3 Dicas para Criar Conteúdo e Construir sua Marca On-line

3 Dicas para Criar Conteúdo e Construir sua Marca On-line

Se você é um micro ou médio empresário provavelmente sua presença on-line não é tão grande e não faz jus ao esforço diário que você faz para manter o seu negócio funcionando. Em muitos casos, damos mais atenção e somos mais ativos em nossos perfis pessoais no Facebook do que na Fanpage da nossa empresa. E isso é um erro.

A internet é o local mais propenso para o público se aproximar da sua empresa e estabelecer uma relação de confiança. Será que sua marca on-line está contribuindo ou prejudicando seus negócios? Não importa qual seja a resposta, confira a seleção das três dicas que certamente te ajudarão a criar conteúdo e construir sua marca on-line:

1_ FITClipping – Monitoramento On-line

FITClipping – Monitoramento On-line

Você não pode se dar ao luxo de perder as notícias que estão sendo publicadas sobre a sua empresa. Seja sempre o primeiro a saber o que estão falando sobre você.

O FITClipping é a ferramenta de monitoramento de mídia online voltada para as pequenas e médias empresas. Ele permite que você acompanhe as notícias que estão sendo publicadas na internet relevantes para seu negócio.

A captura de notícias é feita através de palavras-chave que são publicadas em portais de notícias, websites e blogs. Geralmente, essas keywords são relacionadas própria empresa, produtos, concorrentes e novidades do mercado. Após a captura, é gerado um relatório com as notícias capturadas. Todas as notícias são classificadas e recebem um link para o conteúdo capturado.

Esse formato de entrega garante agilidade para identificação de notícias relevantes, e rapidez no acesso às notícias. Acesse a página do FITClipping e veja mais informações.

2_Conteúdo Autêntico e Relevante

Conteúdo Autêntico e Relevante

Como os seus produtos ou serviços podem ajudar o público? Isso é o que ele espera de você. Diga “como” aquilo que você tem a oferecer pode ser útil.

Use o FITClipping para identificar tendências e notícias que se relacionem aos seus produtos. Essa é uma ótima ferramenta para obter insights para criação de conteúdo! Após a identificar, crie conteúdo relevante e escolha o formato para publicação. O que é melhor para você? Posts de blog? Infográficos? Vídeos?

3_Atualizações: LinkedIn, Twitter e Facebook

Atualizações: LinkedIn, Twitter e Facebook

Essas redes sociais são poderosas quando se trata de aumentar suas oportunidades e ganhar tráfego orgânico para seu conteúdo em mídias próprias.

Dedique algum tempo para atualizar essas redes sociais, com publicações e links que direcionem para seu site, e-commerce ou blog institucional. Responda as perguntas do seu público e acompanhe seus potenciais clientes.

Ao identificar pessoas que realmente gostam do seu conteúdo e são engajadas com a sua marca, deixando comentários ou compartilhando seu conteúdo entre seus amigos, mantenha uma conversa com elas. Garanto que você não levará mais que cinco minutos do seu dia nessa atividade e aposto que conseguirá melhores resultados para seu negócio.

Monitoring-Your-Brand-Across-the-Web

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios

4 Dicas – Como Criar Conteúdo Interessante para Jornalistas

Como Criar Conteúdo Interessante para Jornalistas

Se você escolher uma boa plataforma para enviar seu conteúdo para os jornalistas, terá a garantia de que o a sua mensagem chegará até eles.  Mas, esse é apenas o início do processo para gerar mídia espontânea.

Você, provavelmente já ouviu a expressão “conteúdo é rei”. Se após enviar sua mensagem para os jornalistas, você não obtém a cobertura esperada, é porque você não está fornecendo o que eles querem.

Segundo pesquisa da PR Newswire, 34% dos jornalistas brasileiros recebe entre 21 e 50 press releases por dia. Mas o que realmente eles querem receber? Jornalistas estão à procura de novos ângulos, histórias diferentes e novidades. Assim como você pretende envolver os jornalistas, eles também querem que seu trabalho envolva e informe seus leitores, e não apenas repetir um tema já saturado e abordado por tantos outros jornalistas.

Forneça conteúdo que os jornalistas estão procurando. Seja relevante e diferente com e dê aos jornalistas o que procuram com essas quatro dicas:

TEMAS

Encontre temas menos conhecidos.

Usar uma ferramenta de monitoramento de mídias sociais é muito útil e ajuda a alinhar o seu conteúdo com as tendências do momento. Mas, se seu objetivo é gerar mídia espontânea, fuja dos trend topics.

Use o monitoramento para identificar, temas e eventos e ver o que está virando notícia e ganhando a cobertura da mídia. Encontrar tópicos que precisam de mais atenção. Depois de encontrado, determine como você abordará os jornalistas e entregará sua sugestão de pauta.

Não deixe de produzir conteúdo multimídia para acompanhar o tema que abordado. Isso contribui para que os jornalistas escolham a sua história e conquistam a atenção de outros públicos.

FORMATO

Pense como o conteúdo será visualizado.

Cada dia mais os smartphones estão mudando a forma como o público visualiza e consome conteúdo. As telas estão menores, e seu conteúdo deve acompanhar essa tendência tecnológica. Até mesmo o Google favorece conteúdo responsivo e diversificado – seja ele texto, foto ou vídeo – à medida que os dispositivos móveis ganham mais e mais espaço.

10% dos jornalistas apontaram a falta de conteúdo multimídia, como o principal fator que dificulta a utilização do press release.

Facilite a vida dos jornalistas, crie conteúdo multimídia compatível com dispositivos móveis. Ao enviar o seu conteúdo visual – como infográficos, fotos e vídeos – sempre inclua descrições. Isso torna sua história maior.

DADOS

Dados estatísticos fortalecem seu conteúdo.

Se você tiver tempo, invista na coletada e apresentação de dados estatísticos. Seu conteúdo fica mais sólido e transmite mais credibilidade para que os jornalistas o escolham.

Faça um estudo comparativo entre dados do presente e do passado, isso desperta o interesse e aponta tendências. Os jornalistas ficarão curiosos para saber o que fez determinado aumentar tanto nesse ano em relação ao ano passado.

Dados são fonte para identificar tendências e servem, na maioria dos casos, para gerar insights sobre o tema abordado.

PÚBLICO

O que no seu conteúdo é importante para o público?

Relacione o seu conteúdo com o público do jornalista. Coloque soluções para os problemas enfrentados pelas pessoas, o jornalista será o intermediário entre você e os leitores dele se o conteúdo realmente tiver informações relevantes (volte para a primeira dica!).

Para isso, identifique quais são os problemas enfrentados pelo público e quais soluções você pode proporcionar para soluciona-las.

Para gerar ainda mais credibilidade ao conteúdo, não deixe de incluir citações. Jornalistas geralmente usam as “aspas” ao produzirem uma notícia pelo mesmo motivo que você, lembre-se disso.

Para saber um pouco mais sobre o que faz com que um jornalista escolha seu conteúdo, baixe (GRÁTIS!) o resultado da pesquisa Cenário da Comunicação Corporativa, enviada para aproximadamente 40 mil jornalistas de diferentes editorias, através do maior mailing segmentado da América Latina.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

(1-10) Ferramentas do Twitter para Assessorias de Imprensa

Primeio post, de uma série de 6 publicações: Conheça 10 ferramentas do Twitter que ajudam o trabalho de assessores de imprensa e profissionais de marketing e comunicação.

(1-10) Ferramentas do Twitter para Assessorias de Imprensa

Com quase uma década de seu lançamento, o Twitter se estabeleceu como uma das maiores redes sociais do mundo e uma excelente alternativa para profissionais de comunicação. Com mais de 288 milhões de usuários ativos e uma média de 500 milhões de tweets por dia, o microblog é uma excelente rede de relacionamento com especialistas.

Se você é um profissional de comunicação ou trabalha em uma assessoria de imprensa, provavelmente já conhece algumas ferramentas que facilitam o seu dia a dia no Twitter.

Existem inúmeras alternativas para mensurar seus resultados no microblog, encontrar ou criar conteúdo, interagir com o público ou aumentar sua presença online na rede social. Confira as 10 ferramentas para assessores de imprensa que separamos para você.

