Press Release Moderno

O Blog Beyond the Wire criou uma série de posts de Relações Públicas dedicados as pessoas que estão começando sua carreira em Marketing e RP.

Modern Press Release

Se você é um profissional de Marketing e quer criar e usar um press release, pela primeira vez, ou um experiente profissional de Relações Públicas que faz muitos envios, você sempre quer garantir que seu comunicado de imprensa esteja no jogo.

Hoje, os press releases sofreram uma extrema “repaginada” e vão muito além de enviar um texto, que muitos profissionais de Relações Públicas aprenderam a escrever na escola. A era digital e o domínio dos meios de comunicação social reinventaram o press release. Aqui estão os pontos que você deve prestar atenção hoje:

Modelo de Press Release

Cada press release moderno deve ter esses três itens essenciais:

1 – Multimídia

Como criaturas visuais, os seres humanos respondem a imagens e vídeo muito mais rapidamente do que várias linhas de texto. Na verdade, um estudo da CNW – empresa da PR Newswire – descobriu que adicionar imagens e vídeo em um press release pode aumentar sua visualização em 288%.

multimídia

2 – Compartilhamento social

A mídia social tem feito dos releases de hoje mais estratégicos. Não só podem aumentar o alcance e a distribuição de seu comunicado, mas a também permitem ouvir e compreender melhor o seu público. Escute o social, isso pode ajudar a criar mensagens mais específicas e relevantes para o seu público.

Compartilhamento social

3 – Tradução

O público multicultural ou internacional é uma ótima maneira de distribuir sua mensagem para um mercado ainda maior, e isso pode ser feito através da tradução. Coloque algum tempo extra na sua programação para garantir o seu conteúdo terá tempo suficiente para ser processado por uma equipe de tradução.

Ao escrever o seu press release, você precisa ter em mente as seguintes perguntas:

Tradução Press Release

Responder cada uma destas perguntas reduzirá qualquer tempo perdido entre sua equipe e seu provedor de serviço wire, permitindo que você envie seu press release com tempo hábil.

Comunicado a imprensa

Quando falamos da distribuição de comunicado à imprensa, a mensuração muitas vezes fica esquecida. Assim como o press release evoluiu, nossa capacidade de medir os resultados com mais precisão aumentou. Com o acesso as ferramentas de análise e de mensuração on-line, você pode medir e monitorar o desempenho do seu press release para mostrar um verdadeiro reflexo de como as Relações Públicas estão contribuindo com os objetivos.

Claro, uma vez que sua mensagem tenha sido distribuída, o seu trabalho não para por aí. Há uma série de coisas que você pode fazer para garantir que seu envio ganhe mais alcance.

N-CO-2.2.1-Banner

Texto traduzido do post escrito por Amy-Louise Tracey no Blog Beyond the Wire, no dia 10 de março de 2016.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios

As Melhores Dicas de Visual Storytelling de 2015

A contagem regressiva continua! Como o ano está chegando ao fim, estamos compilando as melhores práticas que você precisa saber para 2016. Veja mais dicas na nossa serie “As melhores dicas de 2015”.

As Melhores Dicas de Visual Storytelling de 2015

Elementos visuais “não são bons” de se ter em seu Content Marketing; 2015 foi o ano em que eles se estabeleceram como obrigatórios. Incluir gráficos, fotos, vídeos e outros conteúdos multimídia ajudam a ampliar o impacto global da sua mensagem – aumentam a atenção, exposição e conversas, e fornecem autoridade para seu conteúdo escrito.

Continue lendo alguns dos nossos melhores posts, whitepapers e outros conteúdos sobre Visual Storytelling desse ano.

Como Traçar um Mapa Estratégico para Visual Storytelling

(*post em inglês)

Visual “bonito” só fará seu Marketing ir mais longe. Embora seja importante criar gráficos e vídeos para capturar e prender a atenção do seu público, você deve ter uma estratégia no centro de tudo. Este post desconstrói a campanha fantástica da OpenTable, #SavorTheRoad, e ações simples e rápidas para usar em sua própria estratégia de narrativa visual.

O Segredo do Press Release que se Destaca na Era Digital

Incorporar elementos multimídia simples em seus press releases, podem fazer uma enorme diferença em termos de sua eficácia. O segredo é saber quais deles incluir para atingir cada público. Baixe este whitepaper para obter dicas multimídia, formatação e distribuição que você pode usar para aumentar o impacto de seu comunicado de imprensa.

7 Gráficos que todo Profissional de Marketing pode Criar

(*Conteúdo em inglês)

Apesar dos muitos benefícios de multimídia, algumas marcas ainda estão hesitantes para começar uma estratégia de Visual Storytelling, alegando falta de recursos e de tempo. A realidade, porém, é que elementos gráficos não são tão difíceis de produzir. Aqui estão 7 estilos gráficos que são fáceis de criar – mesmo se você não é um designer. A próxima vez que você precisa de um elemento visual, tente um deles.

14 Ferramentas Incríveis de Design para Blogs

Se o custo é o obstáculo para sua estratégia visual, nós te ajudamos também. Esta lista de ótimas – e grátis – ferramentas de design vão ajudar você a encontrar, criar, editar e otimizar recursos visuais para o seu conteúdo online.

Por que Incorporar ‘Doodles’ em seu Content Marketing

Porque é fácil e barato criar imagens (ver os dois artigos listados acima!). As marcas precisam a descobrir como formatos visuais incomuns podem melhorar sua estratégia. Leia porque “Doodles” – com toda sua força e nada sofisticado- podem fornecer um contraste muito eficaz para suas imagens.

Porque Animações fazem seus Vídeos mais Impressionantes (Case)

Todo mundo quer um vídeo que deixe o público de boca aberta – algo bonito, impressionante e inspirador. Confira este post para descobrir como a animação pode ajudar a sua marca visualmente e demonstrar algo difícil ou impossível documentar.

IBM Lança uma Pesquisa sobre os Millennials com Memes

No início deste ano, a IBM lançou um estudo sobre a verdadeira história sobre os millennials no local de trabalho. Há uma série de razões que fazem desse press release multimídia um dos nossos exemplos favoritos. A maioria das imagens são memes para ilustrar os resultados principais do estudo da IBM. Saber como engajar efetivamente a geração millennial é um diferencial importante para empresas que esperam atrair melhores talentos, e memes são uma ótima maneira de fazer isso.

Melhore seu Visual Storytelling, uma parte da história

(*post em inglês)

Mesmo que a sua marca já use infográficos, fotos e vídeos em seu Marketing de Conteúdo, há sempre espaço para crescer. O gráfico a seguir mostra as diferentes fases da narrativa visual, e esse post oferece um passo-a-passo para levar a sua estratégia além. Confira! E não se esqueça de voltar na próxima semana para a parte quatro da nossa série “Os melhores de 2015”.

Melhore seu Visual Storytelling, uma parte da história

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Amanda Hicken no dia 16 de dezembro de 2015. Amanda é Gerente de Estratégicas de Conteúdo na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

As Melhores Dicas de Press Release de 2015

O fim do ano é o momento para refletir e planejar – e com exatamente um mês para que que 2015 acabe, estamos prontos para olhar para trás e nos preparar para o ano que vem.

As Melhores Dicas de Press Releases de 2015

Para os profissionais de Relações Públicas e Marketing, o press release segue como peça fundamental para as estratégias de comunicação.

Comunicados à imprensa estão em evolução há algum tempo, já que as marcas abraçaram o Storytelling e buscam novas maneiras de envolver seu público. O release de hoje é altamente visual, escrito para um público e tornou-se uma essencial dentro das estratégias de Marketing de Conteúdo.

Esta evolução refletiu em muitos temas, abordados pelos colaboradores do Beyond PR, escritos neste ano. Para ajudar na elaboração do seu plano de comunicação de 2016, aqui estão alguns dos nossos melhores posts, whitepapers e outros conteúdos sobre press releases.

Dicas para Escrever Press Release (No Passado e Hoje)

“Para um press release imediato”. Muitos recursos que eram praticas comuns para comunicados de imprensa tornaram-se ultrapassados com a adaptação a um ambiente digital tão rápido.

Neste post, quebramos algumas práticas ultrapassadas e oferecemos dicas sobre como atualizar seus press releases para o cenário da comunicação de hoje.

O Melhor Horário para Enviar um Press Release Global

Dizem que a Internet fez o mundo menor, à medida que cresce o número de usuários mais e do mundo on-line para consumo de conteúdo e informação. Um comunicado de imprensa pode alcançar os quatro cantos da Terra com facilidade, e os profissionais de RP são abençoados com a oportunidade de cultivar um público global.

Esse post é leitura obrigatória para aqueles que procuram expandir seu alcance a novos países e regiões. Saiba qual o melhor horário para enviar um press release internacional e os principais pontos a considerar para diferentes tipos de conteúdo e diferentes públicos que você gostaria de alcançar.

Press Release Boot Camp: What You Need to Know

[Conteúdo em inglês]

Pronto para enviar um press release? Este whitepaper descreve todo o processo para formatação do seu comunicado e criação de conteúdo envolvente.

Use essa lista de verificação para se certificar de que você aproveitará plenamente cada press release que você escrever e distribuir em 2016.

Atinja Objetivos de RP Mais Rápido com Múltiplos Releases

À medida que mais organizações adotam estratégias para geração de demanda, a necessidade por conteúdo cresce. Comunicados de imprensa são uma peça chave em um plano de comunicação para manter sua organização no top-of-mind entre o público, aumentar a visibilidade na mídia e com outros influenciadores, e se manter envolvido em conversas importantes do mercado.

Este post destaca três cenários que podem se beneficiar ao usar vários comunicados de imprensa – mas a sua marca certamente não se limitará apenas a esses três. A chave do sucesso é procurar novas oportunidades para suas Relações Públicas e campanhas de Marketing para contar a história da sua marca.

Press Release: 5 Dicas de Como Aproveitar o Poder da Citação

Uma boa citação pode ser uma maneira eficaz para oferecer aos leitores uma “espiadinha” em sua empresa e inspirá-los a agir, tornando-as uma ferramenta poderosa para redatores e editores de press release.

Assim como jornalistas extraem declarações importantes de uma entrevista para seus artigos, redatores de comunicados devem fornecer citações de forma sucinta e que capture a grande mensagem do conteúdo.

Saiba como, estrategicamente, aproveitar as citações em press release com estas cinco dicas importantes.

6 Tips for Trade Show Press Releases

[Conteúdo em inglês]

Ao longo do ano, nós trouxemos dicas de Storytelling para diferentes tipos de press release – de lançamentos pessoais até notícias sem fins lucrativos. O nosso mais popular, porém, foi este artigo sobre press release sobre feiras e eventos. Nada surpreendente, já que feiras podem ser verdadeiros fontes para anúncios de interesse jornalístico.

A história de uma marca diz que eventos são fundamentais para ajudar a gerar buzz, dentro e fora dos saguões. Essas dicas podem ser usadas por qualquer profissional que atende ou expõe em uma feira de negócios, assim como marcas que estão procurando maneiras de entrar nas conversas em torno de eventos de interesse jornalístico.

Content We Love: Press Releases as a Trusted Data Source

[Conteúdo em inglês]

Se a mídia espontânea é o seu objetivo, tornar mais fácil a localização e verificação de informações importantes mais rapidamente é crucial para jornalistas e formadores de opinião. Um press release é uma importante ferramenta para apresentar respostas para essas questões fundamentais: Quem, O quê, Quando, Onde e Como de uma história.

Além de uma entrevista com o pesquisador e jornalista Daniel Jameson, este post também destaca um press release da Beyonce que respondeu com sucesso todas essas questões.

Como Fazer – Press Release, Melhores Práticas e SlideShare

A única coisa que todos esses artigos têm em comum é que a qualidade do conteúdo é a chave para ser encontrado e compartilhado. Afinal, você não está apenas competindo contra concorrentes da sua empresa ou de outras marcas em seu setor: Você está competindo contra todo o conteúdo na internet pela atenção do seu público.

Se você quiser fazer mais para impulsionar a descoberta do seu conteúdo, veja as nossas últimas dicas para formatação e escrita de press releases no SlideShare. E na próxima semana veja a segunda parte da nossa série “O melhor de 2015”.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Danielle Capriato no dia 01 de dezembro de 2015. Danielle é Gerente de Comunicações Estratégicas na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Como Fazer – Press Release, Melhores Práticas e SlideShare

O noticiário é cheio de histórias que estão competindo por atenção e cliques dos leitores. Política, clima, placar de jogos, resultados trimestrais, as últimas novidades de entretenimento – sua notícia está competindo contra todo o conteúdo da internet, não apenas com as notícias de seus concorrentes ou do seu mercado.

Como Fazer - Press Releases, Melhores Práticas e SlideShare

Como ter certeza de que a sua história irá se sobressair a esse ruído e fica frente a frente com o público certo se há tanta concorrência pela atenção?

Mesmo com tantos tipos e necessidades diferentes, todos os press releases têm uma coisa em comum: Eles precisam ser envolventes.

Se você quiser que o seu comunicado de imprensa seja descoberto – nos buscadores, por jornalistas, clientes ou investidores – todo o processo precisa ser focado em fornecer uma experiência envolvente para o seu público.

Por experiência própria, uma foto atraente, título interessante ou uma forte distribuição não salvará um press release que tenha descuidado do planejamento e feito de outra forma. Do começo ao fim, seja rigoroso e consistente.

Os quatro passos seguintes ajudarão a fazer de um press release que se sobressaia a desordem e crie uma impressão duradoura.

  1. Como seu Press Release se Encaixa ao Público

Seu público não é uma multidão sem rosto e sem nome. Eles são os clientes, jornalistas e analistas. O que eles estão comprando? O que eles estão compartilhando? O que eles estão escrevendo? Use esta visão para criar um press release que preencha essas necessidades.

Entender o seu público-alvo também vai ajudá-lo a identificar a melhor maneira de alcançá-lo. Determinando a forma de distribuição mais adequada – se ela for ampla, escolha um circuito de interesse geral. Caso seja mais segmentada, veja opções de nicho – que coloque sua notícia frente a frente com as pessoas interessadas nela.

 

  1. A História mais Relevante

Um clickbait sensacional ao lado (“Essa mulher viu um gatinho na estrada. Você não vai ACREDITAR o que aconteceu depois!”), seu release deve apresentar a informação mais importante que responde ao “e daí?” dos jornalistas e dá aos seus clientes algo para morder a isca.

Provavelmente haverá várias maneiras de responder ao “e daí?” do seu press release. Mas, você precisa escolher o que vai repercutir mais. A melhor história é aquela que não só desperta o interesse de seu público, mas os mantém lendo e os leva a agir.

Este engajamento é essencial para o seu press release ser descoberto. Quando o público se envolve com o conteúdo, ele sinaliza aos motores de busca que a história é de alta qualidade. O que significa que o seu comunicado de imprensa é o conteúdo certo para as pessoas e recebe uma colocação mais elevada na SERP.

  1. Recursos Visuais e Ativos de Conteúdo

Pense em seus próprios hábitos de consumo de conteúdo. Qual história você está mais propenso a clicar: Aquela com imagens ou sem?

Imagens e outros recursos visuais são conhecidos por aumentar as visualizações on-line e dar um empurrãozinho com a mídia noticiosa tradicional. Não é segredo que elas são importantes para conseguir e manter a atenção do leitor.

No entanto, além de fotos, gráficos e vídeos, considere quaisquer outros ativos de conteúdo, tais como relatórios de pesquisa, demonstrações de produtos, ou whitepapers que complementam o press release – demostram a sua autoridade, e impulsionam o público a explorar a história da sua marca ainda mais.

  1. Formato de Conteúdo Consumido pelo Público

Depois de saber quais ativos irão compor o press release, você deve se concentrar em como ele será embalado. Considere as seguintes melhores práticas quando for formatar seu conteúdo:

  • Mantenha seu título curto, mas informativo. Google exibe os primeiros 65 caracteres (incluindo espaços). Coloque as informações mais importantes na frente.
  • Use um bom subtítulo para fornecer contexto adicional. Os buscadores indexam uma descrição também. Aproveite para dar aos leitores uma razão para clicar.
  • Inclua um call-to-action é fundamental no início do comunicado e use o link completo em vez do texto âncora.
  • Facilite a leitura do público. Inclua subtítulos e citações de pessoas que se destaquem no texto. Dessa forma seu conteúdo não ficará cansativo para os leitores.
  • Otimize seu texto e recursos visuais para que eles sejam fáceis de compartilhar. Crie gráficos adaptados às redes sociais que redirecionem para seus canais próprios.

A última peça do quebra-cabeça de imprensa é mensurar o sucesso das diferentes táticas testadas. Embora as dicas acima sejam as melhores práticas comprovadas, algumas podem funcionar melhor do que outras, dependendo do seu público.

Avoid the Numbers Trap

Reveja e compare diferentes elementos multimídia, formatação e ângulos das histórias. Provavelmente você identificará oportunidade que podem ser ajustadas para futuras comunicações.

Baixe o nosso whitepaper Avoid the Numbers Trap para aprender a encontrar sentido em seus relatórios. Ao adaptar continuamente a sua estratégia e análise, você conseguirá muito mais para o seu budget e ROI.

Você também pode acessar o nosso amigo SlideShare para mais dicas sobre como criar press releases que se sobressaem ao ruído do ciclo de notícias de 24 horas.

Texto traduzido do post escrito por Catherine Spicer no Blog Beyond PR, no dia 10 de novembro de 2015. Catherine é Gerente de Customer Content Services da PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Era uma vez… Dicas Assustadoras de Stotytelling para Press Release

Era uma noite escura e tempestuosa, quando os desavisados profissionais de Relações Públicas foram confrontados com a tarefa mais assustadora de todas: ESCREVER UM PRESS RELEASE!

Dicas Assustadoras de Stotytelling

Ok, ok, escrever um comunicado de imprensa não é tão assustador. Mas é quase Dia das Bruxas, e essa “PR girl” está no clima de histórias de terror.

Enquanto eu não começar a escrever sobre vampiros ou lobisomens, minha imaginação ficará correndo em círculos. Isso me fez pensar: Escrever uma história de terror e escrever um press release não são tão tarefas diferentes, são?

Talvez um comunicado de imprensa e uma história assustadora não tenham muito em comum à primeira vista, mas há lições que podem ser aprendidas com o processo de criar um conto de terror que podem ser aplicadas ao começar um press release. Aqui estão algumas dicas para profissionais de Relações Públicas e Marketing se inspirarem com as melhores histórias da temporada para elaborar a comunicações da marca.

Definir o cenário

Uma boa história de terror é aquela que começa em uma noite escura e tempestuosa. Em uma cabana isolada na floresta como o vento uivando e batendo a janela do quarto frio de nosso protagonista. O piso range, e coisas misteriosas aparecem a noite. A expectativa de que o algo vai acontecer, enviar arrepios direto para a espinha de seu leitor.

Dicas Assustadoras de Stotytelling

Escolha seus Personagens

A maioria das histórias de terror, ou não, tem pelo menos um protagonista o leitor por quem o leitor está torcendo. A chave para uma boa história de terror é colocar o protagonista contra alguém ou algo que o leitor não quer encontrar. Ninguém quer virar a esquina e ficar cara a cara com goblins, fantasmas ou zumbis em uma caçada raivosa por cérebros. Essa é a conexão com o protagonista enviada pelos leitores que investirem no desfecho da história.

A diferença aqui é evitar que a sua marca seja a estrela da história. Pense no seu protagonista como seu leitor: Eles são o “bom rapaz” e sua marca está aqui para resgatar a perspectiva horripilante de uma vida sem você! Enquanto sua marca está certamente do lado do bem, escrever o seu comunicado de imprensa com o ponto de vista do seu cliente em mente vai atrair os leitores para a sua mensagem e inspirar ligações mais profundas com a sua marca.

O segredo é definir e conhecer o seu público. Definir personas em seu público ajudará você a criar histórias centralizadas nele.

Trace um Caminho

O enredo é o que faz uma história ser uma história; fornece estrutura para o que está acontecendo. O início de uma história de fantasmas introduz o leitor em um conflito. O meio, constrói ansiedade e medo, e após o clímax ou ponto crítico, acabamos com uma resolução do conflito.

Enquanto a maioria das histórias de fantasmas vai ser focada na construção do medo, a história do seu press release pode construir a tensão entre os seus leitores. Mais uma vez, a tensão deve ser que eles imaginem uma vida sem a sua marca, produtos ou serviços e funcionários. A resolução é a solução que você está oferecendo a seu público.

Certifique-se de encontrar o equilíbrio entre a narração e apresentação de informações relevantes para sua audiência, necessárias fazer tomar uma decisão de compra.

Diga a Verdade

As histórias de terror mais inesquecíveis são aquelas que *podem* ser verdadeiras. A Bruxa de Blair, por exemplo, muitas pessoas acreditavam que era um verdadeiro documentário. O filme foi tanto um sucesso de bilheteria como de crítica, e continua sendo um dos filmes de terror mais memoráveis da sua época.

Essas histórias assustadoras, os que são baseados em fatos reais ou criadas em situações da vida real, são sem dúvida, as mais assustadoras. E novamente, se você não quer aterrorizar o seu público, autenticidade ainda tornará a sua história memorável. Qualquer que seja a história que você esteja contando, veja se o conteúdo que você está compartilhando em seu press release é verdadeiro – real, além de conferir a voz da sua marca e a mensagem geral.

Nós lembramos de histórias. Nós adoramos compartilhar as nossas favoritas com aqueles que nos rodeiam. Se você quiser que a mensagem da sua marca seja memorável, ressoe com público e direcione à ação, diga a verdade.

Desde suas origens como uma maneira de compartilhar informações, o press release evoluiu para uma ferramenta narrativa que pode – e deve – ser implantado para alcançar uma infinidade de objetivos. Baixe Reach Your Communications Objectives para conhecer um mix inteligente de táticas que exploram cinco cases (B2B e B2C) de como usar um press release.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Danielle Capriato no dia 20 de outubro de 2015. Danielle Capriato é Gerente de Comunicações Estratégicas na PR Newswire. Ela se recusa a assistir The Blair Witch Project sozinha. Seguia-a no Twitter @dcapriato.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Como Escrever um Press Release que Vale Compartilhar

Profissionais de Relações Públicas passam horas escrevendo, editando e aprovando um press release, para depois, reescreverem, reeditarem e reaprovarem.

Como Escrever um Press Releases que Vale Compartilhar

Depois de trabalhar nos adjetivos perfeitos para inspirar confiança da marca e nos verbos ideias para incentivar a ação, temos o orgulho de olhar para o nosso trabalho orgulhosos, e aliviados por finalmente estar feito.

Infelizmente, se não fizermos um planejamento além desses verbos e adjetivos, poucas pessoas vão ler nosso press release tão elaborado.

Não me interpretem mal, quem o ler irá compra-lo. Profissionais de comunicação são geralmente bons escritores – essa é uma exigência de trabalho. As pessoas que leem nossos lançamentos irão realmente ser inspiradas por nossas palavras. Elas simplesmente não serão motivadas o suficiente para compartilhá-los.

Seu press release não pode alcançar todo seu potencial de engajamento a menos que você seja proativo em torna-lo compartilhável, e isso deve começar durante o processo da escrita.

Aqui estão três dicas para resolver esse problema e fazer o seu press release que vale compartilhar:

Escreva para o seu público

Isto pode parecer bastante simples, mas levando em consideração todas as partes internas interessadas geralmente envolvidas em um comunicado de imprensa, é fácil acabar escrevendo para o público errado.

Cuidado ao satisfazer as exigências e desejos de seus gerentes de produtos e executivos, você não deve escrever um conteúdo que satisfaça o público interno as custas daquele que deve ser seu foco.

A oportunidade de conhecer o nosso público é o maior presente que a mídia social nos deu.

Comece pesquisando quem é seu público e onde eles interagem, em seguida, continue com o monitoramento de mídia tradicional e social para manter o “dedo no pulso” do seu público.

Você quer ser relevante. Saber no que ele está interessado vai ajudar a colocar a sua história em conversas que já estão acontecendo.

Convença Influenciadores a Compartilharem seu Conteúdo

Escreva com as Mídias Sociais em mente

Ao elaborar um press release ou qualquer outro conteúdo que esperamos que seja compartilhado, precisamos ter em mente duas perguntas: Por que as pessoas vão compartilhá-lo e onde elas podem compartilhá-lo.

O call to action no seu press release pode ser para visitar o website do seu produto, mas o seu objetivo secundário deve fazer com que as pessoas compartilhem a sua mensagem.

Em nosso mundo cada vez mais digital, é provável que seu comunicado de imprensa seja compartilhado nas mídias sociais. Mas elas têm regras e limitações que você deve ficar atento. Um bom ponto é considerar o Twitter na hora de escrever.

Seu press release compartilhável deve ter uma ou duas sentenças destacadas que imploram para ser twitadas.

Você tem que fazer com que o compartilhamento seja fácil para os seus leitores, dando-lhes um texto que não só é fácil de compartilhar e se ajusta aos limites de caracteres em canais sociais, mas também deixa a sua mensagem. Observe a frase: “Seu press release compartilhável deve ter uma ou duas sentenças destacadas que imploram para ser twitadas”.

Eu espero que você perceba como seria fácil para twittar isso. Foi bastante intencional: Eu quero que você tweet com um link para este post!

Se você não ajudar o leitor e determinar o que deve compartilhar, ele vai fazer isso por conta própria, e isso pode não ser o que você queria.

Escreva histórias, não versões

Quando você lança um produto ou evento, várias versões sobre isso são escritas – versão do marketing, de vendas, para e-mail e assim por diante.

No entanto, você precisa resistir à tentação de usar qualquer dessas versões em seu press release. Nem veja isso sob a mesma ótica.

A escrita do seu press release deve estar mais alinhada com a de seu blog ou a de um artigo escrito para uma publicação do que a de materiais de referência ou seu manual de produtos.

Eu sei o que você está pensando: Muitas vezes é difícil pensar em histórias para aquilo que você está anunciando. Mas lembre-se que se você não puder pensar em uma história, então ninguém mais vai.

Se você quer atingir os jornalistas, eles não vão criar uma história para você. Se sua mensagem for direcionada a clientes, consumidores ou influenciadores do mercado, não vão ler sua notícia a menos que dê a eles um bom motivo.

Talvez, o press release sobre “parafusos” que você está escrevendo, não sejam ideais para se contar uma história, mas o fato de que eles podem salvar vidas, porque nunca enferrujarem ou quebrarem pode ser uma boa. Encontre a sua história e conte-a. As pessoas querem compartilhar histórias, não “versões”.

Para ter mais dicas sobre como escrever press releases compartilháveis, leia o meu whitepaper Tips for Creating a Press Release that Maximizes Social Sharing. E se você tem alguma coisa a acrescentar ou qualquer outra observação, deixe uma nota abaixo na seção de comentários. Gostaríamos muito de ouvir você.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Victoria Harres no dia 09 de julho de 2015. Victoria é VP de Comunicação Estratégica e Conteúdo na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Dicas para Escrever Press Release (No Passado e Hoje)

Os press releases de 2015 parecem muito diferentes dos primeiros distribuídos pela PR Newswire em 1954. Hoje os comunicados incluem ativos digitais, links de qualidade bem colocados, grandes títulos e call to actions persuasivos. Eles também são fáceis de compartilhar em redes sociais e de serem encontrados nas buscas on-line.

Dicas para Escrever Press Release (No Passado e Hoje)

No entanto, nossos editores ainda veem algumas práticas de distribuição de notícias que já não são necessários no mundo digital de hoje.

“Para um release imediato”

Muitos profissionais de relações públicas foram ensinados a incluir as frases “Para Divulgação Imediata” ou “Não publicar até XX : XX” no topo de seus comunicados de imprensa para dizer aos jornalistas quando a história poderá ser publicada.

Do ponto de vista digital, quando um press release é distribuído através de um serviço comercial, ele é assumido como publicação imediata. Como tal, a PR Newswire remove essa linha de cada lançamento processado.

Quando um comunicado de imprensa vai para o on-line, ele está pronto para uso imediato por jornalistas, formadores de opinião e outros públicos.

“Não publicar”

Uma vez que um comunicado de imprensa pousa na mesa de um editor, geralmente é considerada justa a sua publicação. Devido a isso, o “não publicar” a informação tem riscos.

Há momentos em que oferece uma exclusiva para o veículo de mídia certo pode dar a sua notícia um impulso. No entanto, deve ser uma verdadeira exclusiva que você fez fora do envio a outros jornalistas.

Com muitos sites de notícias competindo para ter uma história primeiro, “o não publicar” nem sempre são honrados. O TechCrunch declarou publicamente em 2008 que iria quebrar sistematicamente todos os pedidos de não publicação como uma questão de princípio.

É por isso que nós normalmente não aconselhamos o envio de notícias programadas para um veículo com larga audiência.

Se você estiver esperando uma exclusiva de um jornalista, espere até que ele publique a sua história para então distribuir seu press release para o resto da mídia.

Dicas para Escrever Press Release (No Passado e Hoje)

“Hashtags, jogo da velha e Jim Dashes”

Um bom teste de gerações é perguntar a alguém o que o símbolo “#” significa.

Um dos nossos estagiários me pediu na semana passada porque havia hashtags no final de um comunicado. Historicamente, os press releases acabavam com um “###” ou “-30-“. Para os sistemas wire, esses símbolos indicavam para a redação que o texto divulgado havia terminado. Os sistemas da PR Newswire não eram diferentes – usávamos “-0-“ para indicar o fim de uma publicação.

A maioria dos leitores de hoje vê o boilerplate de um comunicado de imprensa e entendem ter chegado ao fim. Deixe o “jogo da velha” para seus tweets! Use um parágrafo de fechamento convincente para concluir a sua mensagem.

“Data”

Os press releases costumavam ser arquivado nas redações ou desaparecer de sites depois de algumas semanas. Devido a isso, não era de costume incluir o ano na linha da data. Se você encontrar um comunicado de imprensa on-line que não tem ano, ele provavelmente foi distribuído no passado quando incluindo anos na linha da data ainda não era uma prática padrão.

Graças a arquivos de sites e motores de busca, os press releases agora são encontrados por um período indefinido de tempo.

No mês passado, nos pediram para rastrear a idade de um comunicado à imprensa encontrado on-line. Nós descobrimos que o lançamento foi feito em 1998. Isso foi há 17 anos! Fale sobre alcance.

Hoje, um press release tem imenso poder de permanência. Incluir o ano em sua dateline ajuda os leitores a determinar a idade que a informação pode ter. Não importa o ano, no futuro eles irão encontrá-lo.

Como a mídia e as necessidades do público mudam, as práticas de imprensa continuarão evoluindo. Reflita um pouco sobre o seu próximo anúncio: A PR Newswire terá uma pergunta sobre isso daqui 17 anos?

De vez em quando precisamos reavaliar o que estamos incluindo no conteúdo que criamos. Isso garante que estamos fornecendo ao nosso público informações relevantes e úteis.

Se você quer aprender mais sobre como criar um press release que impulsiona o engajamento e compartilhamento, baixe o nosso guia PR & SEO: Still Driving Discovery.

Texto traduzido do post escrito por Catherine Spicer no Blog Beyond PR, no dia 12 de junho de 2015.

Catherine Spicer é Gerente de Customer Content Services da PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire