Por que o Jornalista é um Excelente Comunicador para Marcas


Chega um momento na carreira de todo mundo que nos perguntamos se o caminho em que estamos ainda nos inspira. É uma conclusão que pode nos sobrecarregar e nos engolir por inteiro.

Por que o Jornalista é um Excelente Comunicador para Marcas

Depois de uma carreira que abrangente entre noticiários, blogs, mídias sociais e comunicação corporativa, Monina Wagner (@moninaw) explica como se sente. E sabe que é possível sair por cima.

Wagner é atualmente o gerente do Content Marketing Institute, onde lidera os esforços de mídia social da organização. Mas, muito antes dos seus dias trabalhando com campanhas premiadas de mídia social e de relacionamento com a mídia para empresas como Cleveland Clinic, Disney, Nestlé e Sherwin Williams, Wagner foi “mordida pelo bichinho do noticiário”.

“Desde jovem eu queria trabalhar na tv, mas eu não sabia o que isso queria dizer”, disse ela. “Felizmente, eu fui para uma escola que tinha um estúdio, o que estimulou o meu amor para a televisão e me apresentou o noticiário televisivo”.

A escola seguiu para graduação na Universidade de Loyola e estágios universitários nas redações de Chicago. Após a formatura, Wagner se mudou para Ohio e rapidamente construiu uma carreira de sucesso em uma emissora de televisão Cleveland.

Ela trabalhou com reportagens ao vivo, mas descobriu que realmente gostava de trabalhar na redação no campo de produção. Supervisionar a equipe de redação e de operações “realmente me levou a amar a notícia, embora produzindo me permitiu continuar a escrever – Algo que é realmente importante para mim”.

Wagner também começou a “blogar” naquele momento. Ela era uma mãe novata e trabalhava com o cronograma apertado na televisão, ou seja, ela não encontrava muitas mães com experiências semelhantes. “Se eu não poderia falar com pessoas na vida real sobre isso, o blog me deu a oportunidade de me conectar com as outras pessoas”, explica ela. Isso aconteceu durante os primeiros passos da mídia social, por isso, quando a redação de Wagner começou a twittar e publicar mais histórias on-line, ela acompanhou isso.

No entanto, como o passar do tempo, Wagner percebeu que suas aspirações de carreira foram adiadas. Ela havia chegado a um ponto em que estava feliz, mas não estava em condições para mudar de mercado e não lutava para ser uma diretora de redação.

Quando a oportunidade surgiu para se juntar à equipe de Relacionamento com a Mídia e Mídias Sociais da Cleveland Clinic, Wagner não sabia por que não tinha pensado em experimentar a Comunicação Corporativa antes. “Foi um grande “acorda” para mim, ela lembra.

É claro que a transição do Jornalismo à Comunicação Corporativa teve seus desafios. Além de uma mudança no “guarda-roupa”, a redação oferecia um tipo diferente de liberdade e criatividade do que o departamento de comunicação. Ela explica: “Na notícia, há um processo de aprovação, mas você também tem a sua voz. No mundo corporativo, você é a marca que representa”.

É essencial para os profissionais de comunicação entenderem o que é identidade de marca e o que a voz da marca quer dizer, nesse ponto as experiências de Wagner no noticiário e como blogueira vieram a calhar de diversas maneiras.

“O jornalismo serviu para me dar uma base de conhecimento diversificado e me mostrou como se tornar um especialista na área”, disse ela. Jornalistas são frequentemente encarregados de pesquisar e aprender sobre um tema em um curto prazo, isso ensinou Wagner como ter velocidade e trabalhar com uma variedade de clientes.

Essa experiência também ajudou a cultivar a sua capacidade de contar uma história. “Eu costumava escrever em 30 soundbites por segundo, agora eu tenho que escrever em 140 caracteres”. Escrever para o noticiário e para seu blog lhe ensinou a ser atraente, trazer valor para o seu público, e o mais importante ser autêntica – problema enfrentado por muitas marcas.

Se você está pensando em mudar a Comunicação Corporativa, Wagner destacou quatro coisas que os jornalistas sabem como fazer que os diferenciam da concorrência:

#1. Encontrar um gancho para histórias: Apesar dessa habilidade ser óbvia, também é um diferencial extremamente importante. Jornalistas e blogueiros estão sempre trabalhando para conquistar a atenção do seu público. Eles conhecem o tom do Storytelling. Da mesma forma, os comunicadores de marca precisam saber como contar a história da sua empresa de forma que ecoe entre potenciais clientes.

#2. Selecione e trabalhe com fontes: A capacidade de entrevistar e obter uma visão a partir de fontes é algo que pode ser muito útil em um ambiente corporativo onde você está, muitas vezes, trabalhando com especialistas no assunto de sua empresa. “Eu sei que não posso ter conhecimento em tudo”, diz Wagner. “Ir até um especialista de fora, realmente me ajuda e fortalece a minha escrita”.

#3. Procure por novos ângulos: “Os jornalistas tendem a pensar fora da caixa e olhar para ângulos diferentes e novos. Com o Marketing de Conteúdo, que é algo que estamos sempre pensando, você precisa ser capaz de contar histórias de uma forma inspiradora, com uma nova visão”, explicou.

#4. Deixe o seu ego de fora: Apesar de uma notícia ou artigo ser contado em única voz pelo escritor, um excelente jornalista sabe como deixar sua pesquisa e fontes contarem uma história. “Os jornalistas mostram pessoas em suas histórias. O Ego não deve ficar no caminho de uma boa história”, diz Wagner. Mais uma vez, esta é uma habilidade extremamente importante quando é a história da sua marca que precisa ser o foco.

Wagner compartilha um último conselho. “Uma lição que levou muito tempo para eu aprender é a de não subestimar o seu valor”, diz ela. “Muitas vezes as pessoas dizem ‘Tudo o que eu estou fazendo é lançar histórias ou escrever um tweet’, mas você está criando valor à sua marca. Geralmente temos habilidades onde outras pessoas podem não ser tão fortes”. Sim, você tem pontos fracos, mas suas forças, que são únicas, te torna um ativo.

Texto foi traduzido do post escrito por Amanda Hicken no Blog Beyond Bylines, no dia 15 de abril de 2015.

Amanda Hicken é Gerente de Relacionamento com a Audiência na PR Newswire.

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

 

Anúncios

Sobre PR Newswire
Distribuição de Press Releases e Monitoramento de Notícias. Distribución de Comunicados de Prensa y Monitoreo de Medios.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s