 Twitter para Assessorias de Imprensa

Bit.ly1. Bit.ly

O Bit.ly é um encurtador de links, essencial para deixar os links menor. Por que usar um encurtador? Como se sabe, o Twitter permite apenas 140 caracteres por tweet, ao encurtar o link você garante mais caracteres para sua mensagem. O Bit.ly muito simples, e também permite que você rastreie os cliques que seu link recebeu, com isso você poderá conhecer mais sobre seu público.

 

 

 Tweetdeck2. Tweetdeck

O TweetDeck é uma ferramenta para criar múltiplos streams em seu feed de acordo com sua necessidade. Você pode criar um fluxo baseados em uma palavras-chave, por exemplo. Por que usar um gerenciador de contas? Com o Tweetdeck você pode visualizar facilmente tweet, retweets, acompanhar as palavras-chave relacionadas e gerenciar várias contas ao mesmo tempo.

 

 

Hootsuite3. Hootsuite

Muito parecido com o Tweetdeck, o Hootsuite permite gerenciar várias contas de diferentes redes sociais como Facebook, Google+ e LinkedIn. Por que usar? Se a sua empresa ou se seus clientes estão distribuídos em várias plataformas, o Hootsuite certamente facilitará seu trabalho.

 

 

 

Klout4. Klout

Klout é uma ferramenta que calcula a sua influência nas redes sociais com uma pontuação de 1-100. Como tirar proveito da influência social? Acompanhar o seu score, geral ou por publicação, serve para gerar insights sobre quais posts estão tendo mais resultados e se sobressaindo aos outros. Você pode vincular contas do Instagram, Facebook, LinkedIn e Google+. Além disso o Klout também fornece sugestões de usuários para seguir e conteúdo para você compartilhar.

 

 

 

Topsy

5. Topsy

Ótimo ferramenta para encontrar conteúdo interessante e relevante. Por que usar um gerenciador conteúdo? Não importa qual é o mercado do seu cliente, do agronegócio a tecnologia. Entre alguns dados fornecidos pelo Topsy estão o número de tweets por palavras chave em um tempo determinado por você. Além de apontar tendências e listar os tweets mais populares.

 

 

 

Paper.li

6. Paper.li

O Paper.li é um site que produz um resumo diário, em formato de revista/jornal sobre um determinado tema escolhido por você. Por que ter um resumo diário? Para monitorar e controlar os tweets relacionados sobre os temas de sua preferência.

 

 

 

Buffer

7. Buffer

O Buffer é uma plataforma que para agendar publicações. Embora essa funcionalidade também esteja disponível em outras ferramentas o Buffer tem seus diferenciais. Por que agendar tweets e posts? Se você pretende trabalhar com uma ferramenta simples para programar ou agendar os posts de seus clientes, conheça o Buffer. Além de agendar tweets, o Buffer também possibilita agendar posts em outras redes sociais.

 

 

Storify

8. Storify

O Storify permite que que você consulte um tema, usuário ou hashtag. Por consultar tweets? Muitas coisas acontecem diariamente no Twitter. Desde histórias engraçadas até aquela hashtag que você não sabe o que significa. Para conhecer o assunto por inteiro, você precisa de uma coleção de tweets.

 

 

Twitter for Mobile

9. Twitter for Mobile

O aplicativo do próprio Twitter para smartphones. Por baixar o app? Ele tem inúmeras características diferentes da versão para desktop. Permite gerenciar várias contas com o diferencial da mobilidade. Além de permitir que você faça check-ins com a suas contas.

 

 

 

TweetChat

10. TweetChat

O Tweetchat é como um buscador por hashtags que classifica por ordem cronologia os tweets sobre o tema escolhido. Por buscar uma hashtag? Para ficar atualizado sobre as tags do momento ou sobre os assuntos relevantes aos seus clientes. A ferramenta também possibilita visualizar as hashtags mais usadas por suas contas.

 

 

 

Você trabalha em uma assessoria de imprensa ou usa alguma ferramenta do Twitter que pode ser útil para outros profissionais de comunicação e marketing? Deixe a sua dica nos comentários. Na próxima semana publicaremos mais 10 ferramentas do Twitter úteis para assessores de imprensa.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Infográfico – 4 Dicas de Como Criar Conteúdo para Marcas

Hoje o que não faltam são opções na hora de compartilhar conteúdo. Existem inúmeras formas de se fazer isso em canais sociais espalhados pela internet. Para isso basta avaliar qual público você quer atingir e qual formato é mais atraente para ele.

Infográfico - 4 Dicas de Como Criar Conteúdo para Marcas

Criar conteúdo original e atraente continua sendo o grande problema para profissionais de Marketing e Relações Públicas.

O que seria melhor?

Deixar que os profissionais de marketing e Relações Públicas criarem o conteúdo por conta própria? Apenas fazer a curadoria do conteúdo? Compra-lo? Ou a combinação de todos esses fatores?

Se você enfrenta esse problema no seu dia a dia, aqui vai uma mãozinha:

Segundo o Council of Public Relations Firms – Conselho das Empresas de Relações Públicas – existem quatro caminhos que sua empresa pode adotar para a criar conteúdo. Cada opção traz seus prós e contras para facilitar a sua escolha com exemplos de grande marcas.

Infográfico –  Council of Public Relations Firms

 

Content Frenzy: Your Door to Content Choices

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

3 Dicas para Dominar o Marketing de Conteúdo

O maior desafio hoje para os profissionais de marketing é que há mais conteúdo competindo pela atenção do público do que nunca. Se o seu vídeo – que você passou semanas desenvolvendo o storyboard e a produção – não for atraente o suficiente, pode ser ofuscado pela foto de gatinhos que seu amigo só twittou.

3 Dicas para Dominar o Marketing de Conteúdo

Seu Marketing de Conteúdo não pode ser apenas adequado. Deve ser notável.

Durante a recente Content Marketing Institute Master Class, Robert Rose – Diretor de Estratégia na CMI – compartilhou muitas dicas “do que fazer” para dominar o marketing de conteúdo. Aqui estão três delas:

Não tente ser o melhor para muitos.

Seu conteúdo deve responder uma pergunta: “O há nele para mim?”. Seu público é capaz de escolher entre inúmeras opções de conteúdo. É o seu trabalho entregar uma experiência que fala especificamente com ele.

Defina quem são seus públicos e categorize-os em diferentes personas. Concentre-se em algumas dessas personas para criar conteúdo que fala a cada uma delas. Conteúdo que responde especificamente às necessidades e interesses de seu cliente-alvo será mais poderoso do que tentar escrever um conteúdo genérico para um público muito amplo e indefinido.

Às vezes, isso significa reduzir a quantidade de conteúdo que você cria e focar na qualidade. Não defina métricas arbitrárias para a quantidade de conteúdo que você precisa para produzir. Desenvolva uma história em primeiro lugar, e sua forma se encaixará.

3 Dicas para Dominar o Marketing de Conteúdo

Trate o conteúdo como uma experiência.

Quase todo produto de uma empresa é fácil de ser copiado, comercializá-lo apenas descrevendo seu preço não é mais suficiente.

Em vez disso, marketing deve criar valor. Os clientes de hoje não são leais ao seu produto ou serviço, mas sim a experiência que você constrói em torno dele.

Crie uma experiência para o cliente que faça com que eles precisem interagir com você.

Pegue o The LEGO Movie como um exemplo, apontado por Rose e muitos outros profissionais como um case de marketing de conteúdo no seu melhor estado. O filme conta uma história sobre o poder da imaginação – e é uma muito legal para isso. Ele também apresenta produtos LEGO.

Depois que o filme saiu, as vendas subiram.  Porque inspirou os consumidores a comprar uma experiência. Você deve se esforçar para ser tão inspirador.

Inspire antecipação em todo o processo de compra.

Conteúdo altamente emocional e focado na experiência não só vai atrair seu público, ele também poderá torná-los ansiosos para mais. Tem o objetivo de mudar uma crença ou criar uma conexão emocional que é fiel à sua marca. Vídeos sinceros ou hilariantes – até mesmo a indignação perante uma injustiça – são excelentes motivadores. Faça o seu público acreditar em sua marca e em sua história, conectando-os em um outro nível.

Conteúdo forte precisa ser tecido ao longo de todo o processo de compra, sempre construindo a antecipação para o que vem a seguir. Ele também serve como uma ferramenta de capacitação de vendas – ajudando sua equipe de vendas a conseguir clientes entusiasmados para falar com ela.

Tornar o seu marketing de conteúdo não acontece durante a noite. Exige muito planejamento e pesquisa.

Para entregar conteúdo que irá atrair e reter clientes hoje, as marcas precisam reexaminar a sua forma de criação de conteúdo. Saiba como melhorar a sua estratégia de marketing de conteúdo em cinco etapas baixando nosso whitepaper: The Buyer 2.0 Content Strategy Checklist.

Este texto foi traduzido do post escrito por Annemaria Nicholson no Blog Beyond PR, no dia 09 de junho de 2015.

Annemaria Nicholson é um Gerente de Soluções de Marketing da PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

A Arte de Criar Conteúdo – Mensagem de Impacto e que Motiva

Pessoas que assistem muitos vídeos on-line estão mais propensas a gastar mais em presentes de Natal este ano. E mais de um quarto desses grandes compradores está planejando comprar todos os seus presentes on-line. Com certeza isso é apenas um ponto importante da notícia. Mas há mais do que isso.

57% das pessoas que assistem muitos vídeos estão mais propensos a gastar com presentes no Natal

Clique na imagem para ver o Infográfico

A empresa Videology, que está emitindo os resultados da pesquisa, está fazendo um ótimo trabalho de promoção de seu próprio conteúdo, exibindo os elementos em uma Newsy ¹ , escrevendo um bom press release, com um infográfico e distribuindo um pacote completo para a mídia. Heavy Video Viewers 57% More Likely to Spend on Holiday Gifts.

No entanto, a forma como a equipe de Relações Públicas embalou essa história ajudará a direcionar os resultando de qualquer cobertura jornalística, vantajosamente, para a marca.

Na mensagem, a empresa também fala diretamente para o seu público-alvo. Várias vezes direcionando as descobertas da pesquisa como sendo uma oportunidade para anúncios em vídeo – mercado em que a empresa atua.

Mas essas informações são habilidosamente trabalhadas neste comunicado e não se parece publieditorial. São incorporadas em uma citação oferecidas como interpretação dos dados. Neste exemplo, a opinião de especialistas no press release serve como uma proposta de valor da empresa de forma verdadeira.

Essa é uma abordagem inteligente que faz um bom trabalho de misturar uma notícia realmente interessante (que eu tenho certeza vai reunir boa cobertura de mídia para Videology) com mensagens direcionadas para o público destinado, a fim de motivar os potenciais compradores.

Este é um grande exemplo da união entre Relações Públicas e Marketing de Conteúdo. Sabemos que a mídia espontânea pode ter uma influência significativa e poderosa sobre os potenciais compradores, que estão pesquisando e tomando decisões.

Content Marketing World 2014A equipe de Relações Públicas que alinha suas mensagens de marcas com compradores (como se vê nesse exemplo) pode fazer muito mais do que simplesmente estimular a cobertura da mídia. Eles podem influenciar a geração de demanda, atrair leads qualificados e têm um impacto significativo sobre a receita da organização.

#contentdrives #cmworldVocê está indo para o Content Marketing World nessa semana? Me encontre no estande da PR Newswire (# 11) e me dê um oi! Temos muitos planos para o evento, e vamos falar com mais detalhes sobre a construção de uma estratégia de marketing de conteúdo sustentável, o que inclui a construção de um um programa de comunicação verdadeiramente integrada.

Você tem uma estratégia de conteúdo sustentável? Um grande painel vai abordar a construção de uma estratégia de conteúdo sustentável no Content Marketing World nessa semana, em uma discussão intitulada: “Don’t Run Out of Gas! How to Fuel a Sustainable Content Marketing Strategy”, programado para terça-feira, 9 de setembro das 11h00 às 11h45 (hora local).

Entre os palestrantes de destaque estão o VP Sênior da PR Newswire de Marketing, Ken Wincko, a Gerente Editora da TechPageOne.com, Nicole Smith, e Rebecca Lieb, Analista Industrial da Altimeter Group. O debate será moderado por Michael Pranikoff, diretor de novas mídias da PR Newswire, que irá se concentrar no desenvolvimento e execução de uma estratégia contínua de conteúdo, incluindo:

#1. CALENDÁRIO E DISTRIBUIÇÃO DE CONTEÚDO. O que fazer depois de criar um calendário de conteúdo e traçar os melhores canais para distribuir a sua mensagens.

#2. ENGAJAMENTO. Como desenvolver uma perspectiva do cliente que impulsiona o engajamento da comunidade.

#3. PROMOVER CONTEÚDO. Maneiras de acelerar a promoção de conteúdo.

Os participantes da Conferência podem interagir nas mídias sociais, completando a sentença “Content drives” usando as hashtags #contentdrives #cmworld.

Os participantes do Content Marketing World podem visitar o estande # 11 no evento para saber mais. Você também pode seguir este link para conhecer mais sobre como acelerar sua estratégia de conteúdo: http://prn.to/ContentMarketingWorld2014 .

¹ Newsy: Compilado de notícias de várias fontes que destaca as perspectivas de vários meios de comunicação em um  formato conciso e fácil de ser absorvido pelo público.

Este texto foi traduzido do post escrito por Sarah Skerik no Blog Beyond PR, no dia 05 de setembro de 2014.

Sarah Skerik é Vice-Presidente de Comunicação Estratégica da PR Newswire, e autora dos e-books Driving Content Discovery e  New School Press Release Tactics.  Twitter: @sarahskerik.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Entrevistas – Dica para sua Estratégia de Conteúdo

Criar conteúdo não é uma tarefa fácil, porém existem alguns atalhos que podem facilitar o seu caminho e contribuir para que conquiste melhores resultados em content marketing.

Interview for Content Marketing

Não importa o formato adotado para sua mensagem. Seja ela um texto que será postado em seu blog, uma imagem para compartilhar em suas redes sociais, um infográfico que será publicado em seu site ou um vídeo que publicado no Youtube. Conte com a experiência de profissionais e especialistas para aumentar a qualidade do seu conteúdo.

Faça entrevistas. Uma entrevista é um ótimo ingrediente para seu conteúdo. Aumenta a consistência da sua mensagem, tornando-a muito mais atrativa para seu público. Comece identificando quem são os formadores de opinião e especialistas sobre o tema que você quer abordar.

O site Business 2 Community abordou o assunto com propriedade e pediu o ponto de vista de jornalistas que indicaram as melhores abordagens e como fazer uma entrevista. Compilamos os melhores e mais importantes pontos, e você poderá conferir abaixo algumas dicas sobre como fazer e como elas podem contribuir com sua estratégia de conteúdo:

  • Autoridade. Entrevistar especialistas e inserir seus diferentes pontos de vista no conteúdo garante mais autoridade para a sua mensagem.  E contribui para que o tema abordado seja visto de vários ângulos.
  • Originalidade. Muitas vezes na criação de conteúdo tentamos olhamos para o todo, deixando de fora pontos menores que podem fazer toda a diferença. Por meio de entrevistas podemos qualificar o conteúdo e tornar nossa mensagem original. Se alguma outra fonte de notícias, como sites e blogs, quiserem usar ou citar algum ponto da sua entrevista, você receberá os créditos. Lembre-se de escolher seus entrevistados com cuidado.
  • Criatividade. As pessoas estão interessadas em novidades, pontos de vista diferentes. Procure novos formadores de opinião. Saia do tradicional e faça perguntas realmente criativas, isso garantirá que sua audiência seja atraída por oferecer conteúdo relevante e interessante.
  • Formato. Texto, imagem, infográfico ou vídeo? Um recurso multimídia também é uma opção. Apresente suas respostas no formato que mais se adeque ao seu público e a mensagem que você deseja transmitir. Caso escolha redigir sua mensagem, certifique-se de destacar os pontos mais interessantes para leitura. Se imagens e infográficos se pretende que sua mensagem seja absorvida de forma rápida, se o seu público não tem muito tempo.
  • Perguntas. Cuidado ao elaborar o seu questionário. Essa é um dos principais pilares para o sucesso da sua entrevista. Não subestime essa atividade. Se entre as pessoas que compõem a sua equipe, tiver um jornalista experiente, não deixe de consulta-lo.  Ele saberá como elaborar as perguntas e como extrair do entrevistado as melhores respostas.

Aplique essas dicas. É uma ótima alternativa na hora de criar conteúdo especializado. Aumenta a consistência das suas mensagens, tornando-as atrativa e originais.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire