Mais uma opção de métrica para o Twitter

Mais uma opção de métrica para o Twitter

Algumas ferramentas de mensuração já são conhecidas pelos usuários da rede social de 140 caracteres, tais como: Twitter Analytics, SocialOomph, entre outras. Entretanto, na última segunda-feira, dia 30/03, o Twitter em parceria com o Ibope lançou mais um aplicativo que permite verificar a métrica de resultados, o MW ITTR.

De acordo com o PROXXIMA, o aplicativo se trata de uma expansão do Public ITTR, ferramenta anterior desenvolvida pela mesma parceria. A expansão permitirá a análise da quantidade de buzz que um programa gera e quais são os perfis do Twitter que mais colaboram para a repercussão das atrações televisivas. Além disso, mostra os telespectadores engajados e quantos usuários estão comentando a respeito do programa televisivo em questão.

O MW ITTR será comercializado apenas para assinantes e clientes do Ibope.

Por Bruno Sutero, Coordenador de Banco de Dados

PR Newswire

Anúncios

Dicas para press release: escreva títulos de impacto

Reprodução Flickr/Creative Commons, Peter Rukavina http://ow.ly/KL9BL

Reprodução Flickr/Creative Commons, Peter Rukavina http://ow.ly/KL9BL

 

Vamos analisar como cada componente de seu press release pode atrair leitores e engajamento se feito corretamente. O primeiro, e talvez mais negligenciado, componente de um press release é o seu título.

Os títulos evoluíram a partir de anúncios simples que informam os jornalistas de um novo produto ou serviço. Hoje, os novos releases são indexados por milhares de bases de dados online e mecanismos de busca, sendo compartilhados várias vezes nas mídias sociais e ainda são usados ​​pelos jornalistas para ajudá-los a escrever seus artigos.

O título do seu press release precisa capturar a atenção dos leitores que enfrentam um excesso de conteúdo diário.

Mas como fazer isso? Aqui estão algumas dicas para começar a escrever títulos com impacto:

O título deve ser curto 

O título deve chamar a atenção dos leitores e atraí-los para mais, mas também precisa ser suficientemente curto para ser twittado. Cerca de 100 caracteres é o ideal. Isso permite que seu público tenha mais espaço para adicionar hashtags, comentários, e etc.

Para fins de pesquisa, a palavra-chave ou a frase principal que você está tentando otimizar deve estar dentro dos primeiros 65 caracteres. A razão para isso é que os meios de busca irão normalmente exibir somente os primeiros 65/70 caracteres, incluindo espaços no título do conteúdo (mesmo que seja um release, post de blog, página do produto, e etc…).

Liderar com um motivo

Liderar com um motivo permite que os leitores – não importa quem são ou por qual meio eles chegam a notícia – a compreenderem imediatamente o porquê deveriam olhar para este pedaço de notícia.

Se o release é sobre um novo produto, pergunte por que seus leitores devem se interessar por este novo produto. O título deve dar ao público uma razão para que eles leiam o seu conteúdo.

Inclua números 

A pesquisa mostrou que os títulos que contêm números superam títulos que não contêm números. Os números podem deixar os leitores curiosos, acreditando que o conteúdo pode lhes trazer tendências interessantes ou dicas que irão melhorar suas vidas.

Ao usar números no título, use o teclado numérico de acordo com a AP Style. A utilização do sinal de porcentagem em vez de escrever “porcentagem” ainda está em discussão, mas a regra geral diz que o símbolo irá processar mais rápido no cérebro e, portanto, deve ser usado.

Usar subtítulos

Os subtítulos ajudam o leitor e os meios de busca dando um contexto adicional para o título e para o conteúdo. Eles também são o lugar ideal para mencionar, sutilmente, o nome da marca. Limite o número de subtítulos a não mais do que dois para evitar a perda de interesse do leitor.

 

Texto original escrito por Michael Pranikoff no Blog Beyond PR, no dia 25 de março de 2015. Michael é diretor  global de mídias emergentes da PR Newswire.

 

Traduzido e adaptado por Caroline Malgueiro, Pesquisadora de Mídia

PR Newswire

Como os memes e as “zueras” da web influenciaram a publicidade

Empresas como a TIM e a Chevrolet já adotaram os memes em suas empreitadas publicitárias. Os memes proporcionam um clima descontraído a uma campanha, afetando assim públicos das mais diferentes classes sociais.  Atualmente, a BIS foi um pouco mais ousada, e inovou em sua nova ação publicitária, focando nas brincadeiras do dia 1º de abril, Dia da Mentira. De acordo com o AD News, a Bis está investindo na "zuêras" da web como estratégia para engajar e entreter fãs e consumidores, a expectativa é gerar um buzz no dia 1º com o “Zuera Awards” Desde o dia 23 de março, a empresa está convocando seus fãs para participar do “prêmio” via Twitter com Vines, links de vídeo, fotos ou texto através da hashtag #ZueraAwards. No Dia da Mentira, um jurí especializado composto por personalidades da mídia, entre elas Cid Não-Salvo, Danilo Gentili, e Rubens Ewald Filho, avaliará no final do dia em tempo real o conteúdo recebido dividido em 4 categorias distintas: - Melhor “zuêra” com Bis - Melhor “zuêra” adaptada - Melhor “zuêra” original - Melhor “zuêra” fail O conteúdo vencedor será registrado em vídeo e publicado em todos os canais proprietários da marca.

Empresas como a TIM e a Chevrolet já adotaram os memes em suas empreitadas publicitárias. Os memes proporcionam um clima descontraído a uma campanha, afetando assim públicos das mais diferentes classes sociais.

Atualmente, a BIS foi um pouco mais ousada, e inovou em sua nova ação publicitária, focando nas brincadeiras do dia 1º de abril, Dia da Mentira. De acordo com o AD News, a Bis está investindo na “zuêras” da web como estratégia para engajar e entreter fãs e consumidores, a expectativa é gerar um buzz no dia 1º com o “Zuera Awards”

Desde o dia 23 de março, a empresa está convocando seus fãs para participar do “prêmio” via Twitter com Vines, links de vídeo, fotos ou texto através da hashtag #ZueraAwards. No Dia da Mentira, um jurí especializado composto por personalidades da mídia, entre elas Cid Não-Salvo, Danilo Gentili, e Rubens Ewald Filho, avaliará no final do dia em tempo real o conteúdo recebido dividido em 4 categorias distintas:

– Melhor “zuêra” com Bis

– Melhor “zuêra” adaptada

– Melhor “zuêra” original

– Melhor “zuêra” fail

O conteúdo vencedor será registrado em vídeo e publicado em todos os canais proprietários da marca.

Por Bruno Sutero, Coordenador de Banco de Dados

PR Newswire

Lollapalooza: Como as marcas utilizam o marketing em um festival

Um dos maiores festivais de rock que ocorre anualmente na cidade de São Paulo, o Lollapalooza, acontecerá no Autódromo de Interlagos nos dias 28 e 29 de março. Além da diversidade musical, o público encontra diversas opções de entretenimento proporcionada pelos patrocinadores do evento que buscam uma maneira de aumentar o engajamento do público disponibilizando momentos de lazer extra show. Os quatro principais patrocinadores da edição 2015 são: Skol, Chevrolet/ Onix, Axe e Sempre Livre. De acordo com o Meio & Mensagem cada um terá seu palco personalizado:Um dos maiores festivais musicais que ocorre anualmente na cidade de São Paulo, a 4ª edição do Lollapalooza no Brasil, acontecerá no Autódromo de Interlagos nos dias 28 e 29 de março. Além da diversidade musical, o público encontrará as mais diferentes opções de entretenimento, além dos próprios shows.

Os patrocinadores do evento buscam de variadas formas uma maneira de aumentar o engajamento do público no espaço. Haverá diversas atrações nos dois dias de Lollapalooza, que proporcionarão experiências com as marcas que vão além das estratégias convencionais como: backdrops, entrega de brindes e sinalização visual.

Os quatro principais patrocinadores da edição 2015 são: Skol, Chevrolet/ Onix, Axe e Sempre Livre. De acordo com o Meio & Mensagem cada um terá seu espaço personalizado para interação com o público:

Palco Onix (Chevrolet)

Em 2015, a Chevrolet montará uma montanha-russa de 12 metros de altura, com quatro carrinhos personalizados e que podem levar oito pessoas por vez. A tendência é manter o sucesso dos anos anteriores. Levando adrenalina e emoção aos visitantes.

 

Skol Stage (Skol)

A Skol apresentará um cenário que lembra os antigos parques de diversão e uma loja de Vinil. Fora isso, a bebida será a cerveja oficial do festival.

 

Axe Lounge

-A Axe desenvolveu uma estratégia de marketing um mês antes do evento, desafiando os clientes da Barbearia Corleone a ousar no visual. Os mais “ousados” ganharam um par de ingressos para o festival. Além disso, uma barbearia com estilo retrô será instalada no estande da Axe.

 

Lolla Lounge (Sempre Livre)

A Sempre Livre apostou na liberdade de movimentos através da hashtag #amusicamemove. No camarim haverá um salão de beleza com profissionais oferecendo maquiagem e penteados ao público. No salão principal blogueiras estarão divulgando em tempo real os acontecimentos do evento. Os vídeos estarão disponíveis no site do Sempre Livre.

 

Há muitas outras marcas apoiando o evento. Por isso o Lollapalooza é um acontecimento tão aguardado não somente pelos amantes da música, mas pelos apaixonados por diversão e inovações.

 

Por Bruno Sutero, Coordenador de Banco de Dados

PR Newswire

A tecnologia que vestimos e o mundo fitness

Pulseiras, calçados e roupas não serão mais os mesmos no mundo fitness, que atualmente está muito além das dietas, exercícios e comidas orgânicas. Uma das tendências dos praticantes de musculação, corrida e esportes individuais são os dispositivos wearables, que proporcionam comodidade e fácil mobilidade para o público esportivo. As empresas especializadas em criação de gadgets estão em uma corrida “corpo a corpo” para concretizar a fidelização e o engajamento dos clientes. A última a lançar um wearable foi a Microsoft, que lançou a Microsoft Band. Segundo o IT Channel, o aparelho é “como uma ponte entre um smartwatch e uma pulseira fitness desenvolvida a pensar nas atividades ao ar livre.” A novidade da Microsoft, disponível temporariamente apenas nos Estados Unidos, verifica funções fisiológicas como: frequência cardíaca, quantidade de calorias queimadas, qualidade da sua noite de sono, dentre muitas outras, além de lembranças de boa conduta para manutenção da saúde, apesar da necessidade de conexão com os demais aplicativos de Microsoft. O mercado de wearables está em alta no Brasil, e isso o torna um investimento bastante rentável na área. Segundo o Mundo Marketing, o segmento foi responsável por movimentar US$ 9 bilhões em 2014 e a expectativa para os próximos três anos (até 2018) é que essa marca salte para R$ 30 bilhões, de acordo com levantamento feito pelo banco Credit Suisse.

Pulseiras, calçados e roupas não serão mais os mesmos no mundo fitness, que atualmente está muito além das dietas, exercícios e comidas orgânicas. Uma das tendências dos praticantes de musculação, corrida e esportes individuais são os dispositivos wearables, que proporcionam comodidade e fácil mobilidade para o público esportivo.

As empresas especializadas em criação de gadgets estão em uma corrida “corpo a corpo” para concretizar a fidelização e o engajamento dos clientes. A última a lançar um wearable foi a Microsoft, o Microsoft Band. Segundo o IT Channel, o aparelho é “como uma ponte entre um smartwatch e uma pulseira fitness desenvolvida pensando nas atividades ao ar livre.” A novidade da Microsoft, disponível temporariamente apenas nos Estados Unidos, verifica funções fisiológicas como: frequência cardíaca, quantidade de calorias queimadas, qualidade da sua noite de sono, dentre muitas outras, além de lembranças de boa conduta para manutenção da saúde, apesar da necessidade de conexão com os demais aplicativos da Microsoft.

O mercado de wearables está em alta no Brasil, e isso o torna um investimento bastante rentável na área. Segundo o Mundo Marketing, o segmento foi responsável por movimentar US$ 9 bilhões em 2014, de acordo com levantamento feito pelo banco Credit Suisse, e a expectativa para os próximos três anos (até 2018) é que essa marca salte para R$ 30 bilhões.

Por Bruno Sutero, Coordenador de Banco de Dados

PR Newswire

“Layout”, uma inovação para os “Instagramers”

O Instagram está sempre inovando com o intuito de manter seus usuários sempre interessados na rede social, e no dia 23 de março lançou mais uma ferramenta para que os “Instagrammers” continuem usando a criatividade com os mais variados tipos de posts. O “Layout”, é o novo aplicativo que permite múltiplas fotos em uma única imagem de maneira fácil e rápida. Segundo matéria do ADNews, após abrir o aplicativo, o usuário verá imediatamente um exemplo de como utilizar o novo recurso. O Layout permite arrastar as fotos, reordená-las, ajustar de tamanho e desenvolver montagens que os usuários adoram criar. Temporariamente, o app está disponível apenas para iOS. Porém, segundo o próprio Instagram, a ferramenta será disponibilizada para Android nos próximos meses.

O Instagram está sempre inovando, com o intuito de manter seus usuários constantemente interessados na rede social. No dia 23 de março, foi lançada mais uma ferramenta para que os “Instagramers” continuem usando a criatividade com os mais variados tipos de posts.

O “Layout”, é o novo aplicativo que permite múltiplas fotos em uma única imagem de maneira fácil e rápida. Segundo matéria do ADNews, após abrir o aplicativo,um tutorial será imediatamente exibido, juntamente com um exemplo de como utilizar o novo recurso. O Layout permite arrastar as fotos, reordená-las, ajustar de tamanho e desenvolver montagens que estão em alta dentro dos posts da mídia social.

Temporariamente, o app está disponível apenas para iOS. Porém, segundo o Instagram, a ferramenta será disponibilizada para Android nos próximos meses.

Por Bruno Sutero, Coordenador de Banco de Dados

PR Newswire

Impacto das campanhas de marketing no cinema e nos games

As estratégias de marketing podem variar de um mercado para o outro, porém são necessárias em qualquer segmento. O mercado dos videogames e a indústria cinematográfica não fogem à regra. Muitos filmes e jogos que possuem um marketing forte geram expectativa e especulação do público e da mídia, mesmo que o resultado final não agrade a todos. No mercado dos games, certas produtoras com maior poder aquisitivo fazem uma excelente divulgação através de eventos e publicidade televisiva. Outra estratégia que merece destaque são os cartazes e banners nas estações do metrô e nos pontos de ônibus, provavelmente uma tática muito efetiva, levando em conta o número de pessoas que circulam diariamente nos locais. Trailer em Live-Action do jogo Call of Duty Black Ops 2 Já no ramo cinematográfico, o uso de cartazes e banners produzem um bom resultado. Porém, mais efetivos são os trailers dos filmes que chamam a atenção do público e atualmente são exibidos tanto na internet quanto na televisão, atingindo assim públicos de quaisquer classes sociais. Segundo o site ADNews, o especialista em marketing Edmir Kuazaqui, está lançando um livro chamado “Marketing Cinematográfico e de Games”. O autor é doutor e mestre em Administração graduado pelo Mackenzie e pós-graduado em marketing pela ESPM declarou: “Procuramos democratizar um pouco mais os conhecimentos e as particularidades dos segmentos abordados, com o objetivo de, quem sabe, influenciar os leitores e fazer com que se identifiquem com o tema, despertando-os para a importância desses setores da economia, que podem contribuir significativamente para o crescimento econômico e social do país" em entrevista ao ADNews.As estratégias de marketing podem variar de um mercado para o outro, porém são necessárias em qualquer segmento. O mercado dos videogames e a indústria cinematográfica não fogem à regra. Muitos filmes e jogos que possuem um marketing forte geram expectativa e especulação do público e da mídia, mesmo que o resultado final não agrade a todos.

 

GAMES

No mercado dos games, certas produtoras com maior poder aquisitivo fazem uma excelente divulgação através de eventos e publicidade televisiva. Outra estratégia que merece destaque são os cartazes e banners nas estações do metrô e nos pontos de ônibus, provavelmente uma tática muito efetiva, levando em conta o número de pessoas que circulam diariamente nos locais.

Trailer em Live-Action do jogo “Call of Duty Black Ops 2”

 

CINEMA

Já no ramo cinematográfico, o uso de cartazes e banners produzem um bom resultado. Porém, mais efetivos são os trailers dos filmes que chamam a atenção do público e atualmente são exibidos tanto na internet quanto na televisão, atingindo assim públicos de quaisquer classes sociais.

Trailer do Filme “Os Vingadores – A Era de Ultron” que será lançado em 23 de Abril no Brasil

Segundo o site ADNews, o especialista em marketing Edmir Kuazaqui, está lançando um livro chamado “Marketing Cinematográfico e de Games”. O autor é doutor e mestre em Administração graduado pelo Mackenzie e pós-graduado em marketing pela ESPM declarou: “Procuramos democratizar um pouco mais os conhecimentos e as particularidades dos segmentos abordados, com o objetivo de, quem sabe, influenciar os leitores e fazer com que se identifiquem com o tema, despertando-os para a importância desses setores da economia, que podem contribuir significativamente para o crescimento econômico e social do país” em entrevista ao ADNews.

Por Bruno Sutero, Coordenador de Banco de Dados

PR Newswire