Gere Conhecimento com os Press Release, não links.


Este texto foi traduzido do post escrito por   no Blog Beyond PR, em 31 de julho de 2013.

Press Release Conhecimento

Essa colocação foi feita por um palestrante em um recente webinar, e foi direto ao ponto. Porque antes de levar o público a agir, você tem que primeiro conquistar a sua atenção.

É melhor que a atenção seja conquistada pela autenticidade, e marcas obtém mais valor quando ganham a atenção do seu público, fornecendo informações de qualidade. A utilidade irá superar a ferramenta o tempo todo.

Isso nos leva a uma importante mudança, o Google lançou a cerca de uma semana, por meio de uma atualização em suas “Webmaster Guidelines“, na qual explicitamente aconselha contra a incorporação de texto âncora otimizado em Press Releases ou artigos que são distribuídos em outros sites.

Esta não foi uma surpresa, já que o Google vêm aumentando o valor da mídia e sinais sociais, como apontou com Panda e Penguin (nomes de códigos algoritmos do Google). A PR Newswire em breve mudará a estrutura dos links no conteúdo que distribui para cumprir com as novas diretrizes do Google, com a implementação do “No-follow links” em nosso feed de comunicados.

Mas, por que com os Press Releases? 

Os buscadores precisam entregar aos seus usuários resultados de pesquisa precisos e úteis, e estão continuamente atualizando e se aperfeiçoando para avaliar e classificar o conteúdo. Com suas novas diretrizes, o Google está desencorajando o uso do Press Release para a construção de links.

Há uma distinção importante aqui. Releases são mais do que uma simples ferramentas de SEO. Os comunicados atingem jornalistas, formadores de opinião e consumidores. A AP, Dow Jones, Reuters e Bloomberg, junto com milhares de outras grandes redações em todo o mundo, têm feeds de releases canalizados diretamente em seus sistemas editoriais. E quase oito mil sites, incluindo alguns dos maiores sites de notícias do mundo, publicam o conteúdo distribuído pela PR Newswire. Os comunicados conduzem a interação social. Reúnem divulgações financeira. Resumindo, eles conduzem a uma ampla descoberta da sua mensagem. Nada disso tem a ver com “linkbuilding e SEO”. Isso tudo é sobre a construção do conhecimento.

Com essas novas diretrizes, o Google está focando em uma minoria entre as empresas distribuidoras de releases.

Enquanto a maioria das empresas que utilizam PR Newswire (e nossos concorrentes) estão fazendo isso pensando em construir o conhecimento de suas mensagens, os veículos as selecionam e entregam suas mensagens diretamente para seu público-alvo, existe um contingente que está emitindo comunicados de imprensa com a única finalidade de gerar links de entrada, e esta é a prática que o Google está desencorajando.

A sofisticação dos algoritmos de busca, hoje, é de tirar o fôlego. Eles avaliam inúmeras variáveis como sinais sociais e comportamento do usuário, e podem ler a linguagem natural e determinar seu contexto.  É incrível, e não é de admirar que agora ignorar fatores que costumava ser o centrais como uma parte do conteúdo foi classificado e já foram considerados as melhores práticas de SEO. Como resultado, a “velha escola de táticas de SEO” – como repetir a mesma palavra-chave mais e mais em uma parte do conteúdo ou rechear a página HTML com palavras-chave – caíram em desuso. Com esta alteração mais recente, o Google já sinalizou que a distribuição do texto âncora com links otimizados também estão caindo no esquecimento.

No-follow links

Acrescentando o código “no-follow” para os links no comunicado não terá impacto sobre sua capacidade ser descoberto – os releases ainda serão indexados pelos buscadores e os links dentro deles ainda serão úteis para os leitores.  Isso significa que os seus comunicados de imprensa não deixaram de aparecer nas pesquisas on-line. O código “no-follow” simplesmente avisa aos buscadores que os links “dentro” do press release não devem ser lidos e isso conta para a classificação de pesquisa da página que está vinculado. (Se isso parece uma técnica SEO, é porque é).

Esta mudança vai ser inconveniente para as organizações que estavam contavam com links pagos. No entanto, cada vez menos as organizações estão fazendo isso, já que esta tática já perdeu valor considerável.

Distribuição descoberta

O real valor do Press Release  

Nosso conselho aos clientes sobre o assunto de Press Releases e SEO tem sido claro e permanece inalterado com a atualização do Google sobre suas novas diretrizes webmaster. Usar comunicados apenas como meio para gerar links de entrada para sites de terceiros ou para o próprio site da empresa responsável pela distribuição não é uma boa prática há anos.

Acreditamos que a distribuição deve favorecer o valor da descoberta, e não links. Dirigir conteúdo relevante gera leitura autêntica, cliques e visibilidade entre o público e ações sociais relevantes – que é onde o comunicado agregar valor.

Quando se trata de construir visibilidade on-line para a sua marca, os Press Releases não devem ser usados como divulgadores de links, mas sim como meio para conduzir a descoberta da mensagem relevante pelo público, que por sua vez, irá fornecer interações, autênticas e orgânicas que geram tráfego qualificado. Publicar conteúdo novo e interessante, usar uma variedade de canais de distribuição para a descoberta de sementes, e empregar os comunicados para promover o conhecimento e a atenção que inspiram a ação, cria um conteúdo “amarrado”> interesse> interação social> poder de busca para sua marca.

Escrito por Sarah Skerik, VP de Conteúdo de Marketing na  PR Newswire, e é autora do e-book “Unlocking Social Media for PR.”  Siga no Twitter: @sarahskerik

Fonte: Blog Beyond PR

Traduzido e adaptado por Victor Melo, Assistente de Comunicação e Marketing
PR Newswire

Anúncios

Sobre PR Newswire
Distribuição de Press Releases e Monitoramento de Notícias. Distribución de Comunicados de Prensa y Monitoreo de Medios.

One Response to Gere Conhecimento com os Press Release, não links.

  1. Pingback: 4 Novas Diretrizes que Garantem a Qualidade dos Releases | Blog PR Newswire

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s