Otimize seus press-release com as mídias sociais


Legal! Você tem um press-release pronto e agora vai encaminhar aos jornalistas. Isso é muito bom e com certeza é uma ação relevante para sua empresa ou seu cliente. A intenção aqui é fornecer insights sobre como o seu esforço de assessoria pode ser otimizado utilizando blogs, Facebook, Twitter, LinkedIn e Pinterest. (Tweet isso)

Depois do release produzido ele será publicado, armazenado e distribuído. Provavelmente a sua organização tem um espaço no website dedicado à publicação e armazenamento dos press-releases – caso ainda não tenha, pense a respeito de criar uma Sala de Imprensa. Quanto à distribuição: o assunto é de interesse local ou abrangente? Para o primeiro caso a distribuição deve ser feita pela própria empresa. Se o seu press-release precisa de uma ampla cobertura é recomendável contar com uma empresa especializada em distribuir press-releases; a PR Newswire é uma boa escolha para isso. Com esse trabalho realizado, chegou a hora de otimizar!

Blogs: use com adaptação

Fãs da empresa, pessoas interessadas em oportunidades, a comunidade acadêmica e até ativistas de olho nos impactos ambientais e sociais acompanham os passos da organização e o blog é utilizado para conversar com essas pessoas. O ideal é publicar uma versão do press release para o público do blog. Vale utilizar abordagem específica para blogueiros que tenham interesse no assunto e blogs de jornalistas que cobrem a editoria que tenha a ver com o seu conteúdo. (Tweet isso)

Mídia-kit social com o Facebook

Utilize abas personalizadas e com conteúdo multimídia sobre o assunto do qual trata o press release. Você pode criar enquête, divulgar cronograma de datas importantes, dialogar com as pessoas que possam cobrir o seu assunto, entre outras possibilidades. Verifique as estatísticas da FanPage para conhecer o perfil de público que mais gera audiência e crie iniciativas dirigidas – lembre que se você consegue demonstrar a relevância do seu assunto para o público, seu press release se tornará relevante também. (Tweet isso)

Twitter: a força da síntese
Essa rede social você vai sentir o poder de boas chamadas e o valor de um bom redator. Mande mensagens de até 140 caracteres com espaço – o ideal é 100 caracteres com espaço – e se o seu argumento for bom, vai gerar interação e engajamento. Uma boa prática é publicar uma série de tweets sobre seu release, com links para conteúdo original e material complementar. Dispare diferentes mensagens para o mesmo press release, cobrindo diversas faixas de horários e dias, mostrando diferentes perspectivas do seu conteúdo. Você pode embedar fragmentos do texto com o ClicktoTweet, para facilitar a vida de quem quer compartilhar (veja um exemplo – tweet isso). Veja mais dicas neste artigo publicado no blog da PR Newswire Brasil: Títulos com #Hashtags – Press-releases no Twitter. Também é interessante utilizar hashtags relacionadas ao assunto – junto com elas tente aplicar #jornalistas, #AssessoriadeImprensa e #PressRelease nos seus tweets.

Linkedin: a maior rede social do mundo para profissionais, ao seu dispor Além de ser possível publicar na página da empresa, ou no perfil pessoal, também é possível compartilhar com grupos específicos. Se você está publicando um press-release sobre medicamentos antialérgicos, por exemplo, é uma boa ideia dividir a informação com o grupo “Especialistas em Alergologia e Imunologia” e ”Jornalismo Científico”.  (Tweet isso) Busque por consultas feitas por usuários da rede e apresente a leitura do seu press release como uma possibilidade de encontrar respostas. Conheça a ferramenta de enquetes do LinkedIn e tente utiliza-la para criar ou aumentar o diálogo em torno do seu press-release.

Neste exemplo, uma empresa que atua no mercado de alimentação poderia se envolver no diálogo e sugerir a leitura de um dos seus press-releases

Neste exemplo, uma empresa que atua no mercado de alimentação poderia se envolver no diálogo e sugerir a leitura de um dos seus press-releases

Crie um release visual com Pinterest (Tweet isso)

Com o Pinterest você pode contar a sua história através de imagens e isso trará bons resultados para o seu negócio. Como? Simples: Histórias com boas imagens atraem mais público. Além de escrever sobre o assunto, os jornalistas precisam de imagens para ilustrar o conteúdo e se você fizer um bom trabalho aqui facilitará a vida deles. Complemente o material do press release com fotografias, gráficos, info-gráficos, ilustrações, maquetes e objetos em 3D, por exemplo, e permita que os jornalistas vejam isso no Pinterest. Aqueles interessados em falar do seu conteúdo poderão avaliar e escolher como incrementar o material que você já enviou – além de poder ver a qualidade da audiência que você gera. Veja aqui estudos de caso e visite o site da Pinleague para conhecer os recursos que dessa rede social tem para empresas e profissionais.

Artigos em destaque deste autor: É hora de dar nome aos Press-Releases – Dicas de como fazer Lomography – A marca vencedora que mantém viva a fotografia analógica Lição de marketing com o primeiro marinheiro que chegou à Antártica

Por Leonardo Camacho, Associate Customer Content Specialist
PR Newswire

Anúncios

Sobre PR Newswire
Distribuição de Press Releases e Monitoramento de Notícias. Distribución de Comunicados de Prensa y Monitoreo de Medios.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s