Dicas de Conteúdo para Segmentos Conservadores


Dicas de Conteúdo para Segmentos Conservadores

A PR Newswire recentemente compartilhou algumas dicas da nossa premiada equipe de marketing. A minha favorita é a de Bradley H. Smith, responsável pela comercialização dos nossos serviços de IR e Compliance.

Seu conselho: “Tente entreter as pessoas enquanto você as informa”, é brilhante, mas às vezes é mais fácil falar do que fazer.

Bradley Dica

Clique na imagem acima para compartilhar o conselho de Bradley no Twitter.

Pensando nisso, me encontrei com Bradley para entender melhor como ele consegue aplicar sua criatividade em um mercado tão conservador.

Não subestime as pessoas só porque elas trabalham em um mercado chato.

Bradley adverte que alguns profissionais de marketing B2B tendem a manter tanta segurança em sua criatividade que oscilam à beira de ser chato e correm o risco de não gerar engajamento com seu público.

“Imagine que todos os dias você assista muitos anúncios e comerciais criativos”, ele brinca. “Pense em quantas emoções e energias os anúncios do Super Bowl despertam em nós, por exemplo”.

Bradley continua: “Quando você vai para o escritório, você tira o chapéu de anúncio criativo e coloca o chapéu de escritório chato? Estamos falando sobre a mesma pessoa. Só porque você coloca uma gravata e se veste mais formalmente não significa que você quer que o conteúdo não seja envolvente”.

The Evolution of PR’s Role in the Marketing Funnel

Atrair, conectar e diferenciar com criatividade

Com a difícil tarefa de vender para grandes empresas financeiras, Bradley admite que seu público é mais inteligente sobre determinados temas de mercado do que ele mesmo. “Há muita complexidade, que eu não imagino nem por onde começar para ser tão inteligente como eles. Por isso, eu tento ser interessante”.

Como é evidente em seus posts Building Shareholder Confidence blog, Bradley, muitas vezes usa o humor para tornar o conteúdo mais acessível.

“Eu uso o humor criativo para atingir minhas metas importantes, diferenciar a marca e aumentar o engajamento do público”.

Enquanto ele admite que trabalhar com humor pode ser complicado, Bradley adverte que a alternativa a isso pode ser pior. “Como um profissional de marketing B2B, estou sempre atento para não ofender ninguém e não perder meus prospects, mas o risco de ser chato é muito pior, porque nesse caso, ninguém irá me encontrar”.

Usar o humor para mostrar que você está “por dentro”

Unir a leveza do humor com a seriedade de seu mercado é mais uma arte do que uma ciência. Para começar, você deve falar da mesma forma como o seu público.

“O humor tem que ser inteligente”, esclarece Bradley. “Eu não estou fazendo piadas aleatórias. Tento usar o humor dentro do contexto do meu mercado”.

Criar piadas específicas para o seu mercado é uma maneira de mostrar ao público que você consegue relacionar a sua vida pessoal e trabalho. Como ele observa, “Na melhor das hipóteses, as piadas que faço dizem para meu nicho que eu pertenço a ele”.

Usar o humor para mostrar que você está “por dentro”

Seleção de imagens do Blog Building Shareholder Confidence

De acordo com Bradley, o público vai agradecer sua criatividade. “Em mercados mais tradicionais, não existem muitas piadas aparecendo, por isso as pessoas vão valorizar o seu esforço”.

Dicas de conteúdo criativo em mercados mais sérios:

  • Evite temas picantes. Lembre-se que você está representando uma entidade profissional, por isso é sempre melhor evitar temas que são um tabu.
  • Ria com o mercado, não do mercado. O conteúdo nunca deve insultar a suas prospects, empresa ou concorrentes. Bradley aconselha: “Pense em como você falaria com eles cara a cara – antes de alguns drinks”. Se o seu humor precisa de um alvo, coloque você mesmo no papel principal da comédia.
  • Referências devem ser óbvias e apropriada à idade do público. Para o público alvo do Bradley, isso significa que ele pode fazer referências aos Ghostbusters ou Monty Python, mas não as Kardashians.
  • Esconda o anzol e mostre a isca. Chame o público pelo humor e depois forneça informações. Bradley muitas vezes usa o humor nas imagens e títulos de posts em seu blog, mas raramente no próprio texto. As piadas ajudar a atrair o público, mas uma vez que eles já estão no blog, tudo volta a ser negócio.

Para se conectar com o público em todas as fases do processo de compra, temos que desenvolver uma abordagem para criar e promover conteúdo. Isso significa reexaminar nossa narrativa visual e RP para ir além de criar awareness de marca.

Baixe The Evolution of PR’s Role in the Marketing Funnel  e veja mais dicas de conteúdo para estimular a ação do público em todo o processo de compra.

Texto traduzido do Blog Beyond PR, publicado por Jamie Heckler no dia 09 de junho de 2016. Jamie é Gerente Criativa Senior na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios

Sobre PR Newswire
Distribuição de Press Releases e Monitoramento de Notícias. Distribución de Comunicados de Prensa y Monitoreo de Medios.

One Response to Dicas de Conteúdo para Segmentos Conservadores

  1. Pingback: Guia “Friends” para Combinar Conteúdo ao Estilo do Leitor | Blog PR Newswire Brasil

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s