7 Dicas de Storytelling para Profissionais de RP

Sabe o que todos os Storytellings têm em comum? São histórias interessantes e simples. Dicas para profissionais de RP de como extrair o melhor das história.

 7 Dicas de Storytelling para Profissionais de RP

Para conquistar a cobertura da mídia você deve ir além do convencional e do que já é esperado. Mesmo em mercados menos interessantes como B2B, de menor visibilidade e de escolhas mais racionais, é possível criar um Storytelling de sucesso.

Para conseguir a cobertura da mídia e conquistar a atenção de seus clientes, encontre histórias que despertem o interesse e aprenda como compartilha-las de forma simples. Mas garanta que a sua mensagem esteja alinhada com a sua marca e com o público. Por que um jornalista escreveria sobre seu cliente? Para ajudar abaixo as 7 dicas que te ajudaram a extrair as melhores histórias de seus clientes:

#1. O que é diferente?

O que você pode oferecer de diferente das outras empresas? O que te diferencia da concorrência?

Você já imaginou que a mídia e os jornalistas, quando escrevem ou publicam um artigo também existe um interesse envolvido? Querem que o seu trabalho se diferencie entre no emaranhado de notícias e entregar algo que realmente faça sentido para seus leitores, no caso da mídia imprensa. Se um blog publica um vídeo do Youtube, ele deve fazer sentido para o público.

Os jornalistas e blogueiros estão sempre à procura de algo diferente e único. Em que ponto da história do seu cliente teve um acontecimento inusitado que merece a atenção? No que seus produtos se diferenciam? Pense na fabricação… Qual parte do processo faz dele especial?

Inclua na sua história os benefícios que o seu diferencial traz para os consumidores.

#2. O que é novo?

Se você realmente quer chamar a atenção da mídia, seu Storytelling deve ter alguma novidade. Se existe uma razão para você emplacar nos noticiários, é a sua história conter uma grande novidade. Jornalistas estão interessados em histórias inéditas.

Se você trabalha em uma assessoria de imprensa, e seu cliente lançou um novo produto, não espere uma semana para entrar em contato com os jornalistas sobre o assunto. Espalhe a novidade antes. Nos últimos anos, com o crescimento e popularização dos smartphones, basta abrir um site de tecnologia para ver as manchetes: “Vazam fotos do novo celular” ou “Veja em primeira mão o design do aparelho”.

#3. No que seu público está interessado?

Toda marca tem um público, pense no que ele está interessado. Quais são as atividades, rotina e forma de lazer. Coletar esses dados e saber exatamente com quem você quer dialogar dará os inputs necessários para que você consiga construir sua narrativa e criar um relacionamento através do Storytelling.

Provavelmente o público da sua marca consome informação dos mesmos veículos de mídia. Forneça sua história aos jornalistas desses veículos, eles serão a ponte entre você e os consumidores.

#4. Quais são as tendências do setor?

Todos os setores do mercado passam por momentos diferentes. Crescimento, cortes, evoluções e mudanças. Quando surgem essas situações aproveite a oportunidade, faça da sua marca uma porta-voz, crie uma história comentando o assunto.

Suponhamos que uma nova tecnologia acaba de sair e mudará a forma como você sua marca trabalha? Chame alguns jornalistas para discutir o assunto. Seja consistente, os jornalistas começarão a vê-lo como um especialista no seu setor e irão procura-lo sempre que houver uma novidade para saber a sua opinião.

O ProfNet é um serviço da PR Newswire voltado para especialistas. Ele coloca você em contato com milhares de jornalistas.

#5. Sempre existirão boas histórias para contar?

Sempre. Boas histórias aparecem a cada ano, como no Natal, Páscoa e Dia das Mães. Se você vincular sua marca a eventos como estes, você terá sorte: Os jornalistas e empresas de mídia sempre estão ligados nessas datas sazonais para preencher suas publicações com histórias relacionadas a cada época do ano.

Fora as datas sazonais do comercio, arranque histórias de acontecimentos atuais. Se você está trabalhando com uma marca que fabrica calças jeans, aproveite a crise hídrica que estamos passando para ensinar os consumidores sobre como otimizar a lavagem dos seus produtos. Com toda certeza um vídeo sobre o tema poderia render a cobertura da mídia.

#6. O que sua marca tem feito?

Que marcos tem alcançado? Sua marca conquistou novos clientes ou fechou novas parcerias de negócio? Avise os jornalistas.

Mesmo que os jornalistas não se interessando por assuntos de menor valor, vale lembrar que se sua história for interessantes e simples, provavelmente você conseguirá abocanhar seu espaço nos noticiários. Conquistar novos clientes não é algo que podemos dizer que chame a atenção da mídia, mas se esses novos clientes ajudarem você a construir uma história interessante, quem sabe.

#7. Como sua marca superar as adversidades?

Todo mundo adora uma história sobre superação. Provavelmente você tem alguma história que mesmo com as dificuldades teve um final feliz. Como superou um obstáculo na sua trajetória? O que teve que fazer para se livrar de uma enrascada?

Explicar como você resolve seus problemas pode ser um case de Storytelling interessante para a mídia e conquistar a simpatia do público.

Pense nessas 7 questões. Após respondê-las defina o formato da sua história, quais pontos merecem ser destacados e a linguagem a ser usada. Com essas questões definidas, coloque sua história em contato com os jornalistas e meios de comunicação que podem se interessar na sua mensagem. E não se esqueça: Desperte o interesse e seja simples. “A simplicidade é o último grau da sofisticação”.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire