A Evolução Hi-Tech do Press Release


Na medida em que avançamos em direção a reta final de 2014, as questões de que as novas tendências de RP estão por vir no próximo ano já estão alvoroçadas. Mas de acordo com John Pilmer, proprietário e CEO da PilmerPR, uma tática ainda podemos esperar para ver que já existe há décadas é o press release comprovado e verdadeiro. Em um novo artigo de opinião no Entrepreneur.com relacionado à atual relevância dos comunicados de imprensa, Pilmer escreve: “A distribuição de um release ainda é a maneira mais rápida e confiável para atingir a seção transversal mais ampla da mídia. Enquanto a mídia social, o Google AdWords, sites de marca, rajadas de e-mail, banners publicitários, blogs e uma infinidade de outras tecnologias da nova era são uma parte importante de qualquer estratégia de marketing – especialmente para startups – essas coisas não vai substituir o conceito mais formal e de longo alcance de um comunicado de imprensa profissional.”

A Evolução Hi-Tech do Press Release

Click na imagem para ver o MNR completo

O aspecto de distribuição de releases, que permite com que a informação seja descoberta por novos públicos é o que tem permitido a esta ferramenta sobreviver aos anos. Ao mesmo tempo, as tecnologias de ponta também evoluíram a aparência dos releases para cumprir os desejos do público e criar histórias envolventes, visualmente ricas e com mídia interativa.

Por exemplo, esta nota à imprensa multimídia de tirar o fôlego para promover Zhongsan, China como uma nova zona de desenvolvimento hi-tech compreende todos os elementos de um comunicado à imprensa moderno que mostra por que essa ferramenta ainda é uma importante fonte de influência em Relações Públicas.

O título atraente “Província chinesa rapidamente tornando-se o próximo grande Hub para Overseas Biofarmacêutica e desenvolvimento de alta tecnologia” indica uma oportunidade que pode ser adquirida por quem lê esta informação. A fim de aumentar o awereness e o interesse em um assunto particular, a primeira mensagem para o público é uma regra.

Subtítulos fornecem detalhes de apoio, um dos quais contém hashtags relacionadas e um botão “click-to-tweet” para incentivar as interações sociais que são fundamentais para conquistar visibilidade online.

Imagens impressionantes de paisagens de Zhongshan tornar o texto em si mais convidativo para ler, permite que ele se conecte emocionalmente, e neste caso em particular é muito persuasivo para imaginar empresas neste local.

Texto invertido em forma de pirâmide, o primeiro parágrafo aponta estatísticas convincentes para atrair o leitor e convencê-lo a continuar lendo. Levando em consideração o período de atenção de público de hoje, o clímax da história precisa ser entregue logo no início.

Um destacado call-to-action promove o webinar e direciona o tráfego para o site da empresa  oferecendo oportunidades para avaliar e medir o crescimento dos negócios devido a esta campanha de Relações Públicas.

Como a indústria do RP evolui com o tempo assim serão com os press releases. Este MNR da American Zhongsan Association of Commerce nos mostra exatamente como. Parabéns pelo trabalho bem feito!

Este texto foi traduzido do post escrito por Shannon Ramlochan no Blog Beyond PR, no dia 10 de outubro de 2014.

Shannon Ramlochan é Coordenadora de Marketing de Conteúdo da PR Newswire

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Advertisements

Sobre PR Newswire
Distribuição de Press Releases e Monitoramento de Notícias. Distribución de Comunicados de Prensa y Monitoreo de Medios.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s