon Ramlochan é Coordenadora de Marketing de Conteúdo da PR Newswire

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

O Melhor Horário para seu Post nas Redes Sociais

Você sabia que as pessoas usam menos o Facebook durante seu horário de trabalho?  Que o engajamento dos usuários do Twitter aumenta 30% aos finais de semana? Ou que as pessoas usam o LinkedIn pouco antes e pouco depois de seu expediente?

Essas perguntas na verdade são algumas respostas apontadas por uma pesquisa nas mídias sociais. Além dessa análise mais ampla, o estudo revela o melhor horário para você postar nas principais redes sociais.

Best_Times_to_Post_on_Social_Media

Se você mantém páginas pessoais ou é administrador de uma conta corporativa, não deixe de consultar os horários que aparecerão logo abaixo. Eles serão grandes aliados e devem ter seu espaço garantido na sua estratégia de marketing de conteúdo.

A Fannit, agência de marketing digital localizada em Washington, publicou um post em seu blog que com os melhores horários para você postar na rede. Intitulado Best Times to Post on Social Media e apresentado no formato de infográfico, o estudo compila dados dos melhores momentos para você fazer suas publicações no Facebook, Twitter, Google Plus, LinkedIn e Pinterest.

Confira abaixo os Melhores e Piores horários para Postar nas Redes Sociais:

Facebook

  • Melhor horário para posts: Dias de semana: Das 06:00 às 08:00 da manhã e das 14:00 às 17:00 da tarde.
  • Pior horário para posts: Sábado e domingo. Das 10:00 da noite às 04:00 da manhã.

Twitter

  • Melhor horário para posts: Sábado e domingo.  Da 13:00 às 15:00.
  • Pior horário para posts: Das 08:00 da noite às 08:00 da manhã.

Google+

  • Melhor horário para posts: Das 09:00 às 11:00 da manhã.
  • Pior horário para posts: Das 06:00pm às 07:00 da manhã.

LinkedIn

  • Melhor horário para posts: Das 07:00 às 08:30 da manhã e das 17:00 às 18:00.
  • Pior horário para posts: Segunda e Sexta. Das 09:00 da manhã às 17:00.

Pinterest

  • Melhor horário para posts: Sábado. Das 02:00 às 04:00 da manhã e das 20:00 às 23:00.
  • Pior horário para posts: Da 01:00 às 07:00 da manhã  e das 17:00 às 19:00.

Blogs

  • Melhor horário para posts: Segunda, Sexta e Sábado às 11:00 da manhã.
  • Pior horário para posts: Das 23:00 às 08:00da manhã.

Existe uma serie de ferramentas para programar seus posts. Uma delas, a mais popular, é o Hootsuite. Com uma interface simples, integra Twitter, Facebook e LinkedIn.

Lembre-se que esse estudo é baseado em números gerais dentro de cada rede que foi estudada. Para conseguir melhores resultados, monitore os hábitos de uso de seu público e entenda qual o melhor horário para interagir com ele. Essa informação pode ser decisiva para o sucesso do seu um post.

Dica do Facebook: Conquiste Engajamento na sua Fan Page e Perfil.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Marketing de Conteúdo: 10 Motivos para sua Empresa criar um Blog

O Marketing de Conteúdo é a grande aposta para muitas empresas. Essa tendência vem sendo adotada dentro da estratégia para divulgação de produtos e construção de marcas.

A iinterativa, unidade digital da Infobase que oferece serviços de consultoria para mídias digitais, desenvolveu um infográfico muito interessante. Entre outras informações, a análise aponta a importância de um Blog na estratégia de Marketing de Conteúdo das empresas.

Content Marketing_Blog_B2B_

Segundo o Infográfico:

  1. Publicações:
    6.7 milhões de pessoas publicam em blogs, esse número corresponde a mais que a metade das pessoas que escrevem usando suas redes sociais. Um ponto fundamental é que publicações em blogs requerem mais engajamento e dedicação do usuário.
  2.  Público:
    O público que interage com blogs está na faixa etária dos 25 aos 49 anos. Dentro desse público sua empresa pode identificar vários clusters de acordo com seus objetivos de comunicação. Segmenta-lo sempre será uma boa opção.
  3.  Confiança:
    No mercado americano, 81% dos consumidores online, confiam nas informações e conselhos de blogs. Como já abordado em outro post da PR Newswire, os blogs tem mais credibilidade do que os sites corporativos.
  4. Backlink:
    Uma empresa com blog tem 97% mais links externos fazendo ligações de entrada. Em outras palavras, uma empresa que administra um blog tem muito mais chances de ter seus links espalhados pela internet do que um site corporativo.
  5.  Clientes:
    92% das empresas que produzem conteúdo aumentam o número de clientes adquiridos por dia a partir de seus blogs. Ou seja, se sua empresa mantém um blog, suas chances em aumentar seu número de clientes é muito maior.
  6. Tráfego:
    Após postar entre 21 e 54 posts em seu blog, a geração de tráfego para seu conteúdo aumentará em até 30%. Aproveite seus posts para construir a imagem da sua empresa no ambiente online e ser referencia em seu segmento.
  7.  Páginas Indexadas:
    Em média, as empresas que possuem blogs recebem 434% mais páginas indexadas. Ou seja, as empresas que investem em blogs têm muito mais chances de aparecerem em buscadores, como por exemplo, o Google.
  8. Frequência de Posts:
    As empresas que postam mais de 20 vezes por mês (quase um post por dia) obtém cinco vezes mais tráfego do que aquelas que postam menos de quatro vezes por mês (um post por semana).
  9. Leads:
    Entre as empresas B2B que usam blogs, 67% geram mais oportunidades de negócios do que as aquelas que não o fazem.
  10. Influência Digital:
    Atualmente, blogs representam o terceiro recurso digital mais influente (31%) na hora de fazer compras, atrás, apenas de sites de varejo (56%) e de sites de marca (34%). Como já dito, os blogs possuem grande credibilidade com o público.

    Veja o infográfico completo da iinterativa sobre 45 Dados Sobre Marketing de Conteúdo. E confira o porquê os blogs são uma ótima ferramenta para a sua estratégia de content marketing e como utiliza-lo para alcançar seus objetivos de comunicação.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire