Felicidade: Sentimento que Faz as Pessoas Compartilharem Conteúdo

Pode parecer que ao longo do dia sentimos diversas emoções diferentes. Uma para cada situação pessoal ou social que estamos vivenciando. Porém a ciência explica que isso é uma meia verdade. Segundo uma pesquisa, na verdade temos apenas quatro sentimentos: Felicidade, tristeza, medo e raiva. Esses sentimentos estão para nosso cérebro, assim como as cores primarias para a arte.

Um post de Courtney Seiter para o Blog Buffer, chamado “A Ciência das emoções no Marketing: Como nossos cérebros decidem o que compartilhar e no que confiar”, explica como cada uma as emoções contribuem para que as pessoas compartilhem conteúdo nas redes sociais. Como se formam no nosso cérebro e como nos motivam à ação.

Compartilhar_Sentimento

FELICIDADE FAZ COM QUE AS PESSOAS COMPARTILHEM

Segundo o Psicanalista Donald Winnicott, a primeira ação emocional nas nossas vidas é responder o sorriso das nossas mães. A felicidade é um fator embutido em cada um de nós.

A ciência diz que a felicidade está localizada no córtex pré-frontal esquerdo de nossos cérebros. Mesma região do cérebro que é ativada em monges budistas quando atingem um estado de êxtase na meditação.

A felicidade é o principal motor para o compartilhamento em mídias sociais. Emoções relacionadas a esse sentimento são a maioria na lista dos maiores direcionadores de conteúdo viral, segundo o estudo da Fractl.

O professor de marketing da Universidade da Pensilvânia, Jonah Berger, estudou 7.000 artigos do New York Times para determinar o eles tinham de especial para serem enviados por email. E descobriu que quanto mais positivo era o artigo, maior a probabilidade de se tronar viral.

No artigo, Courtney também descreve os outros sentimentos e a relação deles com a ação das pessoas em compartilharem ou se relacionarem com o conteúdo que são expostas. Vale a pena conferir o post completo.

Por Victor Melo, Analista de Comunicação Corporativa LatAm
PR Newswire

Anúncios