Os Efeitos do Google Hummingbird nas Buscas e no Social


Tivemos alguns meses para compreender e absorver as mudanças que o Google provocou com o lançamento do algoritmo de busca Hummingbird, que mudou significativamente como a gigante de buscas classifica o conteúdo.

Google_Algoritmo

Portanto, que efeito teve o Hummingbird sobre as buscas e o social?  No início deste ano, o Social Media Club NYC organizou um evento que avaliou o impacto que o novo algoritmo provocou nos usuários e nas marcas da internet. A reunião foi moderada pelo membro da diretoria da SMCNYC Danielle Simon e entre os três palestrantes estavam:

Landsman preparou o seguinte PowerPoint para introduzir o tópico do Hummingbird. Você pode fazer o download aqui: db.tt/rFVSLL2W.

Entre os pontos principais enfatizados por Landsman estão:

  • O vice-presidente de Busca do Google, Amit Singhal, explicou essa nova mudança dizendo: “O Hummingbird está focado mais em classificar as informações com base numa compreensão mais inteligente das solicitações de busca, diferentemente do anterior, Caffeine, que estava direcionado a uma melhor indexação dos websites”.
  • Com essa nova mudança no Google Search, o conteúdo continua sendo o mais importante. Você precisa ter condições de compartilhar conteúdo com contexto.
  • A mudança põe em prática a Web Semântica, na medida em que o Google pretende apresentar esses resultados em sua busca.
  • O Google realmente quer compreender o que significa sua solicitação de busca.
  • O Google mantém um banco de dados de tudo que foi pesquisado e, depois, eles verificam no seu histórico de busca pessoal quando você se conecta na conta Google, bem como no contexto da busca e no conteúdo. Eles chamam isso de busca personalizada.
  • A linguagem humana está conquistando mais espaço no Google, especialmente com o Siri e o Android ouvindo o que você está dizendo.
  • O Hummingbird otimiza o vasto Gráfico do Conhecimento do Google, que contém informações sobre cerca de 570 milhões de conceitos. Em seguida, usa essa equação elaborada por Landsman: Palavras + Contexto + Gráfico do Conhecimento = SERPS (vulgo “hits”)
  • O Google declara que as palavras chave não são fornecidas a menos que você seja um anunciante. A explicação por trás disso é que quando é empregado o SSL (Secure Sockets Layered – nível de segurança na conexão), as palavras chave não são fornecidas.
  • O Google mudou para SSL para todas as buscas personalizadas. Como medida de segurança, isto garantiria a identidade do usuário.
  • Veja o que você pode fazer, uma vez que o Google não está lhe contando as palavras chave: comece a ouvir; considere seus registros de referência; considere o tempo gasto por página; considere tudo mais que aparece na busca; escreva write great copy em todas as suas páginas e assegure-se de usar todas as ferramentas de metadados.
  • É mais importante atrair tráfego para o seu site que esteja interessado no que você tem a dizer contrapondo a conseguir toneladas de hits.

Aqui estão algumas das perguntas feitas por Simon e pelos participantes e as respostas:

Que tipo de mudanças pode ser percebidas que reflete essa alteração de algoritmo para os usuários?

Batista: Quando os usuários precisam buscar algo, não querem digitar muito. Entretanto, quando se precisa falar para fazer a busca, você será mais prolixo. Para nós, é mais fácil falar do que digitar. Da perspectiva do Google, eles consideram os dois aspectos. Esses são os desafios que o Hummingbird está possibilitando ao Google solucionar.

O que você pode fazer enquanto empresa e como atender melhor seus clientes aparecendo em determinadas buscas?

Batista: Em 2009, Google iniciou um projeto chamado rich snippets para estimular mais webmasters a colocar notas em suas páginas e identificar se a página refere-se a lugar, crítica, receita, etc. Em troca, isso ajudou o Google a enriquecer seu gráfico de conhecimento, o que torna a busca mais fascinante. Se eu tenho um cliente que implemento esses rich snippets, ele terá um aumento de pelo menos 30% na taxa de click-through (acessos).

Outra ferramenta gratuita que você pode usar é Webmaster Tools. É uma ferramenta SEO (otimização de mecanismos de busca) que o Google fornece e você terá acesso total às frases que as pessoas estão pesquisando. Nos dados de busca que são digitados, por exemplo, você não terá conjunções, enquanto nas buscas faladas encontrará preposições. Dessa forma você terá condições de filtrar a lista de consultas fornecida pelo Google. Você pode filtrar, também, pesquisando o tipo de dispositivo que foi usado para a busca. Assim que identificar o tipo de pesquisa, você poderá ver se a página está atendendo às necessidades do usuário e o que os eles estão procurando.

Os resultados da pesquisa são diferentes quando pesquisados pelo celular ou pelo computador?

Landsman: A diferença mais provável será a geográfica. Quando a pesquisa é feita em dispositivos móveis, eles levam em consideração o local. Por exemplo, se digitar “restaurante chinês” no celular, se comparado ao computador de mesa do escritório, ele indicará mais resultados sobre o que há nas proximidades e será um pouco mais rápido.

Como o social está começando a influenciar nos resultados de busca?

Bernard: Se você for uma empresa local, precisa se assegurar que o conteúdo está otimizado para dispositivo móvel. Pode ser publicações sociais, tweets, miniatura de imagens ou do website. A segunda coisa é o Google+, que está ligando muitas peças da Web, ou seja, endereços de e-mail, as tags de autoria. Da perspectiva social, não esqueça o Google+, porque no futuro, pode se tornar ainda mais importante do que as pessoas imaginam. Não se trata apenas do conteúdo estar ali, mas também sobre as assinaturas sociais do Google+. Fizemos alguns experimentos nas publicações da AOL com assinaturas sociais do Google+, e nós, definitivamente, temos visto que estes posts têm mais engajamento.

Como você pode transmitir imagens pelo Google Search?

Landsman: O Google está fascinado com o Pinterest. O Pinterest é mais importante para o Google do que muitos outros sites, como o Flickr. Para um cliente, sempre que coloco uma imagem em seu site, eu faço o um “pin”. Assim o Google exibirá a imagem imediatamente. Quadros no Google+ não são tão apreciados quanto no Pinterest, mas estão próximos.

Quais são as coisas que se pode fazer para ajudar nas buscas?

Bernard: Escreva títulos melhores. O impacto de escrever títulos melhores da perspectiva social e de busca é enorme. Você tem, praticamente, que entrar nas mentes das pessoas que estão pesquisando quando estiver redigindo os títulos. Os títulos precisam ser mais coloquiais e fluentes.

Landsman: Você precisa usar a linguagem da pessoa que pesquisa e do seu visitante. No que eles estão interessados e como eles vão reagir a você? Você precisa também compreender a experiência do usuário e, com a pesquisa se tornando mais semântica, indiscutivelmente está se tornando muito mais importante.

Qual é o futuro do Hummingbird para marqueteiros?

Batista: O Google quer construir um computador no qual se possa fazer todo tipo de pergunta que ele terá condições de responder. Ser capaz de dar a resposta que você espera, seja ela qual for, é para esse lado que as coisas estão caminhando.

Landsman: E o verdadeiro objetivo deles é ter condições de antecipar o que você deseja.

Este texto foi traduzido do post escrito por  Polina Opelbaum no Blog Beyond PR, no dia 05 de março de 2014.

Polina Opelbaum é editora do ProfNet, um serviço que ajuda jornalistas a se conectarem com fontes especializadas. Para ler mais sobre Polina, verifique seu blog no ProfNet Connect.

Advertisements

Sobre PR Newswire
Distribuição de Press Releases e Monitoramento de Notícias. Distribución de Comunicados de Prensa y Monitoreo de Medios.

3 Responses to Os Efeitos do Google Hummingbird nas Buscas e no Social

  1. Pingback: O Tamanho Ideal de Títulos de Notícia para Buscadores | Blog PR Newswire

  2. Pingback: Google+ Stories and Movies: Memórias Compartilhadas | Blog PR Newswire

  3. Pingback: Retrospectiva 2014 – Blog PR Newswire | Blog PR Newswire

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s