Press Release – Como Escrever Títulos Curtos e Atraentes

Press Release – Como Escrever Títulos Curtos e Atraentes

Escrever um título de press release que seja conciso e informativo não é fácil. Pode ser tentador descrever toda a sua mensagem nesse espaço, mas títulos muito longos podem sobrecarregar os leitores e comprometer o interesse do público.

Se o seu título não prender a atenção do seu público, seu press release não será lido.

Títulos curtos são melhores por algumas razões: Mais fáceis de entender quando aparecem no feed de notícias e pré-formatados para dispositivos móveis.

Além disso, quanto mais curto o título, melhor as chances de seu press release ser compartilhado e lido por inteiro pelo público. Nosso SlideShare How to Write Press Releases aponta duas regras básicas para o tamanho de títulos:

  • Mantenha-o até 110 caracteres para que seja facilmente compartilhado.
  • Inclua as informações mais importantes nos primeiros 65 caracteres (incluindo espaços), é o tamanho aproximado para a indexação/exibição no Google.

Isto pode parecer simples, mas o título pode dobrar de comprimento ao tentar acompanhar diretrizes de marca. Como incluir nomes de empresas, produtos e outras informações.

A próxima vez que você escrever um comunicado à imprensa, considere estas cinco dicas e exemplos para manter o seu título curto e atraente.

1. Utilize subtítulos. 

Títulos longos e complicados são difíceis de entender, e sua mensagem pode se perder entre os leitores se tiver muitos detalhes. Concentre-se em ser sucinto e utilizar subtítulos para fornecer mais informações e contexto.

Título Antes: XYZ Corporation, uma empresa de tecnologia, parceira da marca ABC, líder em produtos eletrônicos, se unem na ConsumerTech 2016 para lançar fones de ouvido wifi

Título Depois: XYZ Corp e a Marca ABC lançam Fones de Ouvido Wifi

Novo Subtítulo: Visite o estande #720 da XYZ na ConsumerTech 2016

O leitor ainda vê os pontos principais da história com menos palavras e em linguagem concisa.

The Buyer 2.0 Content Strategy Checklist

2. Evite palavras que não sejam essenciais.

Releia e corte todas as palavras que puder em seu título, como adjetivos, artigos ou até mesmo partes inteiras. Substitua conjunções por pontuação, dessa forma seu público ainda pode ver o título e entender seu significado.

Título Antes: Empresa XYZ compartilha os melhores destino de viagem para família no verão e dicas para viajar com crianças

Título Depois: Os melhores destinos de verão para famílias

Novo Subtítulo: XYZ compartilha dicas para viajar com crianças

Eliminar aquilo que é desnecessário reduz a desordem. Se o texto estivesse em inglês, por exemplo, a palavra “children” poderia ser substituída por “kids”.

3. Diminua o tamanho das palavras.

Substitua palavras por abreviações conhecidas (Corp. para Corporation), siglas (etc para etcetera, IPO para Oferta Pública Inicial), números (trezentos por 300) e símbolos ($,%, etc.), podem economizar caracteres preciosos e ainda transmitir com clareza a mensagem.

Título Antes: Os dez melhores lugares para comer por menos de dez dólares em Los Angeles de acordo com a Empresa XYZ

Título Depois: XYZ Corp: 10 melhores restaurantes por menos de US$ 10 em LA

Tenha em mente que muitas siglas e abreviações no mesmo título podem causar confusão. Use-as onde for mais apropriado e veja se elas serão compreendidas facilmente.

4. Minimize o exagero.

Os motores de busca favorecem o “human-friendly content” que usa a linguagem natural com o mínimo de jargões. Evite colocar muitas palavras-chave em seu título ou expressões e termos de mercado. Não seja muito vago para as pessoas fora do seu público-alvo.

Título Antes: Social Media é mamão com açúcar para proprietários de PMEs que usam a Plataforma de Marketing da XYZ

Título Depois: Pequenas empresas: XYZ oferece ferramentas para Mídia Social

5. Faça testes. Use o que funciona.

Tente variar as informações em qualidade e quantidade em seus títulos de press release. Por exemplo, se você está escrevendo para um público segmentado, use termos e linguagem desse mercado para tentar gerar engajamento. Analise seus relatórios de distribuição e veja quais títulos geraram mais interesse do seu público. Em seguida, ajuste os próximos de acordo com os seus objetivos.

Conte cada letra para diminuir o tamanho do seu título. Se você quer conectar leitores à história do seu press release, é preciso dar uma boa razão para eles clicarem.

Baixe o The Buyer 2.0 Content Strategy Checklist para mais dicas que o ajudarão a escrever e distribuir conteúdo que conecta seu público.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Erica Crist no dia 14 de julho de 2016. Erica é Senior Customer Content Specialist na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios

5 Dicas para Criar um Press Release e Ganhar a Mídia

Não existe falta de informação na era digital. Não se compara a facilidade que temos hoje para encontrar conteúdo relevante com anos atrás. Mas as informações que encontramos são confiáveis?

5 Dicas para Criar um Press Release e Ganhar a Mídia

“Publicidade gera awareness… Mídia Espontânea qualifica a compra”

Publicitários e profissionais de marketing, não fiquem bravos: Apesar de vários estudos comprovarem que o consumidor confia mais em informações recebidas por outras pessoas do que a propaganda e a autopromoção das empresas, os profissionais de comunicação ainda são muito importantes para movimentar o mercado e incentivar o consumo na sociedade.

Nesse contexto, a mídia é importantíssima para gerar demanda para empresas. Uma empresa de tecnologia pode anunciar um novo modelo de smartphone em múltiplos formatos publicitários. Isso com certeza irá despertar gerar awareness para a marca, e quem sabe, a intenção de compra no público. Se isso acontecer o que o consumidor irá fazer?

Como uma segunda etapa no processo de compra, o público procurará mais informações sobre o novo modelo. Com uma simples “Googada” o consumidor pode encontrar uma série de reviews sobre o produto em sites de tecnologia que podem (ou não) qualificar a compra.

Esse exemplo retrata como a mídia espontânea tem uma um papel fundamental no processo de compra. Se você, profissional de comunicação, quer saber mais como inserir a sua marca entre sites, jornais e revistas especializadas, baixe o whitepaper da PR Newswire: 5 dicas para criar um press release e ganhar a mídia.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

 

Menor e voltada para o mercado digital, Kodak está de volta.

Sinônimo de filmes, revelações e máquinas fotográficas por muitos anos, a Kodak, pediu falência em janeiro 2012 e na semana passada anunciou sua volta ao mercado, desta vez no segmento de impressões.

A empresa passa por um processo de reestruturação e o foco agora é o mercado de impressões, como comentou Antonio Perez: “Ressurgimos como uma empresa de tecnologia oferecendo soluções de imagem para negócios ligados a embalagens, impressão funcional, comunicação gráfica e serviços profissionais.” Afirmou em nota.

Kodak Now_Digital Printer Solutions

A Kodak foi fundada em 1880, pelo norte americano George Eastman e decretou falência em  2012, com dividas da ordem de US$ 6,75 bilhões. Sinônimo de máquinas fotográficas analógicas domésticas por muitos anos, a empresa se manteve na liderança deste mercado, até que a fotografia digital começou a se expandir e contribuiu para perda de participação da Kodak no segmento.

Alta tecnologia e mercado para ascensão da nova Kodak companhia serão fundamentais para o crescimento saudável da companhia e segundo o presidente da empresa, neste novo são ingredientes que não vão faltar. No Brasil a empresa, continua com alguns quiosques de revelação, produtos e serviços de fotografias digitais voltadas ao consumidor final, não se sabe até quando.

Confira a apresentação da Kodak e as suas novas soluções para o mercado corporativo.

Por Richele Manoel, Coordenadora de Distribuição Online
PR Newswire