Publicidade dirigida às Crianças – Regulamentação ou Não?


A publicidade infantil está cada vez mais influente dentro do cotidiano das crianças, mas até que ponto isso é algo positivo?

Fonte da imagem: management-thinking.org

Fonte da imagem: management-thinking.org

Claramente, a mídia publicitária sempre esteve presente dentro da maior parte das decisões da vida dos brasileiros. Um número considerável da população nacional e mundial consome produtos, os quais são divulgados com maior contundência dentro de todos os veículos de mídia (TV, rádio, internet, etc.). Porém, se a publicidade tem o “dom” de encantar e persuadir adultos ao consumo, o impacto no público infantil é ainda maior, pois o discernimento do público infantil é praticamente nulo. A psicóloga norte-americana Susan Linn, diretora associada do Centro de Mídia Infantil Judge Baker, nos Estados Unidos, participou, em Brasília, do Seminário Internacional Infância e Comunicação – Direitos, Democracia e Desenvolvimento. O debate reuniu por três dias pesquisadores e representantes de organizações ligadas ao tema de vários países. Susan defende o fortalecimento da regulação da publicidade infanto-juvenil.

Segundo a psicóloga, as propagandas encorajam o consumo de alimentos menos nutritivos e mais gordurosos, além de alterarem significativamente o comportamento das crianças em todos os ciclos sociais que ela frequenta (família,escola,etc). “A publicidade dirigida ao público infanto-juvenil contribui para o consumo de alimentos com baixo teor nutritivo e o surgimento de alterações emocionais em crianças e adolescentes.” Susan é autora do livro “Crianças do Consumo: A Infância Roubada”, e ela defende veementemente a regulação dentro da mídia publicitária infantil. “Pesquisas indicam que as crianças precisam de alimentação saudável, brincadeiras ativas e de passar um tempo com os adultos que cuidam delas para crescerem e se desenvolverem [adequadamente] e a publicidade e o marketing minam essas condições” Linn é contra o uso de tablets e de ferramentas tecnológicas sofisticadas por crianças.

Segundo especialista, o alvo publicitário dos produtos infantis devem ser os pais, porque eles são capazes de diferenciar os produtos necessários dos produtos supérfluos.

 Wanderlino Nogueira , membro do Comitê dos Direitos da Criança das Nações Unidas, as medidas de regulamentação são necessárias e não afetam em nada a liberdade de expressão, em países mais desenvolvidos que o Brasil, as campanhas publicitárias direcionadas ao público infantil são ilegais. Para o peruano Jaime Delgado, professor do Instituto de Consumo da Universidade San Martin de Porres, o foco do problema é na saúde do público infantil. Segundo ele, os fabricantes de produtos alimentícios gordurosos, desenvolvem maneiras de persuadir o público infantil a consumi-los em excesso, aumentando assim consideravelmente o índice da obesidade infantil.

O Projeto de Lei 5.921/01, que proíbe a publicidade dirigida à criança no Brasil e regulamenta a publicidade dirigida a adolescentes, tramita há doze anos no Congresso Nacional. O Conar é contrário à proibição, pois afirma que a publicidade infantil faz parte do desenvolvimento da educação infantil.

O público infantil não deve ser visto somente com uma fonte de renda publicitária, afinal de contas às crianças são muito vulneráveis e influenciáveis, e os meios de comunicação contribuem significativamente para o desenvolvimento educacional.

Por Bruno Sutero, Pesquisador de Mídia
PR Newswire

Anúncios

Sobre PR Newswire
Distribuição de Press Releases e Monitoramento de Notícias. Distribución de Comunicados de Prensa y Monitoreo de Medios.

One Response to Publicidade dirigida às Crianças – Regulamentação ou Não?

  1. Pingback: Fotos em Redes Sociais influenciam Comportamento de Adolescentes | Blog PR Newswire

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s