O Grande Desafio para Comunicação por Mateus Tamiozzo

O Grande Desafio para Comunicação por Mateus Tamiozzo

A fim de entender melhor o atual cenário do mercado de comunicação corporativa, a PR Newswire desenvolveu uma pesquisa em que os respondentes são assessores de imprensa responsáveis por contas de diversos segmentos.

Nosso objetivo é que a partir da opinião desses profissionais que estão atuando no mercado, os nossos leitores fiquem por dentro dos desafios enfrentados por essas pessoas, as tendências e o futuro desse mercado que está em constante evolução.

Confiram nosso primeiro resultado publicado!

Mateus Tamiozzo atualmente trabalha na área de comunicação externa da Azul Linhas Aéreas Brasileiras. Anteriormente, trabalhou em redações mas resolveu sair por uma questão de oportunidade e estabilidade no trabalho, além de acreditar que o trabalho do assessor de imprensa, quando bem feito, faz diferença no mercado.

Segundo Mateus, a atenção com diferentes formas de comunicação, principalmente nas redes sociais, é um dos grandes desafios do assessor de imprensa. Diversificar conteúdo, encontrar caminhos que fujam do mainstream da comunicação são fundamentais diante da competição com grandes agências de comunicação, mas também considerando que parte delas ainda faz apenas o básico no que se refere às formas de comunicar.

Com relação as transformações que o mercado de comunicação está passando, Mateus acredita que o investimento em conteúdo voltado para o online fará a diferença na relação com os veículos. Mas, também, não se pode esquecer dos meios tradicionais, evidentemente, mas a migração em massa para o online obriga um novo olhar para as assessorias.

Também, há a necessidade de estar sempre atento às constantes mudanças e cortes nas redações, que impactam no trabalho de um assessor, a partir de o encerramento de um suplemento, por exemplo.

“A atuação com foco em redes sociais deve ser um dos grandes caminhos para o Relações Públicas. Não exatamente nas redes atuais, pois essas também passam por grandes transformações e em determinado momento podem deixar de exercer protagonismo na sociedade. Há grandes investimentos sendo realizados por redes como Facebook, em parceria com grandes jornais, para a publicação de notícias e outros materiais online. É necessário seguir essas novidades para encaixar-se em um mundo que exige cada vez mais agilidade (sem erro) e formas de comunicação que fujam do padrão conhecido atualmente e praticado pela maioria das agências de comunicação” finaliza.

Por Ana Oliveira, Gerente de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios

Como Enviar um Press Release para os Jornalistas

Dicas de como tornar seu press release mais atrativo para os jornalistas. Pesquisa da PR Newswire aponta bons títulos e mailings segmentados como decisivos para escolha de pauta.

Como Press Release Mailing Jornalistas

“Time is Money”, se você foi uma criança nos anos 90, provavelmente se divertiu com o Super Sam, personagem do memorável seriado mexicano Chapolin Colorado. A cada ano que passa, a frase faz mais sentido. Tempo vale dinheiro, principalmente se você trabalha com comunicação corporativa, setor que exige decisões rápidas e sem falhas.

Tempo também é um dos fatores determinantes no jornalismo. Cada minuto é valioso para os jornalistas. Por isso, se você é um profissional de Comunicação Corporativa, Assessor de Imprensa ou Relações Públicas e pretende emplacar seu press release como uma publicação jornalística, pense que você terá apenas alguns segundos antes do seu comunicado ser excluído da caixa de e-mails de um jornalista. E você não quer isso.

Dica 1 – Capriche no Título do seu Press Release

Segundo a pesquisa da PR Newswire – Cenário da Comunicação Corporativa na América Latina 201548% dos jornalistas do Brasil apontam um bom título como o principal critério para ler um press release recebido por e-mail.

Cenário da Comunicação Corporativa na América Latina

Dica 2 – Segmente os Jornalistas por Editoria

Se você deseja que o seu press release ganhe mídia espontânea, segmente as editorias do seu mailing.

Quando questionados sobre qual o principal problema para utilização de um press release recebido por e-mail como pauta para notícias, 47% dos jornalistas brasileiros apontaram o “conteúdo irrelevante” como vilão da história – ou seja, material que não condiz com a editoria de atuação desse profissional.

Pode parecer óbvio, mas um jornalista que escreve sobre Economia prefere receber comunicados sobre divulgação de resultados do que o lançamento de um novo aplicativo. Não que o tema não gere uma ótima notícia, talvez um profissional do setor de Tecnologia seja o foco ideal para isso.

Para saber mais sobre Cenário da Comunicação Corporativa na América Latina, baixe o whitepaper sobre a pesquisa da PR Newswire. Certamente os resultados podem ajudar na sua estratégia de comunicação, como quais os canais preferidos pelos jornalistas para elaboração de pautas.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Pesquisa – 85% dos Jornalistas Utilizam Press Releases

Estudo mostra a percepção dos jornalistas sobre o envio de press release por e-mail, a utilização de agências de notícias e redes sociais como fonte para pautas.

Pesquisa Jornalistas

Destinado a jornalistas e profissionais de comunicação, o estudo identificou quais são as ferramentas mais utilizadas pelos jornalistas para criação de reportagens, as tendências em comunicação corporativa e como as mídias sociais contribuem para o desenvolvimento do trabalho jornalístico.

Essa pesquisa, realizada pela PR Newswire, foi enviada para mais de 40 mil jornalistas por toda América Latina e aplicada entre os dias 17 de junho e 20 julho de 2015.

Download: Relatório Completo sobre a Pesquisa.

Resultados: O estudo mostra que 85% dos jornalistas brasileiros e 78% dos jornalistas de outros países da América Latina, utilizam o press release como ferramenta para elaboração de pauta.

Entre os jornalistas brasileiros, 65% afirmaram utilizar conteúdos publicados por agências de notícias, e apontam que a facilidade em filtrar matérias relacionadas a sua editoria é o principal fator de utilização. Já em outros países da América Latina, a maioria dos profissionais destacam a possibilidade de receber informação em tempo real, como seu grande diferencial.

Confira todos os resultados: Faça o download do relatório completo sobre a pesquisa.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

 

Resultado da Pesquisa com Jornalistas da América Latina

A ABERJE e a PR Newswire convidam para apresentação dos resultados da pesquisa “Cenário da Comunicação Corporativa na América Latina 2015”

Resultado da Pesquisa com Jornalistas da América Latina

PESQUISA

A pesquisa foi realizada pela PR Newswire, entre os dias 17 de junho e 20 de julho, com aproximadamente 40 mil jornalistas do Brasil e da América Latina. O objetivo foi entender quais ferramentas de comunicação são usadas por esses profissionais em seu trabalho. Além de analisar as novas tendências e a influência das redes sociais na produção e divulgação do conteúdo jornalístico.

APRESENTAÇÃO

Os resultados da pesquisa serão apresentados com exclusividade. Profissionais de Marketing, Comunicação, Relações Públicas ou áreas relacionadas, interessados, devem enviar um e-mail para relacionamento@aberje.com.br, informar nome, empresa, cargo e telefone. Ou entrar em contato com Bianca Gonçalves pelo telefone (11) 3662-3990. Vagas limitadas.

  • Data:
    próxima terça-feira
    dia 15 de setembro de 2015.
  • Horário:
    Das 09h30 às 11h30.
  • Local:
    Aberje – Espaço Sumaré
    Rua Amália de Noronha, 151-6° andar, Auditório 2 / São Paulo-SP
    Próximo à estação Sumaré do metrô.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Relações Públicas do Futuro e as Características da Profissão

Com o mercado cada vez mais multidisciplinar, quais as competências e características essenciais para os futuros profissionais de Relações Públicas?

Relações Públicas do Futuro e as Características da Profissão

No final do último mês, o canal do Meio & Mensagem no Youtube publicou três entrevistas com os profissionais de Relações Públicas. Os entrevistados estão entre os 10 que mais se destacam na opinião dos anunciantes, segundo dados da pesquisa PR Scope.

O vídeo chamado de “O profissional de Relações Públicas do futuro” questiona os entrevistados sobre quais características o profissional de RP do futuro precisa ter.

O profissional de Relações Públicas do futuro

 


 

Eduardo-Vieira-Sócio-Diretor-da-IdealEduardo Vieira – Sócio Diretor da Ideal

Não se prenda a academia. Eduardo destaca que o profissional de relações públicas deve ser multidisciplinar, já que o mercado está cada vez mais híbrido. Entre as competências profissionais para o futuro, Eduardo aponta que entender de planejamento, publicidade e do mercado digital fazem toda a diferença, além da formação jornalística voltada para conteúdo e relacionamento.

 

Kiki-Moretti-Presidente-do-Grupo-in-PressKiki Moretti  – Presidente do Grupo in Press

“Cardápio de soluções”. Em sua entrevista, Kiki diz que o profissional de Relações Públicas do futuro deve entender o público e como se relacionar com ele. Ter uma visão integrada de todas as disciplinas, entender as necessidades, e com essa bagagem, oferecer um projeto customizado com uma solução para o negócio do cliente.

 

 

Ricardo-Cesar-Sócio-Diretor-da-IdealRicardo Cesar – Sócio Diretor da Ideal

PR Digital. Em sua entrevista, Ricardo destaca que com o desenvolvimento das redes sociais, a comunicação corporativa ganhou um novo cenário cheio de oportunidades. Tirando os intermediários entre o público final e as marcas. Segundo Ricardo, o profissional do futuro (ou como ele mesmo diz “do presente”), precisa entender muito bem a dinâmica das redes sociais e trabalhar de maneira efetiva, já que muitas vezes a comunicação corporativa não as explora como deveria.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

 

5 Dicas – Por que Usar Analogias em Content Marketing

A nossa compreensão das analogias se desenvolve na primeira infância. Ela nos ajudou a construir o que já sabemos e oferecendo uma ponte para a novas ideias.

5 Dicas - Por que Usar Analogias em seu Conteúdo

Para os profissionais de marketing e storytellers, que podem se sentir presos em uma determinada peça de conteúdo, elas são uma ferramenta incrivelmente útil.

Recentemente, tive de desenvolver um tema que poderia ter resultado em um post muito cansativo. Então trabalhei em um dos meus temas favoritos – comida – para contar a história. Fazendo comparações entre a criação de conteúdo e o planejamento de um menu funcionou tão bem que inspirou dois a publicação de dois posts. Parece que há um bom número de colegas “foodies” em nosso público.

Se você se convenceu sobre o poder das analogias, aqui estão algumas das principais razões do por que você deve “polvilha-las” em seu mix de conteúdo.

Podemos dizer que usar analogias em seu conteúdo é como…

…Do dicionário: Analogias ajudam a explicar ideais rapidamente.

Ao criar conteúdo, muitas vezes queremos compartilhar uma nova ideia com o nosso público com interação limitada. Nesse caso, analogias são poderosas ferramentas de comunicação que nos ajudam a explicar rapidamente um novo conceito, mostrando como ela se parece com outra coisa que já conhecemos bem.

…Um cobertor quente: Analogias podem ser reconfortante.

Novas ideias, particularmente as que são muito diferentes ou complexas, podem desencadear sentimentos de ansiedade, medo ou inquietação. Empregar analogias além de transmitir conforto do familiar constrói uma ponte para o desconhecido.

whitepaper The Buyer 2.0 Content Strategy Checklist

…Lendo um livro: Analogias podem evocar imagens fortes.

Analogias são completamente de natureza visual. Quando falamos de um objeto ou ideia conhecida, o público muitas vezes imagina o que isso representa para ele. Este dispositivo é especialmente útil em situações em que estamos introduzindo um conceito abstrato que não tem a sua própria imagem relacionada.

Incluir uma imagem ou infográfico que mostre a analogia vai torná-la mais fácil de ser lembrada e compartilhada com os outros.

…Mix Tape: Analogias podem ajudá-lo a se expressar.

A metade conhecida da analogia é sua oportunidade de fazer uma conexão emocional com o público. Traga a personalidade da sua marca para a vida, fazendo referência a um item nostálgico, um cenário cômico ou um conceito amplamente conhecido dentro do seu mercado. Ou, você pode expandir sua conversa em torno de uma ideia comum que provoque fortes emoções.

…Tecnologia em Beta: Analogias não são perfeitas.

Mesmo a melhor das analogias não é perfeita, mas a ideia no centro da comparação deve ser altamente compreensível e relevante. Além disso, tenha cuidado para não colocar acidentalmente comparações negativas.

Verifique a força da analogia escrevendo uma lista de atributos, incluindo características positivas e negativas. Passe pela lista e compare os atributos listados para o objeto ou ideia.

Hoje, para se manterem dentro das demandas de público, as empresas devem criar novas estratégias de entrega de conteúdo para atrair e reter clientes. Faça o do whitepaper The Buyer 2.0 Content Strategy Checklist para descobrir mais dicas de como criar conteúdo mais atraente.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Jamie Heckler no dia 24 de julho de 2015. Jamie é Gerente Criativa Senior na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Infográfico – 4 Dicas de Como Criar Conteúdo para Marcas

Hoje o que não faltam são opções na hora de compartilhar conteúdo. Existem inúmeras formas de se fazer isso em canais sociais espalhados pela internet. Para isso basta avaliar qual público você quer atingir e qual formato é mais atraente para ele.

Infográfico - 4 Dicas de Como Criar Conteúdo para Marcas

Criar conteúdo original e atraente continua sendo o grande problema para profissionais de Marketing e Relações Públicas.

O que seria melhor?

Deixar que os profissionais de marketing e Relações Públicas criarem o conteúdo por conta própria? Apenas fazer a curadoria do conteúdo? Compra-lo? Ou a combinação de todos esses fatores?

Se você enfrenta esse problema no seu dia a dia, aqui vai uma mãozinha:

Segundo o Council of Public Relations Firms – Conselho das Empresas de Relações Públicas – existem quatro caminhos que sua empresa pode adotar para a criar conteúdo. Cada opção traz seus prós e contras para facilitar a sua escolha com exemplos de grande marcas.

Infográfico –  Council of Public Relations Firms

 

Content Frenzy: Your Door to Content Choices

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire