Como Adaptar Conteúdo para Plataformas de Mídia Social

Como Adaptar Conteúdo para Plataformas de Mídia Social

Você acabou de escrever um ótimo texto e criou um título brilhante. Agora, como usar a mídia social para aumentar o seu alcance do seu conteúdo e atrair o público certo? Só compartilhar o link pelas redes é o ideal? Não seja tão preguiçoso!

Para melhor seu desempenho, o seu conteúdo deve ser ajustado para se adequar para cada plataforma. Um profissional de marketing experiente incluirá a adaptação do conteúdo como uma tática dentro de sua estratégia de distribuição para que sua mensagem neutralize o ruído, presente em todas a mídia e atinja seu público-alvo da forma correta.

Vamos ver quais são as melhores práticas e adaptar seu conteúdo para cada plataforma de mídia social:

Twitter Conteúdo

Apesar de ter sido anunciado que links e imagens não serão mais contados como caracteres, o Twitter ainda impõe uma restrição de 140 caracteres. Enquanto isso é um desafio por alguns, a Oracle diz que essa característica deve ser explorada em vez de ser temida. A famosa restrição do Twitter nos obriga a ir direto ao ponto e eliminar informações desnecessárias.

1. Forte apelo à ação

Com uma concentração comparável à de um peixinho dourado, humanos modernos precisam de orientações claras e recompensas instantâneas. Use seus 140 caracteres para atrair o público e fazer com que ele se comporte da maneira desejada. Garanta que seu call to action seja forte e gratificante – isso funcionará!

 2. Uma imagem vale mais que mil palavras

Use junto com seus 140 caracteres!

Tweets com imagens se destacam e conseguem uma média de 35% mais retweets. Consiga a atenção do seu público com a criação de uma imagem de citações ou fatos interessantes. Infográficos são uma outra maneira fantástica para as imagens aumentarem o alcance da sua publicação. Basta olhar como o Walmart compartilha pontos importantes do seu press release dentro de um gráfico atraente:

3. Não usar abreviações

A tentativa de empurrar o máximo de informação possível em um tweet muitas vezes pode levar ao uso de abreviações ou gírias. “Tendeu” o que quero dizer? Não faça isso – parece pouco profissional. Se você tem muita informação sobre o mesmo assunto, escreva uma série de tweet, ou publique imagens contendo mais textos. Também como alternativa, use um link para uma página de destino com mais conteúdo textual.

Fabecook Marketing

1. Pensar mobile

Quase 70% dos usuários do Facebook acessam seu perfil por meio de um dispositivo mobile. Por isso, o conteúdo precisa ser criado pensando nisso. Por exemplo, se o usuário acessar seu conteúdo por um aplicativo ou site mobile, sua imagem é redimensionada? Seu texto continua legível? Será que alguns deles cortam seu conteúdo? Teste a sua metodologia primeiro, use contas fakes e texto para teste.

2. Pagar por isso

O Facebook está constantemente mudando seu algoritmo e, como resultado, as pessoas que realmente “veem” o conteúdo publicado por você estão diminuindo – isso vale para as pessoas que “curtem” a sua página. Se você quiser que o seu post seja visto, é necessário promove-lo. Separar recursos para a sua estratégia de conteúdo pago é importante e acaba sendo um pouco mais caro, guarde seu orçamento para as mensagens mais atraentes; aquelas que tem maior probabilidade de engajamento com o público.

3. Vídeo

Em abril, o Facebook anunciou outra mudança para seu algoritmo que sugere algumas mudanças para publicações, uma deles é a valorização do conteúdo em vídeo. Com isso, profissionais de marketing que pretendem estar atualizados e serem vistos por seu público, precisam pensar em maneiras de incorporar vídeo em sua estratégia social. Não se esqueça de colocar legendas em seus vídeos no Facebook, para garantir que os telespectadores visualizem sua mensagem enquanto percorrem seu feed de notícias, sem ter que clicar para escuta-la.

Linkedin Marketing de Conteúdo

1. Menos não é sempre mais

O LinkedIn é um site profissional e seus usuários tendem a ser mais abertos a diálogos longos e posts mais profundos. Esta é uma oportunidade valiosa para profissionais de marketing de conteúdo conseguirem que a sua mensagem seja vista por um público mais segmentado e sem sacrificar algumas palavras do seu conteúdo.

2. SlideShare

Use o LinkedIn em seu pleno potencial, o que inclui tirar vantagens de sua plataforma afiliada, e impulsionar a descoberta do seu conteúdo. O SlideShare permite compartilhar conteúdo no estilo de apresentações do Power Point e o classifica para alguns mercados, tópicos e temas. Use o formato da plataforma para destacar pontos importantes e direcionar seu público-alvo para o conteúdo na íntegra. Ele também tem algumas métricas ótimas para que você veja como exatamente as pessoas estão se engajando com seu conteúdo, assim você pode ajustar seu apelo para conquistar um público maior.

3. Grupos do LinkedIn

Grupos no LinkedIn são um ponto importante da rede profissional. Os usuários se agrupam porque realmente têm a intenção de consumir conteúdo alinhado com os seus interesses. Junte-se a alguns grupos que são relevantes para a sua empresa e publique conteúdo próprio neles. Esteja ciente de que membros do LinkedIn podem ser mais abertos para uma longa leitura, e não para spams. Compartilhe seus posts com sabedoria!

N-CO-1.1.4-Banner

Estas são apenas algumas dicas para ajudá-lo a adaptar o seu conteúdo para diferentes plataformas de mídia social. Para descobrir como criar um press release que maximiza o compartilhamento social, clique aqui e baixe nosso white paper completo.

Texto traduzido do Blog Beyond the Wire, publicado por Amy-Louise Tracey no dia 23 de junho de 2016. Amy-Louise é Consultora de Comunicação na CNW – PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios

Como Fazer – Press Release, Melhores Práticas e SlideShare

O noticiário é cheio de histórias que estão competindo por atenção e cliques dos leitores. Política, clima, placar de jogos, resultados trimestrais, as últimas novidades de entretenimento – sua notícia está competindo contra todo o conteúdo da internet, não apenas com as notícias de seus concorrentes ou do seu mercado.

Como Fazer - Press Releases, Melhores Práticas e SlideShare

Como ter certeza de que a sua história irá se sobressair a esse ruído e fica frente a frente com o público certo se há tanta concorrência pela atenção?

Mesmo com tantos tipos e necessidades diferentes, todos os press releases têm uma coisa em comum: Eles precisam ser envolventes.

Se você quiser que o seu comunicado de imprensa seja descoberto – nos buscadores, por jornalistas, clientes ou investidores – todo o processo precisa ser focado em fornecer uma experiência envolvente para o seu público.

Por experiência própria, uma foto atraente, título interessante ou uma forte distribuição não salvará um press release que tenha descuidado do planejamento e feito de outra forma. Do começo ao fim, seja rigoroso e consistente.

Os quatro passos seguintes ajudarão a fazer de um press release que se sobressaia a desordem e crie uma impressão duradoura.

  1. Como seu Press Release se Encaixa ao Público

Seu público não é uma multidão sem rosto e sem nome. Eles são os clientes, jornalistas e analistas. O que eles estão comprando? O que eles estão compartilhando? O que eles estão escrevendo? Use esta visão para criar um press release que preencha essas necessidades.

Entender o seu público-alvo também vai ajudá-lo a identificar a melhor maneira de alcançá-lo. Determinando a forma de distribuição mais adequada – se ela for ampla, escolha um circuito de interesse geral. Caso seja mais segmentada, veja opções de nicho – que coloque sua notícia frente a frente com as pessoas interessadas nela.

 

  1. A História mais Relevante

Um clickbait sensacional ao lado (“Essa mulher viu um gatinho na estrada. Você não vai ACREDITAR o que aconteceu depois!”), seu release deve apresentar a informação mais importante que responde ao “e daí?” dos jornalistas e dá aos seus clientes algo para morder a isca.

Provavelmente haverá várias maneiras de responder ao “e daí?” do seu press release. Mas, você precisa escolher o que vai repercutir mais. A melhor história é aquela que não só desperta o interesse de seu público, mas os mantém lendo e os leva a agir.

Este engajamento é essencial para o seu press release ser descoberto. Quando o público se envolve com o conteúdo, ele sinaliza aos motores de busca que a história é de alta qualidade. O que significa que o seu comunicado de imprensa é o conteúdo certo para as pessoas e recebe uma colocação mais elevada na SERP.

  1. Recursos Visuais e Ativos de Conteúdo

Pense em seus próprios hábitos de consumo de conteúdo. Qual história você está mais propenso a clicar: Aquela com imagens ou sem?

Imagens e outros recursos visuais são conhecidos por aumentar as visualizações on-line e dar um empurrãozinho com a mídia noticiosa tradicional. Não é segredo que elas são importantes para conseguir e manter a atenção do leitor.

No entanto, além de fotos, gráficos e vídeos, considere quaisquer outros ativos de conteúdo, tais como relatórios de pesquisa, demonstrações de produtos, ou whitepapers que complementam o press release – demostram a sua autoridade, e impulsionam o público a explorar a história da sua marca ainda mais.

  1. Formato de Conteúdo Consumido pelo Público

Depois de saber quais ativos irão compor o press release, você deve se concentrar em como ele será embalado. Considere as seguintes melhores práticas quando for formatar seu conteúdo:

  • Mantenha seu título curto, mas informativo. Google exibe os primeiros 65 caracteres (incluindo espaços). Coloque as informações mais importantes na frente.
  • Use um bom subtítulo para fornecer contexto adicional. Os buscadores indexam uma descrição também. Aproveite para dar aos leitores uma razão para clicar.
  • Inclua um call-to-action é fundamental no início do comunicado e use o link completo em vez do texto âncora.
  • Facilite a leitura do público. Inclua subtítulos e citações de pessoas que se destaquem no texto. Dessa forma seu conteúdo não ficará cansativo para os leitores.
  • Otimize seu texto e recursos visuais para que eles sejam fáceis de compartilhar. Crie gráficos adaptados às redes sociais que redirecionem para seus canais próprios.

A última peça do quebra-cabeça de imprensa é mensurar o sucesso das diferentes táticas testadas. Embora as dicas acima sejam as melhores práticas comprovadas, algumas podem funcionar melhor do que outras, dependendo do seu público.

Avoid the Numbers Trap

Reveja e compare diferentes elementos multimídia, formatação e ângulos das histórias. Provavelmente você identificará oportunidade que podem ser ajustadas para futuras comunicações.

Baixe o nosso whitepaper Avoid the Numbers Trap para aprender a encontrar sentido em seus relatórios. Ao adaptar continuamente a sua estratégia e análise, você conseguirá muito mais para o seu budget e ROI.

Você também pode acessar o nosso amigo SlideShare para mais dicas sobre como criar press releases que se sobressaem ao ruído do ciclo de notícias de 24 horas.

Texto traduzido do post escrito por Catherine Spicer no Blog Beyond PR, no dia 10 de novembro de 2015. Catherine é Gerente de Customer Content Services da PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Por que Usar Releases (Estratégia de Promoção de Conteúdo)

Top 6 razões para colocar os press releases em sua estratégia de promoção de conteúdo.

Por que Usar Releases (Estratégia de Promoção de Conteúdo)

Sua estratégia de Content Marketing está se unindo: você conseguiu insights sobre as prioridades do seu público e seus pontos francos; seu plano de conteúdo vai se envolver em cada etapa do processo de compra; você tem conteúdo atraente projetado para despertar a interação; e seu plano de promoção de conteúdo … é apenas uma lista de seus próprios e alguns tweets.

Focado na estratégia de conteúdo e criação da descoberta de conteúdo, um relatório da Forrester, observou que o resultado de “grandes investimentos em conteúdo {que} não atingem o público-alvo e não têm chance de gerar valor para a marca”. A análise vai de encontro com exemplos de marcas que dedicam mais orçamento para content marketing e recursos para distribuição de conteúdo, alcançando seus objetivos de engajamento, tráfego, e crescimento de audiência.

Um plano de promoção e distribuição de conteúdo, bem elaborado e bem-sucedido, irá incluir a promoção nos canais próprios, tais como website, blog, e social media, e vários métodos de promoção paga.

Uma pesquisa, realizada pelo Content Marketing Institute, constatou que os profissionais de marketing de conteúdo mais eficazes promovem vários tipos de conteúdo, usando métodos pagos.

Como Robert Rose, diretor de estratégia do CMI, explica no documento, estes métodos incluem serviços de press releases, onde 78% dos profissionais de Marketing de Conteúdo mais eficientes usam, contra 55% dos profissionais de marketing de conteúdo menos eficientes.

Para elaboração de uma estratégia de promoção de conteúdo, aqui estão seis razões para incluir press releases em seu mix de táticas de distribuição e promoção de conteúdo.

Por que Usar Releases (Estratégia de Promoção de Conteúdo)

Aumentar a Visibilidade nos Resultados de Busca:

O primeiro passo por onde todos os compradores passam no processo de compra começa da mesma forma – com uma busca online. Molde seu conteúdo com uma mensagem relevante, interessante e envolvente e, em seguida, segmente e compartilhe com inteligência através de múltiplos canais, incluindo uma rede de distribuição de conteúdo. Você aumentará o potencial de sua mensagem para ser descoberta durante esta fase inicial, quando consumidores e profissionais estão apenas começando a explorar sobre o assunto.

Conquistar Novos Públicos:

Ganhar novos membros do público é fundamental para o sucesso de muitas campanhas de marketing, promover o conteúdo exclusivamente em canais próprios, você estará “pregando para o coro” de seus públicos existentes e já engajado. Os press releases podem ser distribuído para uma variedade de sites e meios de comunicação, desde grandes meios de comunicação até sites de nicho, aumentando a chance de potencial audiência e novos prospects cheguem através do conteúdo à medida que buscam pelo tema.

Direcionar a Geração de Leads:

Tenha o foco em melhor seu posicionamento em resultados de busca e alcançar novos públicos. Isso está a um passo da conversão através da captura de informações de contato em seu release. As melhores práticas em press release enfatizam um call-to-action (CTA) na mensagem – download de um whitepaper, acessar um webinar, inscreva-se em uma newsletter – que irá incentivar os leitores B2C ou B2B a fornecerem informações que sua equipe de geração de demanda podem alimentar em seus programas.

Por que Usar Releases (Estratégia de Promoção de Conteúdo)

Nutrir Canais Próprios & Comunidades:

Direcione o tráfego para seus canais próprios onde as audiências existentes e recém-adquiridas podem interagir com o seu conteúdo, com ofertas de produtos, ou talvez, mesmo seus especialistas podem ser encorajados, destacando o conteúdo com um CTA que leva os espectadores para o seu site, blog ou canais sociais.

Gerar Mídia Espontânea:

Press releases continuam sendo uma fonte de informação e ideias para história por todos os tipos de profissionais de mídia – online, eletrônicos ou impressos – e podem aumentar suas chances de cobertura de mídia sobre seu conteúdo. Ser escolhido pelos meios de comunicação e noticiado por jornalistas e blogueiros, pode construir a atenção para o seu conteúdo. A cobertura de terceiros reforça a credibilidade da sua marca como uma referência sobre o assunto.

Construir Autoridade sobre a Voz de Marca:

Buscas, crescimento da audiência, cobertura da mídia – o press release pode atuar em várias frentes para posicionar sua marca e pensamentos como recursos de especialistas sobre questões, temas e eventos que são importantes para seus clientes e para o sucesso de seu negócio global.

Pronto para construir a sua estratégia de promoção de conteúdo? A PR Newswire oferece as principais soluções multimídia do mercado: distribuição de conteúdo multicanal, e a promoção em rede, que abrange os meios de comunicação, sites, jornalistas, formadores de opinião, mídias sociais e mobile, ajudando você a compartilhar seu conteúdo com o público em geral ou voltado para um target, indústria ou região específica.

Colocar press releases em seu mix promocional é uma forma relativamente simples para fortalecer sua estratégia global de marketing de conteúdo e alcançar seus objetivos de Content Marketing. Baixe o nosso guia fácil e rápido: Guide to Sharing Your Press Release with the World to learn how to get started.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Eva Rohrmann no dia 21 de outubro de 2015. Eva é Diretora de Soluções e Marketing Customer Lifecycle na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

4 Lições para Aprender com Influenciadores do Instagram

A maioria das empresas, não importa seu tamanho, estabeleceram presença em uma ou duas plataformas de mídia social. Sendo o “Big 3 of Social”: Facebook, Twitter e LinkedIn.

Instagram-Tips

No entanto, como o meu colega Jamie escreveu em sua série sobre Marketing B2B no Pinterest, as marcas precisam se diversificar ainda mais.

Claro, é difícil decidir escolher para onde ir. Mas e se eu lhe dissesse que outra plataforma de mídia social se gaba de ter conseguido mais de 300 milhões de usuários ativos mensais, e em comparação com as demais, ainda não foi inexplorada pelos profissionais de marketing, despertaria o seu interesse?

O meu sim. E isso me levou a publicar fotos pela conta do Instagram da PR Newswire já a algum tempo. Não tem sido fácil, especialmente por se tratar de uma empresa B2B. No entanto, aqui estão quatro lições que aprendi ao aumentar o nosso público no Instagram em mais 250% desde maio:

press-release-social-sharing

1.Identifique o propósito específico de sua marca para o Instagram.

Conteúdo – seja ele um post de blog ou whitepaper, webinar ou press release – é um componente fundamental da estratégia de marketing da PR Newswire. E para promove-lo, usamos uma abordagem multicanal, sincronizada em todas as mídias proprietárias, espontâneas e pagas.

Posteriormente, o meu objetivo para Instagram era chegar a uma nova audiência com o nosso conteúdo. Porque a audiência do Instagram tende a celebrar autenticidade e fotos vibrantes do mundo. Eu tento trazer fotografia relevante dos arredores de nossos escritórios com o tema de um de nossos posts.

Por exemplo, a foto abaixo é do Relógio Colgate em Jersey City, New Jersey. Fluiu bem com a mensagem por trás do post no blog desse dia, que dizia que “O tempo é tudo quando sua marca decide entrar no mercado #global”. Não só é uma referência lúdica para o tema em questão, é uma imagem visualmente impressionante e é algo com que as pessoas vão se engajar.

 

2.Pense no Instagram como um canal de marketing de conteúdo visual.

Cada foto que você postar é uma representação direta de sua marca, por isso pense em cada foto do Instagram como criação de conteúdo. Não é tão fácil como simplesmente tirar uma foto rápida no seu caminho para o trabalho e publicá-la, sem colocar o “por que” no seu pensamento.

Invista tempo e esforço em seu conteúdo para o Instagram que você terá sucesso.

Você também não tem que limitar-se a fotos. Pessoas nas redes sociais amam compartilhar uma boa citação gráfica. Aqui, eu peguei uma mensagem de uma de nossas seleções do blog e fizemos o post com a imagem do dia para o Instagram.

 

3.Aproveite a oportunidade para ser diferente.

Cada plataforma de mídia social exige uma voz particular. Se você está gastando a maior parte de seu tempo em um dos 3 grandes, o tom que você tem é provavelmente profissional.

No Instagram, mostre seu lado criativo, não apenas em suas fotos, mas no texto também.

Use uma hashtag divertida como #ThrowbackThursday ou #TBT e poste uma foto do primeiro logotipo que você criou no MS Paint. Ou tente algo peculiar como a foto abaixo de uma peça escrita pelo nosso gerente sênior criativo. Esta ilustração foi usada para mostrar a importância da devida atribuição ao usar citações e tornou-se a nossa principal imagem do Instagram para a data.

 

4.Seja criativo com sua call-to-action.

Um dos maiores desafios para as marcas no Instagram é o fato de que Instagram só oferece um link clicável para não-anunciantes. O que torna isso ainda mais difícil é que esse link está localizado em sua biografia.

Você não só tem que conseguir a atenção do seu público com uma imagem brilhante, você também tem que levá-lo para o seu perfil.

Direcione o seu público até seu link incorporado explicando o que acontecerá depois. Em seguida, informe que o link para mais informações está disponível em sua bio. Alguns posts de marcas, como o nossa, também usaram emojis em um esforço para direcionar ainda mais os olhos dos usuários.

Também é importante usar um link curto e personalizado para ajudar a monitorar quantas pessoas clicaram no seu link. No perfil da PR Newswire, o link direciona para o Blog Beyond PR.

Enquanto o número de seguidores, likes e outras “métricas de vaidade” úteis para monitoramento, é o número de cliques de seu call-to-action que irá mostrar o quão eficaz é a sua estratégia.

Quando usada corretamente, a mídia social pode desempenhar um grande papel fundamental para a promoção de conteúdo da sua marca – até mesmo para press releases. Saiba mais baixando nosso whitepaper Tips for Creating a Press Release that Maximizes Social Sharing.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Ryan Hansen no dia 15 de setembro de 2015. Ryan é Gerente de Mídias Sociais na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Como Escrever um Press Release que Vale Compartilhar

Profissionais de Relações Públicas passam horas escrevendo, editando e aprovando um press release, para depois, reescreverem, reeditarem e reaprovarem.

Como Escrever um Press Releases que Vale Compartilhar

Depois de trabalhar nos adjetivos perfeitos para inspirar confiança da marca e nos verbos ideias para incentivar a ação, temos o orgulho de olhar para o nosso trabalho orgulhosos, e aliviados por finalmente estar feito.

Infelizmente, se não fizermos um planejamento além desses verbos e adjetivos, poucas pessoas vão ler nosso press release tão elaborado.

Não me interpretem mal, quem o ler irá compra-lo. Profissionais de comunicação são geralmente bons escritores – essa é uma exigência de trabalho. As pessoas que leem nossos lançamentos irão realmente ser inspiradas por nossas palavras. Elas simplesmente não serão motivadas o suficiente para compartilhá-los.

Seu press release não pode alcançar todo seu potencial de engajamento a menos que você seja proativo em torna-lo compartilhável, e isso deve começar durante o processo da escrita.

Aqui estão três dicas para resolver esse problema e fazer o seu press release que vale compartilhar:

Escreva para o seu público

Isto pode parecer bastante simples, mas levando em consideração todas as partes internas interessadas geralmente envolvidas em um comunicado de imprensa, é fácil acabar escrevendo para o público errado.

Cuidado ao satisfazer as exigências e desejos de seus gerentes de produtos e executivos, você não deve escrever um conteúdo que satisfaça o público interno as custas daquele que deve ser seu foco.

A oportunidade de conhecer o nosso público é o maior presente que a mídia social nos deu.

Comece pesquisando quem é seu público e onde eles interagem, em seguida, continue com o monitoramento de mídia tradicional e social para manter o “dedo no pulso” do seu público.

Você quer ser relevante. Saber no que ele está interessado vai ajudar a colocar a sua história em conversas que já estão acontecendo.

Convença Influenciadores a Compartilharem seu Conteúdo

Escreva com as Mídias Sociais em mente

Ao elaborar um press release ou qualquer outro conteúdo que esperamos que seja compartilhado, precisamos ter em mente duas perguntas: Por que as pessoas vão compartilhá-lo e onde elas podem compartilhá-lo.

O call to action no seu press release pode ser para visitar o website do seu produto, mas o seu objetivo secundário deve fazer com que as pessoas compartilhem a sua mensagem.

Em nosso mundo cada vez mais digital, é provável que seu comunicado de imprensa seja compartilhado nas mídias sociais. Mas elas têm regras e limitações que você deve ficar atento. Um bom ponto é considerar o Twitter na hora de escrever.

Seu press release compartilhável deve ter uma ou duas sentenças destacadas que imploram para ser twitadas.

Você tem que fazer com que o compartilhamento seja fácil para os seus leitores, dando-lhes um texto que não só é fácil de compartilhar e se ajusta aos limites de caracteres em canais sociais, mas também deixa a sua mensagem. Observe a frase: “Seu press release compartilhável deve ter uma ou duas sentenças destacadas que imploram para ser twitadas”.

Eu espero que você perceba como seria fácil para twittar isso. Foi bastante intencional: Eu quero que você tweet com um link para este post!

Se você não ajudar o leitor e determinar o que deve compartilhar, ele vai fazer isso por conta própria, e isso pode não ser o que você queria.

Escreva histórias, não versões

Quando você lança um produto ou evento, várias versões sobre isso são escritas – versão do marketing, de vendas, para e-mail e assim por diante.

No entanto, você precisa resistir à tentação de usar qualquer dessas versões em seu press release. Nem veja isso sob a mesma ótica.

A escrita do seu press release deve estar mais alinhada com a de seu blog ou a de um artigo escrito para uma publicação do que a de materiais de referência ou seu manual de produtos.

Eu sei o que você está pensando: Muitas vezes é difícil pensar em histórias para aquilo que você está anunciando. Mas lembre-se que se você não puder pensar em uma história, então ninguém mais vai.

Se você quer atingir os jornalistas, eles não vão criar uma história para você. Se sua mensagem for direcionada a clientes, consumidores ou influenciadores do mercado, não vão ler sua notícia a menos que dê a eles um bom motivo.

Talvez, o press release sobre “parafusos” que você está escrevendo, não sejam ideais para se contar uma história, mas o fato de que eles podem salvar vidas, porque nunca enferrujarem ou quebrarem pode ser uma boa. Encontre a sua história e conte-a. As pessoas querem compartilhar histórias, não “versões”.

Para ter mais dicas sobre como escrever press releases compartilháveis, leia o meu whitepaper Tips for Creating a Press Release that Maximizes Social Sharing. E se você tem alguma coisa a acrescentar ou qualquer outra observação, deixe uma nota abaixo na seção de comentários. Gostaríamos muito de ouvir você.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Victoria Harres no dia 09 de julho de 2015. Victoria é VP de Comunicação Estratégica e Conteúdo na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Divulgação de Resultados: Relacionamento “Multimídia” com Investidores

Para as empresas de capital aberto, o final de cada trimestre traz consigo o importante e necessário anúncio de resultados. Estes documentos não são apenas um requisito da SEC, eles também ajudam uma empresa a ser transparente e fornecer informações importantes para os investidores atuais e potenciais.

Divulgação de Resultados: Mostre seus Ganhos com Multimídia

Porque muito da saúde financeira de uma empresa está nas linhas dos releases de resultados, as equipes de RI e RP desenvolveram um efetivo método para escrever sobre isso e divulgar seus ganhos.

No entanto, os investidores estão procurando frequentemente (e cada vez mais) recursos multimídia para ajudá-los a entender e digerir informações financeiras facilmente. (Não acredita em mim? Leia mais em CNW: Beyond the Wire.)

Divulgação de Resultados: Mostre seus Ganhos com Multimídia

A empresa de Healthcare Sanofi teve uma abordagem inovadora o seu anúncio de resultados: Ela não só divulgou seus ganhos completos em um press release tradicional, ela construiu um microsite que abriga conteúdo multimídia para acompanhar sua divulgação.

Esta página sobre os ganhos financeiros está fazendo muitas coisas boas. Por exemplo, a distribuição do release multimídia inclui:

  • Um título curto, claro e que é twitável.
  • Na frente e no topo da página, um infográfico fácil de entender.
  • Um vídeo sobre resultados.
  • Seções do conteúdo que usam negrito, subtítulos e sombras para quebrar o conteúdo.
  • Bullet points abaixo dos títulos para melhorar a leitura do conteúdo.
  • Links para as páginas corporativas, relacionamento com investidores e sites sociais.
  • Um call to action claro para direcionar os espectadores para sua transmissão de áudio webcast.
  • Muitas informações de apoio, incluindo o relatório de resultados completo, apresentação de resultados, transmissão de vídeo e um infográfico completo.

O que a Sanofi fez, foi criar uma página que permite que investidores, consumidores e mídia vejam a história completa sobre seu desempenho. Existe uma ampla oportunidade para engajamento com o conteúdo relacionado para seus investidos. O público tem a opção de baixá-lo, compartilhá-lo, vê-lo, ouvi-lo – ou todas as opções. E para aqueles que precisam da versão tradicional, o texto e a versão completa do relatório de resultados, estão disponíveis na página também.

Parabéns para Sanofi por sua abordagem de ponta para ganhos financeiros!

Texto traduzido do post escrito por Jaimee Bruening no Blog Beyond PR, no dia 08 de maio de 2015.

Jaimee Bruening é Gerente de Serviços Online MultiVu/PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Apresentação Power! Checklist Prático para SlideShare

Embora o SlideShare tenha nascido há quase 10, os profissionais de marketing e comunicação estão apenas começando a explorar o verdadeiro potencial dessa poderosa ferramenta de geração de leads.

Apresentação Power! Checklist Prático para SlideShare

Parecido com o Youtube, a audiência nativa da plataforma é a ponta do iceberg em termos de potencial de visualização. Uma vez carregada, você também pode facilmente incorporar facilmente as suas apresentações em seu site, blog e outras plataformas sociais como LinkedIn.

E, assim como qualquer plataforma social, existem passos que você deve adotar para otimizar o seu conteúdo. Antes de publicar sua apresentação, pergunte-se o sequinte:

Será que ela se sustenta sem um apresentador? Se você estiver compartilhando um Power Point que foi apresentado em um evento ao vivo ou como parte de um webinar, você deve esperar, ajustes terão que ser feitos.

  • Compare o público do evento ao vivo com a ampla audiência on-line do SlideShare. Existem brechas de conhecimento que você precisa preencher?
  • Considere o contexto, ou a falta dele. Faça a sua página de capa e título definirem o cenário, ou você precisa de slides adicionais para introdução?
  • Observe o fluxo da narrativa. Você precisa adicionar slides que incluem pontos de fala ou transições esquecidas?

Sua apresentação tem apelo visual? Lembre-se, o público engajado por apresentações no SlideShare procura mais comunicação visual e pouco texto. Recursos visuais desempenham um papel fundamental no seu slide de capa, é onde o público decide se quer ver mais sobre sua apresentação ou seguir em frente.

Sua apresentação contém animações, vídeos ou links? O SlideShare não suporta muitas funcionalidades do PowerPoint, por isso você terá que rever suas apresentações para fazer esses ajustes logísticos.

  • Remova a animações do PowerPoint ou crie imagens estáticas para introduzi-las durante o tempo de animação em uma série de slides.
  • Remova todos os vídeos incorporados e adicione eles mais tarde dentro do próprio SlideShare.
  • Tenha em mente que o SlideShare desativa todos os links presentes do primeiro ao terceiro slide de sua apresentação.

Sua apresentação ficará boa em um smartphone? Otimizar para Mobile deve estar no topo das suas prioridades sempre que compartilhamos informações digitais, e o SlideShare não é exceção. Mobile corresponde a nove vezes mais engajamento do que desktops.

Confira se o texto em seus slides pode ser facilmente lido em telas menores.  Use 18 pts ou mais.

Se você incluiu gráficos detalhados com texto menor, considere a ampliação dessas seções em slides separados para facilitar a visualização.

Apresentação Power! Checklist Prático para SlideShare

Sua apresentação tem um call to action final? Se não, adicione um. Um call to action beneficia ambos, a marca e o público. O link deve ser para uma informação relevante (um evento, um artigo, vídeo, etc) localizado no seu site, blog ou uma landing page, onde o público pode se converter em um novo lead.

Será que sua apresentação precisa ser convertida para PDF? Mais simples e rápido do que fazer o upload do seu PPT, pense nessa opção.

Se você tem um PPT, suas fontes e formatação podem ser comprometidas. Nem todos os computadores tem as mesmas fontes padrão, e o PowerPoint não as incorpora em arquivos PPT. Se o estilo é uma prioridade em sua apresentação (e deveria ser), você deve considerar fechar um PDF.

Se você converter sua apresentação para PDF, os hiperlinks serão quebrados. Você pode adiciona-los novamente usando o Adobe Acrobat Pro. (Veja como no HubSpot)

Sua apresentação precisa de um “empurrãozinho”? Para ter outros conselhos práticos para a criação de uma super apresentação de slides, confira os outros posts em Beyond PR da série “Making Your (Power) Point”:

Texto traduzido do post escrito por Jamie Heckler no Blog Beyond PR, no dia 30 de abril de 2015.

Jamie Heckler é Gerente de Criativo Senior na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire