Como Escrever um Press Release que Funcione


Postado em 11 de setembro de 2012 por no blog Beyond PR.

Ontem, no Seminário Ragan das Melhores práricas de Comunicação, Ruth Sarfaty da Spark PR e eu apresentamos as melhores práticas de press release. Essa é uma discussão que tenho frequentemente, e a resposta é sempre envolvente. Eu falo “sempre envolvente” porque hoje nós operamos em uma ambiente fluido. Os números que ditam o que nós vemos nas redes sociais e nos mecanismos de busca podem mudar dramaticamente dia a dia, transformando as melhores práticas da semana passada em inúteis hoje.

“Releases têm mudado, assim como nós”, observou minha co-apresentadora Ruth. “Enquanto os releases podem ter sido projetados para os jornalistas, não vamos nos esquecer a cauda longa que tuíta e retuíta nossas notícias!”.

Aqui estão melhores práticas atuais, junto com o estudo de caso que Ruth apresentou de nosso trabalho conjunto sobre press release e mídias sociais que fizemos para o CrowdFactory. Ele é longo e compreensível. Eu não vou redigitar todos os detalhes aqui (você pode acessar todo o trabalho via SlideShare, apenas clique na imagem no começo deste post), mas vale a pena enfatizar alguns detalhes.

A casa deles, regra deles.

É importantes lembrar algumas coisas sobre os mecanismos de busca e de redes sociais que proporcionam tanta visibilidade para as nossas notícias hoje.

1- O Google não existe para promover seus press releases. Muitas pessoas se esquecem que o motivo para o Google existir é para retornar o lucro para seus acionistas. Eles fazem isso para vender seus anúncios. Esse anúncios são efetivos devido sua imensa utilidade para nós em buscar informações. É muito importante para o Google que as pessoas achem seus mecanismos de busca úteis. Assim, a melhor forma de ganhar visibilidade no Google? Publicar coisas úteis e interessantes.

2- Redes sociais são sociais. Não comerciais. Não anúncios (para a maior parte). As pessoas acessam o facebook para curtir, por exemplo. Twitter, por outro lado, é frequentemente sobre a troca de informação, principalmente em informações para nichos e furos. A conclusão é, se sua mensagem não encaixa no contexto em que as pessoas estão usando uma rede social em particular, você terá dificuldade em ganhar adesão. Você já ouviu a expressão “Cavalos para cursos” – bom, o mesmo se aplica para conteúdo nas redes sociais. Conteúdo que funciona no Facebook, não necessariamente funcionará no LinkedIn.

Muito tempo e energia são gastos na otimização de press releases. Sem dúvida, algumas das melhores práticas irão aumentar a visibilidade da mensagem. No entanto, no fim do dia a melhor forma de se fazer isso é providenciar conteúdo que seja últil e interessante para seu público.

Autora  Sarah Skerik é a vice presidentede Mídias Sociais da PR Newswire, e autora do ebook gratuito Unlocking Social Media for PR.

Traduzido por Marina Landert, Coordenadora de Análise de Conteúdo de Mídia
PR Newswire

About these ads

Sobre PR Newswire
Distribuição de Press Releases e Monitoramento de Notícias.

3 Responses to Como Escrever um Press Release que Funcione

  1. Pingback: Seu Press Release deve Gerar Interesse nos Leitores | Blog PR Newswire

  2. Pingback: Seu Press Release deve Gerar Interesse nos Leitores | Blog PR Newswire

  3. Pingback: O Tamanho Ideal de Títulos de Notícia para Buscadores | Blog PR Newswire

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 61 outros seguidores