Jornalista – Top 3 Dicas para Usar as Mídias Sociais


A mídia social tem revolucionado a forma como as pessoas recebem e compartilham informações e notícias. Por conta dessa mudança no consumo da informação, jornalistas – e o cenário da mídia – teve que se adaptar rapidamente. Essas novas plataformas não estão substituindo outros meios, mas estão adicionando outra camada de informação e fornecendo acesso a uma ampla variedade de vozes.

Jornalista - Top 3 Dicas para Usar as Mídias Sociais

Recentemente entrevistamos jornalistas sobre como eles usam a mídia social no seu dia a dia e eles destacaram alguns pontos principais:

#1. Mídia Social e a Criação de Histórias

Ao longo da última década, as ferramentas digitais e plataformas móveis têm tido um impacto significativo sobre as práticas jornalísticas e estão proporcionando valor como um instrumento de mídia que pode ajudar repórteres na procura e no descobrimento de ideias para suas histórias.

Michele “Wojo” Wojciechowski disse que ela usa Facebook, LinkedIn e Twitter para encontrar ideias. “Eu acho pessoas e coisas surpreendentes acontecendo mundo afora mais rapidamente porque encontro elas na mídia social. Muitas vezes eu leio alguma coisa que me estimula a ter novas ideias para escrever”.

O fotojornalista Max Whittaker usa, principalmente, o Facebook para pesquisar e ter novas ideias para suas histórias. “Eu vejo várias notícias e atividades sociais através do meu feed do Facebook. Mas o mais importante, eu recebo pequenos vislumbres da vida diária de pessoas comuns. Histórias importantes precisam ser contadas através do prisma de pessoas comuns. O Facebook é um jeito de ver suas lutas e as questões que as afetam pessoalmente, isso pode me ajudar em minhas coberturas e até mesmo me instigar com uma ideia para uma nova história. Eu também posso chegar até essas mesmas pessoas para contar sua história ou recrutá-las para me ajudar a encontrar assuntos que ilustram mais claramente um tema”.

Embora a criação de histórias seja a principal razão que os jornalistas usam as mídias sociais, elas também permitem que você tenha controle sobre o que está acontecendo em sua comunidade local. Jen Picard, Produtor do Insight Capital Radio, que abrange principalmente a região de Sacramento (Norte da Califórnia), acompanha artistas, repórteres e jornalistas locais, só vara saber o que estão falando, compartilhar e promover.

Picard ainda comenta, “Eu vejo como um monte de links que as pessoas compartilham se cruzam em meus níveis de interesse (profissional e pessoal) e isso está amarrado com a tentativa de obter fontes ou encontrar pessoas para falar sobre temas específicos. Estamos sempre procurando o especialista e o homem comum. O especialista é fácil – ele está batendo em nossa porta. Mas o homem comum é muito mais evasivo. A mídia social nos ajuda a encontrar e chegar a essa pessoa”.

#2. Como Encontrar Fontes na Mídia Social

Se você é jornalista e cobre um tema regularmente, suas chances são de encontrar sempre as mesmas pessoas. Participando ativamente em conversas em várias plataformas pode te ajudar a forjar relações com fontes que não teriam outras formas de serem estabelecidas.

Wojciechowski disse: “Às vezes eu uso a mídia social para encontrar fontes – normalmente quando meus contatos como ProfNet não são o tipo específico de fonte que eu preciso. Isso ajuda especialmente quando eu preciso de uma fonte no último minuto. Há sempre alguém na mídia social”.

Aly Walansky acredita que ela usa bastante a mídia social em seu papel como jornalista: “As fontes quase sempre compartilham suas histórias, e seu público, muitas vezes comenta e sugere novos temas (ou apenas viram novos seguidores para nós dois!)”.

#3. Autopromoção de Jornalistas nas Mídias Sociais

Plataformas de mídia social proporcionam aos jornalistas um veículo adicional de autopromoção. Jornalistas agora são capazes de divulgar ativamente seu trabalho, desenvolver a sua própria presença on-line e se envolver com os leitores em um nível inédito na indústria.

Walansky diz: “Em primeiro lugar e principalmente, compartilho todos os meus artigos no Twitter e no Facebook – isso é ótimo para minha autopromoção, é claro. Mas também é ótimo para expandir ideias e fontes”.

Whittaker conclui: “Vou ser honesto, o motivo mais importante para eu usar a mídia social é a autopromoção. Eu sou um fotojornalista freelance, conseguir e manter a atenção de editores de fotografia é o único jeito para pagar as contas enquanto recebendo as histórias que me interessam dos leitores. O Instagram se tornou rapidamente a principal plataforma de mídia social para fotógrafos e editores de fotografia. Amo o feed constante de imagens de fotógrafos em campo”.

Texto traduzido do Blog Beyond Bylines, publicado por Amanda Eldridge no dia 24 de junho de 2015. Amanda é Diretora de Estratégia de Novos Canais da  PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios

Sobre PR Newswire
Distribuição de Press Releases e Monitoramento de Notícias. Distribución de Comunicados de Prensa y Monitoreo de Medios.

2 Responses to Jornalista – Top 3 Dicas para Usar as Mídias Sociais

  1. Tiago says:

    Artigo muito interessante. Não há dúvidas de que o domínio das redes sociais é uma competência cada vez mais importante. Parabéns!

    Gostar

  2. Pingback: click this link

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s